Românico no Vale de Arán

A riqueza artística depositada no Vale de Arán é um dos tesouros ocultos dos Pirineus. Seu legado cultural é completo, com exemplos de várias correntes estilísticas (românico, gótico, renascentista, etc) e também variado quanto à arquitetura, pintura e escultura, em pedra e madeira.

A paisagem está salpicada de belas igrejas, e o estilo românico é predominante, representando uma atração turística que transforma a região num museu de arte e história.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Nos posts anteriores, vimos algumas destas igrejas, como a de Santa Maria em Arties, e a de San Miguel, em Vielha. Vejamos, agora, outros templos que se destacam no vale que, em conjunto, compõem a rota do Românico Aranês. Bem próximo à capital, Vielha, situa-se um povoado, que mais parece um bairro, tal a sua proximidade, que se chama Betren. Nele, podemos visitar duas igrejas do estilo.

Infelizmente, a de San Saturnino está em ruínas. Foi erguida entre os séc. XII/XIII, e sobrevive apenas a torre, do séc. XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm muito melhor estado está a Igreja de Sant Esteve que, levantada entre os séc. XII e XIV, combina de forma harmoniosa os estilos românico e gótico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa cabeceira, vemos os ábsides poligonais e uma janela gótica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma de suas partes mais importantes é a portada, com um rico conjunto escultórico em suas arquivoltas, bem como no tímpano, com uma representação da Virgem Maria e o menino Jesus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo pueblo de Escunhau, também próximo à capital, a Igreja de San Pere se ergue solene no alto da vila.

DSC07471DSC07468Foi levantada nos séc. XI/XII, embora tenha sido reformada em séculos posteriores. De longe, se avista a torre campanário, do séc. XVII.

DSC07472O grande destaque do templo é sua maravilhosa portada, uma das mais belas e intrigantes do vale.

DSC07460Românica dos séc. XII/XIII, está composta de uma iconografia incomum, como se pode observar no friso superior. Em seus dois extremos, vemos duas cruzes gregas.

DSC07465Sua parte central está formada por um Crismón (anagrama que representa o nome de Cristo, em grego), acompanhado por duas imagens laterais que representam uma estrela de 8 pontas. Estes símbolos podem significar imagens solares ou inclusive o ciclo sol-lua, como indicativo do princípio e fim de tudo. Estão associados a monumentos funerários paleocristianos, visigodos e pré-românicos, e se relacionam também com a imortalidade da alma.

DSC07463Embaixo do friso, vemos uma imagem de Cristo crucificado, cuja figura aparece desproporcionada.

DSC07462Aparecem nos capitéis rostos humanos. Infelizmente, não se pode visitar o interior da igreja.

DSC07461Finalizamos a matéria no povoado de Gausac, em que podemos conhecer a Igreja de San Martin.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATrata-se de um dos melhores exemplos de arquitetura gótica do Vale de Arán. Não obstante, em seu interior apreciamos uma bela Pia Batismal românica (XII/XIII), que provavelmente fazia parte de uma anterior construção.

DSC07513DSC07506

No exterior, a torre fortificada gótica do séc XV/XVI chama a atenção, embelezando ainda mais a paisagem nevada do vale.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s