Guadalajara – Parte 2

Na segunda metade do séc. XIV se estabelece em Guadalajara a influente e poderosa Família dos Mendoza, cujo destino marcou a paisagem e história da cidade. Seus membros constituuem a denominada Casa do Infantado, título nobiliário concedido pelos Reis Católicos em 1475 ao primeiro duque da casa, Diego Hurtado de Mendoza. Entre as muitas opçoes de interesse existentes na cidade, o Palácio dos Duques de Infantado é, talvez, a mais conhecida. Por sua importância,  lhe dedicamos uma matéria, realizada no dia 2/9/2012. O edifício, um dos exemplos mais relevantes da última fase do gótico civil europeu, foi construído entre 1480 e 1497 pelo arquiteto Juan Guas para a família.

DSC07863O exterior destaca-se pela profusa decoraçao da fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO palácio foi reformado no séc. XVI e bombardeado durante a Guerra Civil Espanhola. Por este motivo, foi restaurado entre 1960 e 1974. No interior, podemos admirar o famoso Pátio dos Leoes, assim denominado pelas muitas representaçoes do felino em seus relevos, bem como os escudos heráldicos da família dos Mendoza.

DSC07870DSC07867Entre outros membros de importância, citamos a Iñigo López de Mendoza (1398/1458) e Pedro González de Mendoza (1428/14959, Cardeal de Toledo e conselheiro dos Reis Católicos. Na parte lateral do palácio, podemos percorrer um formoso jardim, com uma perspectiva diferente da construçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Palácio dos Duques de Infantado sedia atualmente o Museu Provincial de Guadalajara, repleto de obras de arte. O acervo está constituído por peças que abarcam diferentes períodos históricos, começando pelos povos celtíberos que habitaram a regiao.

DSC07899Os mosaicos romanos também estao representados, bem como peças do período da dominaçao árabe, decisiva para a fundaçao da cidade.

DSC07898Dos séc. XIV/XV, o destaque fica por conta de uma peça com inscriçoes hebraicas, procedente de uma Sinagoga Medieval situada em Molina de Aragón.

DSC07896Como podemos constatar, na Idade Média, da mesma forma que ocorreu em outras cidades espanholas, em Guadalajara conviveram comunidades cristas, árabes e judias, que deixaram sua marca na arquitetura mudéjar, que em breve veremos no blog. Outra das atraçoes do Museu Provincial sao os sepulcros ricamente talhados, pertencentes a famílias nobres. Abaixo, vemos um deles, pertencente, evidentemente, a um membro dos mendoza, D. Aldonza de Mendoza.

DSC07888Figuras de tradiçao popular podem ser conhecidas, como o Botarga. Normalmente associado como um símbolo do mal, sao representados dançando de maneira agressiva. Segundo a tradiçao, costumam acompanhar as procissoes dos santos, realizando travessuras e distraindo os fiéis durante a missa.

DSC07903Entre os muitos quadros de temática religiosa que estao expostos, alguns sao de alta qualidade artística. Abaixo, vemos um Ecce Homo, realizado no séc. XV e de autoria desconhecida.

DSC07879A seguir, vemos o Êxtase de Sao Francisco, uma obra da escola toledana, realizada provavelmente por um discípulo de El Greco (XVI/XVII).

DSC07910Do séc. XVI, podemos apreciar este quadro representando a Sao Jerônimo no estudio. Pertence à escola italiana, e foi pintado por Romulo Cincinato. O santo está representado em suas variadas facetas, enquanto escreve a denominada Bíblia Vulgata. A cena está representada num escritório, repleto de detalhes alusivos a sua vida como eremita (caveira, crucifixo), intelectual (livros, cartas) e cardeal (chapéu). Aparece também o leao, um dos símbolos a ele atribuído.

DSC07908A Bíblia Vulgata foi escrita por Sao Jerônimo em 382 dC, e traduzida ao latim a partir da antecessora Bíblia grega. Utilizada pela Igreja Católica durante séculos, no Concílio de Trento (séc. XVI) foi declarada a versao oficial pela ortodoxia católica, e ainda hoje é utilizada para diversas traduçoes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s