Estella – Navarra

Situada a meio caminho entre Pamplona e Logroño, Estella/Lizarra é uma cidade da Comunidade Navarra que faz parte do Caminho de Santiago.

Fundada no ano 1090 pelo monarca de Pamplona e Aragón Sancho Ramírez, seu nome em castelhano (Estella) provém do latim (Stella) e foi criado no momento de sua fundação, como ponto de acolhida para os peregrinos que realizavam a rota de Santiago. Lizarra, em euskera, significa “Terra de Fresno”, uma espécie de árvore que cresce abundante nas margens do rio Ega. Este curso fluvial é um afluente do rio Ebro e num agradável passeio, denominado “Los Llanos”, podemos apreciar seu trajeto pela cidade.

A chamada Ponte da Prisao está formada por um grande arco, e foi construída em 1973, em substituiçao à anterior, destruída no séc. XIX.

Para aqueles que chegam à cidade em ônibus, a antiga estação de trem, construída em 1927, transformada posteriormente em estação de ônibus, dá as boas vindas ao viajante.

Sua localização em pleno caminho de Santiago atraiu a grande quantidade de comerciantes na Idade Média, principalmente Francos e Judeus.

Estella conta com um rico patrimônio monumental, pelo qual é conhecida como a Toledo do Norte. A partir do séc. XII se construíram importantes edifícios que fizeram da cidade a capital do românico em Navarra, alcançando seu apogeu no séc. XIII.

Passeando por suas ruas, revivemos o passado glorioso da cidade e contemplamos suas passagens estreitas, típicas da Idade Média.

Hoje em dia, Estella continua exercendo o papel para o qual foi criada, a mais de 900 anos atrás.

A Igreja de Sao Miguel Arcanjo é um belo exemplo de templo românico.

Construída a finais do séc. XII, e terminada no século seguinte, possui uma maravilhosa portada, obra prima da escultura românica.

O tímpano está presidido pela figura do pantocrátor. Este segura um Crismón, em lugar do habitual livro. Uma mandorla o rodeia, com uma inscrição que diz:

“Nem Deus, nem homem, é esta imagem que contemplas, e sim Deus e Homem.”

Os tetramorfos a seu lado, cada qual com um livro, estão acompanhados por um homem e uma mulher nos extremos.

Os capitéis da coluna exibem cenas da vida de Jesus, como a Anunciação, nascimento, fuga ao Egito, etc.

O pórtico que acolhe a portada engloba uma série de talhas laterais. As da parte inferior representa o ciclo de São Miguel Arcanjo (vencendo o dragão e disputando com o demônio as almas que são pesadas). Na parte superior 8 estátuas representam os apóstolos, 4 de cada lado.

A Igreja de Santa Maria Jus del Castillo foi uma antiga sinagoga, e no ano de1145 foi transformada em templo católico, dedicado a Todos os Santos. Mais tarde adquiriu o nome atual, por estar situada aos pés do Castelo de Belmecher, hoje em ruínas. À exceção de sua fachada barroca, o edifício românico se conserva integralmente. Atualmente, a igreja acolhe o Centro de Interpretação do Românico e do Caminho de Santiago.

Das portas que rodeavam a muralha de Estella, apenas uma sobreviveu aos séculos, a Porta de Castilla.

No próximi post, veremos a segunda parte da matéria sobre Estella…até lá.