Porta do Sol -Madrid

A Porta do Sol foi sempre uma das praças mais populares de Madrid, rivalizando com a próxima Praça Maior o título de centro da cidade. Em suas origens, foi um dos acessos da muralha que rodeava Madrid no séc. XV. Seu nome explica-se pelo sol que decorava a entrada. Esta porta tinha caráter defensivo, sendo levantada em 1539, substituindo a anterior que havia. Com o crescimento urbano, a muralha e a porta foram demolidas.

DSC03506

Os primeiros edifícios construídos na praça foram o Real Hospital da Corte e a Igreja del Buen Suceso, ambos desaparecidos. Outra edificação importante era o Convento de San Felipe El Real, fundado em 1547 e derrubado em 1838, devido às leis desamortizadoras.

Atualmente, o edifício mais antigo da praça é o do Correios, construído pelo arquiteto francês Jaime Marquet, entre 1766/1768. Posteriormente, transformou-se no Ministério do Interior em 1847 e no séc. XX, na Direção Geral de Segurança, durante a ditadura franquista. Atualmente, o edifício exerce a função de Presidência da Comunidade de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois da conversão da casa de Correios em Ministério, foram derrubadas algumas casas para realçar o edifício e dar-lhe mais segurança. O resultado foi a criação de uma nova praça, cuja fisionomia atual data do período compreendido entre 1857/1862.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo último dia do ano, milhares de espanhóis se reúnem na praça para escutar as 12 campanadas e, simultaneamente, comer 12 uvas, ritual que simboliza a contagem regresiva para a chegada do ano novo. No alto da torre, vemos os sinos responsáveis pelo evento, que são transmitidos pela TV Espanhola desde 1962.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre 2004/2009, foram realizadas obras para a construção de uma linha integrada de metrô e o sistema feroviário, uma das maiores estações do mundo. Sua entrada mais parece um iglu, repercutindo uma vez mais no aspecto deste lugar cambiante.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mudanças que igualmente são reivindicadas por centenas de espanhóis, que se aglutinam na praça para protestar por melhores condições de vida. Uma das manifestações mais conhecidas ocorreu em 15 de Maio de 2011, conhecida como Movimento 15M, quando centenas de espanhóis acamparam na praça.

Outro aspecto interessante da Porta do Sol é que desde 1950, se encontra no local o denominado marco zero das estradas espanholas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Três estátuas adornam seus limites, cada qual com sua história particular:

A estátua de Mariblanca é uma reprodução de uma antiga e popular escultura que servia de ornamento a uma fonte que ali existiu. A estátua original, de origem incerto, encontra-se no Museu de História da cidade,  foi trazida da Itália em 1625 e colocada encima da Fonte da Fé, demolida no séc. XVIII. Seu nome alude à brancura do mármore com a qual foi esculpida.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro monumento emblemático é a estátua que representa um Urso e um Madroño, uma espécie de árvore típica da Europa Ocidental. Foi realizada em 1967, e se ergue em frente ao edifício do Tio Pepe, logotipo da empresa González Byass, dedicada à produção de vinhos, cuja sede encontra-se em Jerez de la Frontera (Andaluzia).

DSC01999A estátua representa as armas heráldicas de Madrid, e sua imagem encontra-se estampada em muitos dos monumentos da cidade. Sua primeira representação no escudo da cidade data do séc. XIII, e significa a união dos poderes eclesiásticos e políticos. A escultura foi esculpida pelo artista Antonio Navarro Santafé (1908/1983).

DSC01998A última escultura colocada na praça homenageia ao rei Carlos III, denominado Rei Alcade (prefeito), em cujo reinado Madrid transformou-se de maneira notável. A estátua eqüestre é uma reprodução feita de bronze, obra de Miguel Ángel Rodríguez e Eduardo Zancada, do original de Juan Pascual de Mena, que se conserva na Real Academia de Belas Artes de San Fernando. Um dispositivo eletrônico foi instalado em sua estrutura para espantar as inúmeras pombas que teimavam em utilizar a estátua real como residência particular.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Graças à sua importância histórica, a Porta do Sol aparece em inúmeras obras literárias e cinematográficas, como em “Vistas da Porta do Sol”, considerado um dos primeiros filmes realizados no cinema mundial, em 1896, por Alexandre Promio. Na pintura, foi cenário do famoso quadro de Goya, “La Carga de los Mamelucos”.

About these ads

Um comentário sobre “Porta do Sol -Madrid

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s