Morella

Decididamente, a Espanha é uma terra de pueblos. Segundo o Instituto
Nacional de Estatísticas, o país conta com mais de 8 mil municípios.
Evidentemente, nem todos podemos qualificar como “ pueblos “.
Como tal, designamos àqueles povoados que cativam nossa imaginação,
devido à sua peculiar beleza, localização espetacular ou o pitoresco
de suas ruas, casas e monumentalidade.
Há pueblos de todos os gostos e tamanhos. Durante minha estadia na
Comunidade de Aragón, local que tenho muito apreço e carinho, pela
amabilidade do povo, pelas paisagens e pueblos, e por ter vivido 4 anos
em sua capital Zaragoza, me chamava a atenção a quantidade de pueblos de 100, 50, ou até mesmo 10 habitantes, espalhados por todo o território.
No romance “ La Lluvia amarilla “, publicado em 1988 pelo escritor
Julio Llamares, a história gira em torno de um monólogo descrito pelo
único habitante de um pueblo abandonado nos Pirineus Aragoneses.
Se chama Ainielle, e existe realmente. O livro nos faz pensar, com a poesia de sua narração, não apenas sobre o seu tema central, o abandono dos pueblos pirenaicos, mas também sobre a solidão, o tempo, a loucura.
Ainielle, de fato, está desabitada há 50 anos.
Iniciamos, pois, nossa publicação, com um dos pueblos que sempre aparece nas listas dos mais belos de toda a Espanha.
Imagem

Morella pertence à Comunidade Valenciana, estando situada ao norte da Província de Castellón. Conta com uma população de aprox. 3 mil habitantes.
Aos olhos do privilegiado visitante, o primeiro que se observa à distância
é o contorno protegido por suas centenárias muralhas e a silueta de seu
castelo, situado no mais alto da cidade, a 1000m de altitude, proporcionando ao pueblo invernos rigorosos, com abundantes nevascas.
Imagem

As muralhas, perfeitamente conservadas, são do séc. XIV, e dispõe de várias portas de acesso ao interior do pueblo.
Imagem

Abaixo, podemos contemplar alguma delas.

Imagem

Seu monumento mais importante é a Igreja gótica de Santa Maria, construída entre 1265 e 1343. O interior surpreende por sua beleza e as vidreiras góticas originais do séc. XIV.
O órgão barroco, realizado entre 1717/1724, é considerado o mais importante de toda a Comunidade Valenciana.
Imagem

Destaca também a excepcional escada em formato de caracol, que dá acesso ao coro. Magnificamente talhada, representa cenas do Antigo e Novo Testamento e a genealogia de Jesus. A sua construção data de aprox. 1470 dC.
Imagem

O aspecto exterior da igreja é igualmente encantador, e conserva a portada dos apóstolos, original do séc. XIV.

Imagem

.Outra maravilha gótica, agora no âmbito da engenharia civil, é o aqueduto de Santa Lúcia, construído no séc. XIV.
Imagem

Como todo pueblo que se preze, também possui sua Praça de touros.

Imagem

Morella está declarada como Monumento histórico-artístico nacional e é candidata a receber o título de Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
Espero que vocês tenham gostado…até o próximo pueblo.

Anúncios

2 respostas em “Morella

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s