Basílica de San Francisco – Madrid

Este post está dedicado a uma das mais belas e suntuosas igrejas de Madrid, a Real Basílica de San Francisco El Grande. Situada próxima a Catedral de Almudena, no centro histórico da cidade, forma parte do convento franciscano fundado a princípios do séc. XIII, sobre uma desaparecida ermita consagrada a Santa Maria que, segundo a lenda, foi fundada pelo próprio São Francisco de Assis em 1217.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Quando em 1561 Felipe II transformou Madrid na capital do reino, o convento passou a ganhar riquezas e importância, e chegou a receber a custódia dos lugares santos conquistados pelos cruzados. Em 1760, os franciscanos derrubaram a primitiva construção, para levantar um templo maior, cujo projeto foi encarregado ao arquiteto Ventura Rodrigues. Porém, este projeto inicial foi recusado por um novo desenho, realizado pelo frade franciscano Francisco Cabezas, cuja característica principal era sua portentosa cúpula.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Em 1768, as obras tiveram que ser interrompidas, devido às dificuldades técnicas da construção, obrigando a Cabezas a abandonar o projeto. As obras foram, então, encomendadas a Antonio Pló, que finalizou a cúpula em 1770. Em 1776, a comunidade de frades solicitou ao rei Carlos III a incorporação do arquiteto real Francesco Sabatini, que realizou a fachada em estilo neoclássico e as duas torres que a integram. O templo foi finalmente finalizado em 1784.

A fachada possui uma configuração convexa, necessária para adaptar-se à planta circular do edifício. Em sua parte superior, elevam-se 4 estátuas de santos, esculpidas em Londres em 1883.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo vestíbulo ou átrio, destacam as 7 portas que permitem a entrada ao recinto. Foram talhadas em madeira de nogal a finais do séc. XIX, representando diferentes cenas bíblicas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO teto está formado por mosaicos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInstalado na parte superior do vestíbulo, já no interior da igreja, vemos o coro, e um de seus elementos mais significativos é o órgão da direita, construído em Paris em 1884, e restaurado em 2001.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A bôveda está decorada com pinturas murais, cujo tema central é a morte de São Francisco de Assis, realizada em 1882. Debaixo do coro, situam-se duas pias de água benta feitas de mármore, sustentadas por anjos de bronze.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo já comentamos, a Basílica possui uma planta circular, com 6 capelas secundárias circundantes, dispostas simetricamente (três de cada lado), e presididas pela Capela Maior. Cada uma delas está coberta por uma pequena cúpula que imita, a menor escala, a grandiosa cúpula que se alça sobre o templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA mais importante de todas, e um dos maiores atrativos de todo o recinto, é a Capela de San Bernardino, graças ao quadro central representando a Predicação de San Bernardino de Siena ante Alfonso V de Aragón, executado por Francisco de Goya em 1784.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO artista aragonês se auto-representa na parte inferior do quadro (personagem com roupa amarela). Sobre o altar, vemos uma moderna imagem da Virgem do Pilar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois da renomada capela e seguindo o sentido em direção à capela maior, vemos a Capela de Santiago. No grande quadro central, vemos a Santiago participando da Batalha de Clavijo, ocorrida em 844, na condição de Santiago Matamouros. A obra foi realizada pelo artista Casado del Alisal e, no altar, vemos uma imagem de São Francisco, de finais do séc. XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Capela de Santiago é conhecida também pelo nome de Capela Das Ordens Militares, onde se representam os diferentes símbolos de cada uma destas ordens espanholas. Da direita para a esquerda, vemos a cruz da Ordem de Calatrava e de Santiago. As duas do lado esquerdo correspondem às Ordens de Montesa e Alcântara.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa Capela de Carlos III, também denominada de N.Sra del Olvido, em homenagem à ordem criada pelo próprio rei, em honra à Imaculada Conceição, vemos  no quadro central, o rei recebendo o colar de sua nova ordem, obra do pintor Casto Plasencia. Preside o altar uma escultura da Virgem del Olvido, da escola castelhana do séc. XVII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Capela Maior está instalada no ábside, estando composta por um conjunto de 5 pinturas murais, retratando distintos episódios da vida de São Francisco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA A meia bôveda que serve de cobertura foi decorada com pinturas de José Marcelo Conteras, sobre um fundo dourado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJunto a base das pilastras, vemos 4 estátuas dos evangelistas e seus respectivos símbolos ou atributos, talhados em madeira bronzeada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANas imagens acima, vemos representados a Sao Lucas-Touro e a Sao Mateus-Anjo. Rodeando o presbitério, vemos uma silheria renascentista, oriunda do monastério segoviano de Santa María Del Parral, e adaptada ao local em 1885.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeguiremos com nossa visita à Basílica de San Francisco no próximo post…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s