Palácio de El Pardo – Madrid

As origens do Palácio de El Pardo se remontam ao ano 1405, quando o rei Enrique III ordenou a construçao de uma casa real no monte de El Pardo. Por sua vez, Enrique IV edificou sobre a mesma um pequeno castelo, que logo se transformou num palácio durante o reinado de Carlos I, a partir do projeto de Luis de Vega. As obras iniciaram-se em 1547 e foram concluídas em 1558, já durante o governo de Felipe II.

Em 1604 um incêndio destruiu boa parte do palácio, apesar de ser salvo o quadro de Ticiano, chamado Vênus de El Pardo, atualmente exposto no Louvre. Felipe II ordena, pois, a reconstrução do palácio, sob a direção de Francisco de Mora, o mesmo arquiteto que sucedeu a Juan de Herrera na execução do Monastério do Escorial.

Em 1722, Carlos III promoveu obras de melhorias e ampliações a um dos arquitetos autores do Palácio real de Madrid, Francesco Sabatini.

Foi no El Pardo onde faleceu o rei Alfonso XII em 1885. Uma vez terminada a Guerra Civil Espanhola, o edifício foi mais uma vez objeto de reformas, desta vez para habilitar-lo como residência do Gen. Franco. Durante seu governo (1939/1975), o palácio foi o centro da maioria das grandes decisões políticas do país.

Atualmente, o Palácio de El Pardo é utilizado para hospedar chefes de estado estrangeiros em visita oficial a Espanha. A celebração de atos oficiais e sociais, por parte da Família Real Espanhola, é outra de suas funções.

Em torno ao palácio, foi crescendo um pequeno núcleo urbano que deu lugar ao pueblo de El Pardo, hoje em dia integrado ao município de Madrid.

Além de seu valor histórico e arquitetônico, o palácio destaca-se por sua decoração interna, representativa de diversas épocas históricas. Infelizmente, as fotos não são permitidas durante a visita guiada que se realiza diariamente.

O denominado Pátio dos Austrias, de estilo renascentista, está coberto por uma bôveda acristalada, permitindo que o lugar seja usado para atos oficiais.

Próximo ao palácio, a “casinha dos Príncipes” foi concebida como um palácio de recreio da casa real no séc. XVIII. Seu autor foi o arquiteto Juan de Villanueva, que iniciou as obras em 1784.

O Real Palácio de El Pardo encontra-se situado numa região de alto valor paisagístico e meio ambiental, pois o Monte de El Pardo é considerado como um dos bosques mediterâneos mais bem preservados da Europa. Se encontra protegido através de sua inclusão no Parque Regional De La Cuenca Alta Del Manzanares.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s