Portas Monumentais de Madrid – Parte 5

Neste último post dedicado às Portas Monumentais de Madrid, veremos a Porta de Toledo e o Arco da Vitória.

A Porta de Toledo foi a última construída no antigo centro da cidade. A que vemos atualmente é a terceira com este nome, sendo que as duas anteriores localizavam-se nas proximidades da atual. A primeira foi erguida no séc. XV e a segunda no séc. XVII, quando foi construída a denominada cerca de Felipe IV. Porém, destas portas anteriores pouco se sabe.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA atual data do primeiro terço do séc. XIX, de estilo neoclássico e sua construção foi ordenada por Napoleão, como um arco triunfal que celebrou a tomada de Madrid pelo exército francês, colocando no poder espanhol a José I, irmão de Napoleão, que permaneceu no trono de 1808 a 1813. Quando afinal os franceses foram expulsos do país, a porta converteu-se num símbolo da independência, cujo resultado imediato foi o retorno do rei Fernando VII. A Porta de Toledo assemelha-se com a de Alcalá, e foi construída com pedra granítica e está formada por 3 vaos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sobre o arco central, vemos uma escultura que representa uma alegoria de Espanha, portando o escudo de Madrid e, a seu lado, uma personificação das artes, que simbolizam as províncias do estado espanhol. Lemos em uma de suas inscrições:

“A Fernando VII o desejado, pai da pátria, restituído a seu povo, finalizada a usurpação francesa, a Prefeitura de Madrid consagrou este monumento de fidelidade, triunfo e alegria. Ano de 1827.”

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA porta serviu como uma entrada monumental à cidade e formava um eixo com a Ponte de Toledo, levantada pelo arquiteto barroco Pedro de Ribera, e ainda conservada (para saber mais sobre as pontes de madrid, vejam o post publicado em 18 de Abril de 2012).

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A porta foi construída pelo arquiteto Antonio Aguado e debaixo dela foram colocados um cofre de moedas, calendários e a constituição da época de José I. Anos depois de sua saída de Espanha, a prefeitura da cidade desenterrou seu conteúdo e, em seu lugar, colocou a constituição de 1812, além de algumas medalhas de Fernando VII. Quando o rei aboliu o texto constitucional, mandou que fosse desenterrado.

No séc. XIX, foi proibido o acesso de animais ao recinto da cidade, que não fosse realizado pela Porta de Toledo. Assim, a região transformou-se com o enorme tráfico de gado que circulava pelas proximidades da porta.

A obra foi restaurada por última vez em 1995 e como atualmente está situada no meio de uma giratória, não existe mais o passo de pessoas nem de veículos por ela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar de não constituir uma porta monumental como as demais, resolvi incluir o Arco da Vitória pela semelhança estrutural que apresenta. Também chamada Porta de Moncloa, ou simplesmente Arco do Triunfo, foi construída entre 1950/1956, como uma obra comemorativa relacionada à vitória do exército nacionalista durante a batalha da Cidade Universitária, sucedida em plena Guerra Civil.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom 40m de altura, o arco foi projetado pelos arquitetos Modesto López Otero e Pascual Bravo Sanfeliú e sua esculturas foram realizadas por Moisés de Huerta (frisos alegóricos) e os irmaos Ramón Arregui e José Ortells (quadriga de Minerva). O arco foi levantado no próprio local da batalha, que durou de novembro de 1936 a março de 1939.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O arco está um pouco abandonado e pouca gente o valoriza, por seu significado político. De fato, é um dos poucos monumentos remanescentes da época franquista. Possivelmente, seu próprio tamanho é o motivo pelo qual permanece ainda de pé…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa foto de abaixo, vemos ao fundo o Farol de Mancloa, o nome como é conhecida a torre de iluminação e comunicação da Prefeitura de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos o post comentando que para que a série de Portas Monumentais ficasse realmente completa, seria necessária a visualização da Porta de Hierro (ferro). Porém, a  localização impede sua contemplação e tirar fotos é uma tarefa impossível, pois está situada no meio da estrada, sem possibilidades de chegar a ela caminhando ou mesmo de carro, já que não há locais para estacionamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s