Art Déco e Arquitetura Racionalista – Parte 2

Neste segundo post sobre  Art Déco e Arquitetura Racionalista, veremos dois aspectos fundamentais no desenvolvimento de ambas, as vidreiras e a influência do cinema. Na capital espanhola existem muitas vidreiras artísticas que representam aspectos relacionados à evoluçao da Art Déco. Muitas delas foram fabricadas pela prestigiosa Maumejean, empresa fundada em 1860 por Jules Pierre Maumejean, e que ainda existe. Uma das mais famosas decora o edifício da Facudade de Letras e Filosofia da Universidade Complutense de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste enorme painel de vitrais adorna a entrada da faculdade. Destruída na Guerra Civil, quando no campus da universidade foi travada uma das batalhas mais sangrentas da guerra, foi reconstruída para celebrar o septuagésimo quinto aniversário da faculdade. Para tanto, utilizaram-se documentos gráficos existentes da época, e sua reconstruçao coube a vários vitralistas de renome da cidade de Segóvia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das artes mais associadas ao estilo Déco é o cinema. Nas décadas de 20 e 30 do séc. XX,  a sétima arte transforma-se num fenômeno de massas, principalmente depois da estréia do filme “O Cantor de Jazz”, quando se inauguram os filmes sonoros (1927). Alguns títulos produzidos na época refletem perfeitamente a atmosfera Art Déco, como a produçao alema “Metrópolis”, de Fritz Lang (também realizada em 1927). De fato, este filme expressionista tornou-se um paradigma da Art Déco, e seu ambiente futurista foi inspirado na Arquitetura de Chicago. As salas de cinema converteram-se no espaço perfeito para a difusao da nova arte e seus edifícios tornaram-se referências arquitetônicas. Em Madrid, embora alguns dos antigos edifícios que abrigavam salas de cinema foram totalmente reformados para usos completamente diferentes de sua concepçao original, ainda podemos contemplar algumas de suas características da época de sua construçao. Abaixo, por ex., vemos o antigo Cinema Europa.

DSC08411Connsiderado um dos expoentes do Racionalismo Madrilenho, o Cine Europa foi construído pelo arquiteto Luis Gutiérrez Soto, autor de inúmeras salas de cinemas pela cidade, em 1928. O edifício foi influenciado pelo expressionismo alemao, em particular pelas obras criadas por Erich Mendelsohn. Uma de suas principais características é a fachada aerodinâmica, rematada na esquina por um formato semicircular, a modo de uma quilha de barco.

DSC08414Outro aspecto desenvolvido a partir dos anos 30 na arquitetura racionalista foi o emprego de grandes janelas situadas na fachada e ao longo das escadas interiores, como vemos no Cine Europa.

DSC08415Também realizado por Luis Gutiérrez Soto, o Cine Barceló é considerado sua obra prima.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInaugurado em 1931, o Cine Barceló é justamente reconhecido como um dos melhores exemplos da Arquitetura Racionalista de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo exterior, observamos a horizontalidade de suas linhas combinadas com a curva, além de vários elementos derivados da arquitetura náutica, como as escotilhas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPor último, vemos o antigo Cine Salamanca, que apresenta características simlilares aos anteriores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Cine Salamanca foi inaugurado em 1935, e projetado pelo arquiteto Francisco Alonso Martos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s