Belas Igrejas de Guadalajara – Parte 2

Continuando nossa visita pelas igrejas mais belas e representativas de Guadalajara, no post de hoje conheceremos a de San Nicolás, a Igreja del Carmen e a Capela de Luis de Lucena. Considerada Monumento Histórico-Artístico Nacional desde 1981, a Igreja de San Nicolás ergue-se em pleno centro da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construçao foi iniciada em 1647 e finalizada em 1691, constituindo-se num belo exemplo do Barroco Espanhol. Em suas origens, integrava o Convento da Santíssima Trindade, fundado em 1619. Os elementos construtivos do exterior sao o tijolo, como matéria prima essencial, e a pedra, usada em sua parte decorativa. No centro da fachada, vemos um relevo da Santíssima Trindade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de San Nicolás foi construída pelos jesuítas, anexa ao colégio que possuiam. O interior do templo destaca-se pela grandeza e exuberância decorativa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEstá formado por uma nave e seis capelas laterais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Retábulo Maior, também barroco, está composto por colunas salomônicas, e se distingue por sua magistral ornamentaçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos detalhes referentes a cúpula e a estrutura interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Capela da Imaculada Conceiçao é uma das mais bonitas de toda a igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos últimos conventos construídos em Guadalajara foi o pertencente a Ordem dos Carmelitas Descalços, cuja Igreja del Carmen vemos a seguir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo foi construído em 1632 pelo frade e arquiteto Alberto de la Madre de Dios, sob os preceitos da austeridade  e com mínimos recursos decorativos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, a Igreja del Carmen está ocupada por uma comunidade de franciscanos. Na sequência, vemos fotos do interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a cúpula.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos o post com uma das construçoes mais interessantes da cidade, a Capela de Luis de Lucena, nome do projetor da construçao. A capela estava adossada à desaparecida Igreja de San Miguel, e seu aspecto exterior é parecido ao de uma fortaleza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs cubos situados em suas esquinas proporcionam a capela um caráter defensivo, como podemos ver. Outra de suas características a relaciona com a tradiçao mudéjar, devido à utilizaçao do material mais amplamente empregado neste estilo, o tijolo, embora tenha sido construída em 1540. O interior está repleto de pinturas murais, mas quando fui visitá-la, encontrava-se fechada. Fico devendo, pois, uma foto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s