Maestrazgo de Teruel

O Maestrazgo é um território de fronteiras, ocupando a porçao
leste da província de Teruel(Aragón) e a província de Castellón
(Valencia). Seu relevo montanhoso e o clima rigoroso, com tem-
peraturas no inverno que chegam a -15 graus, condicionaram o
modo de vida de seus habitantes.
Historicamente, sempre foi uma região isolada das principais vias
de comunicação e das grandes aglomerações urbanas.
O desenvolvimento econômico iniciou-se nos séc.XVI e XVII, mediante
a produção de la e elaboração de tecidos para exportação.
Em época contemporânea, o Maestrazgo adquiriu fama devido aos conflitos políticos que nele sucederam, como as chamadas Guerras Carlistas do séc.XIX.
Hoje constitue um espaço arquitetônico e histórico privilegiado pelo seu grau de conservação.
Viajaremos por pueblos situados no Maestrazgo de Teruel.
Começamos pelo mais que pitoresco pueblo de Miravete de la Sierra.

Imagem

Seu núcleo central está constituído por seu singelo ponte medieval e a Igreja de N.Sra.De Las Nieves, gótica-renascentista do séc.XVI.
Imagem

Em seguida, Mirambel, pueblo de origens templárias e que conserva o melhor centro histórico da região. Durante a reconquista, foram concedidas estas terras à Ordem dos Templários, que fundaram a vila em 1234. No séc.XIV, a posse do pueblo passou a outra ordem militar, a dos cavaleiros de San Juan de Jerusalém.
Em 1980, foi declarada conjunto histórico artístico , pela beleza de seu patrimônio.
Imagem

O acesso ao pueblo se dá por um arco, cujo destaque é a torre templária, perfeitamente conservada. Do outro lado, o portal das Monjas, considerado um dos símbolos de todo o Maestrazgo.
Imagem

A igreja de Santa Margarita sobressae pelo equilíbrio de linhas e proporções e foi erguida no séc.XVII.
Passear por Mirambel é como uma viagem no tempo, respirando a atmosfera inequívoca da idade média.
Imagem

Cantavieja é uma cidade um pouco maior que as anteriores, sendo a capital histórica do Maestrazgo. Foi o centro da rebelião Carlista, em que se enfrentaram partidários de D.Carlos, defensores do absolutismo, contra o governo da rainha Maria Cristina.
Os principais focos de resistência foram o País Vasco e o Maestrazgo, ao mando do general Ramón Cabrera, que estabeleceu em Cantavieja o reduto de suas tropas.
Imagem

A insólita praça maior do pueblo está emoldurada por um pórtico arcos apuntados.
A Igreja da Assunção é barroca do séc.XVIII.
Imagem

Nosso último pueblo chama-se Iglesuela Del Cid, também de origem templária.
Apresenta um conjunto monumental de característica cor avermelhada.
A igreja de fábrica gótica preserva sua cabeceira poligonal, com ampliações barrocas
Imagem

Todos estes pueblos fazem parte do Parque Cultural do Maestrazgo, um aglomerado de pequenos municípios, onde o patrimônio natural e cultural constitue um elemento de identidade coletiva.
Vale muito a pena conhecê-los, e disfrutar de uma região ainda desconhecida pelo turismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s