Peñaranda del Duero – Prov. Burgos

Peñaranda del Duero é um destes pueblos que fazem parte de nosso imaginário popular. Situado a apenas 18km de Aranda del Duero, é considerado, com razão, um dos povoados mais bonitos da Comunidade de Castilla y León.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Tanto Peñaranda, quanto Aranda del Duero, foram repovoadas simultaneamente a começos do séc. X. A chamada fronteira do Rio Duero representava a delimitação dos territórios cristãos e árabes durante a Idade Média. A vila aparece por primeira vez mencionada em torno ao ano 1000 dC, por sua condição de praça defensiva. De fato, conservam-se duas das três portas que integravam a antiga muralha, construída já no séc. XV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Na época do reinado de Alfonso XI, a vila tornou-se vinculada à família Avellaneda, que ostentava o título de Condes de Miranda, contribuindo notavelmente para o enriquecimento do local, mediante a construção de seus principais monumentos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A Praça Maior, epicentro da vida social do pueblo, é uma das mais belas da comunidade castelhana e de todo o país.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Nela, se concentram os monumentos mais relevantes de Peñaranda, entre os quais o Palácio dos Condes de Miranda. Foi construído em 1530, no estilo renascentista, por encargo do terceiro Conde de Miranda, D.Francisco de Zúñiga Avellaneda y Velasco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Na fachada do palácio, vemos o escudo da Família Zúñiga.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Ao passar pela entrada, vemos um elegante pátio, composto por dois níveis de galerias, belamente decorados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

O palácio foi catalogado, em 1931, como Bem de Interesse Cultural. Em frente a ele, do outro lado da praça, situa-se a ex Colegiata de Santa Ana, o principal templo religioso da localidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sua construção foi financiada pela viúva de Francisco de Zúñiga e seu filho, e seu traçado é atribuído ao arquiteto Rodrigo Gil de Hontáñon. Iniciada em 1540, foi reformada no séc. XVIII com a edificação de uma portada barroca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

De frente para a igreja, observamos uma pequena coluna de pedra. Trata-se do denominado “Rollo de Justiça”, uma estrutura em forma de coluna, coroada, geralmente, por uma cruz ou uma bola. Representa a categoria administrativa do local, levantando-se nas vilas que possuem plena jurisdição, indicando a que tipo de regime estavam submetidas, seja real, senhorial ou eclesiástico. Servia, também, para delimitar o território, e como lugar de castigos para os crimes comuns, cujos condenados eram açoitados e expostos ao escárnio público.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Além do mais, abundam no povoado, exemplos de casas construídas segundo os ditames da arquitetura tradicional da região.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Como não poderia faltar, no alto do pueblo se eleva, imponente, o Castelo de Peñaranda, matéria do próximo post…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s