Igreja de San Jerónimo “El Real” – Madrid

Você já participou do Concurso “Conhecendo Espanha”, cujas perguntas podem ser respondidas no post publicado no dia 5/7 ? É fácil e instrutivo, vejam mais informações na matéria publicada deste dia. Até o dia 18/7 serão aceitos os envios com as respostas desta primeira etapa, ok ?

Na matéria de hoje, conheceremos a Igreja de San Jerónimo “El Real”, conhecida popularmente pelos madrilenhos como “Los Jerónimos”. Localizada atrás do Museu do Prado, o templo é, seguramente, um dos com mais história da capital.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja é a única parte que sobreviveu do antigo Monastério dos Jerónimos, fundado por volta de 1460 pelo rei Enrique IV. No princípio, o monastério situava-se próximo ao Rio Manzanares. Em 1501, porém, por ordem dos Reis Católicos, foi mudado para o local atual, devido às queixas constantes dos frades a respeito das más condições sanitárias, atribuídas à sua localização. O novo monastério foi construído com os mesmos materiais do anterior, e serviria também de aposento real durante a estadia dos reis na cidade. Nele, se reunia a corte e se celebravam os juramentos reais, desde Felipe II, no séc. XVI, até Isabel II, em 1833.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém foram celebradas na igreja os casamentos reais, o último dos quais de Juan Carlos I, atual rei espanhol. No séc. XVI, Felipe II ampliou o chamado quarto real, germe do futuro e imenso Palácio del Buen Retiro, construído por Felipe V, e situado junto ao atual Parque do Retiro e o Paseo do Prado. O complexo do monastério e do palácio anexo viveram seus dias de máximo esplendor durante o reinado de Felipe IV, que dele fez o centro da vida cortesana. Com a invasão de Napoleão, em 1808, o complexo sofreu graves danos e Fernando VII o transformou num quartel de artilharia. No final do séc. XIX, o palácio finalmente foi demolido, a exceção do Casón del Buen Retiro, antigo salao de bailes do palácio, e que atualmente está integrado ao Museu do Prado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar da destruição de sua original porta gótica, e do retábulo maior, a igreja foi restaurada por ordem de Francisco de Assis, consorte da rainha Isabel II, que encarregou ao arquiteto Narciso Pascual y Colomer as reformas do templo, incorporando as torres que vemos hoje em dia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1878, foi novamente restaurada, desta vez por Enrique María Repullés, cujo aspecto é o que vemos atualmente. Em 1906, foi construída a escada de acesso à igreja, para a celebraçao do casamento de Alfonso XIII e Victoria Eugenia.

DSC01972A portada foi realizada segundo modelos góticos, e nela está esculpida o escudo da casa real espanhola. No tímpano, vemos um relevo com a representação do nascimento da Virgem, e um calvário na parte superior.

DSC01973O interior da igreja está formado por apenas uma nave, cujo teto está coberto por bôvedas de crucería, a única parte conservada da antiga igreja gótica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo ábside da igreja, vemos um quadro pintado no séc. XIX, pelo artista Rafael Tegeo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta grandiosa obra representa a última comunhao de San Jerónimo, provavelmente o maior de todos os quadros situados nas igrejas da Comunidade de Madrid, medindo 9x4m. Outra obra de interesse é o retábulo situado na Capela Maior, realizado por José Mendes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANele vemos, em sua parte inferior, a San Jerónimo sentado sobre o leão. No centro, a Virgem Imaculada e, na parte superior, a Santíssima Trindade. Abaixo, outras fotos do interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPara finalizar, cabe ressaltar que o monastério, ao longo de sua história, contou com dois claustros. O primeiro, datado de 1460, era de estilo plateresco. O segundo, renascentista, foi reconstruido pedra por pedra dentro do projeto de ampliação do Museu do Prado, executado pelo arquiteto Rafael Moneo. Infelizmente, as fotos estao proibidas, e se pode contemplá-lo numa visita ao museu. A Igreja de San Jerónimo foi declarada Monumento Nacional em 1925.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s