Museu da Real Academia de San Fernando – Retratos

No post de hoje, veremos uma série de pinturas de autores espanhóis que retrataram importantes personagens da Espanha de sua época, que podem ser vistos no Museu da Real Academia de Belas Artes de San Fernando, em Madrid. Iniciamos com um dos mais importantes pintores espanhóis do séc. XVIII, Vicente López (Valencia-1772/Madrid-1850). Coetâneo de Goya, com ele finaliza-se o Barroco e se inicia o período Neoclássico na pintura. Dedicou-se fundamentalmente ao retrato, âmbito em que foi considerado um verdadeiro mestre. Vicente López alcançou grande fama ao retratar personagens da nobreza e da corte, sendo nomeado pintor de câmara durante o reinado de Fernando VII. O monarca foi pintado por López em 1830.

DSC08521Fernando VII foi rei de Espanha entre março e maio de 1808, e depois de finalizada a Guerra da Independência em 1814 até sua morte, em 1833. Durante o governo de José I, Fernando VII esteve preso na França, mas era reconhecido como o legítimo rei do país, já que era filho de Carlos IV e Maria Luiza de Parma, sendo seu sucessor natural. Foi apelidado de “O Desejado”, mas quando assumiu o trono adotou um regime absolutista. Vicente López retratou também a segunda esposa de Fernando VII, D.Maria Isabel de Bragança. Era filha de D.Joao VI e Carlota Joaquina, e casou com o rei em 1816. A rainha foi uma protetora e amante das artes, e a ela se deve a fundaçao do Museu do Prado. Fernando VII encarrega esta obra a Vicente López, como uma homenagem póstuma a sua falecida esposa.

DSC08525Vicente López sucedeu a Goya como pintor de Fernando VII, e realizou  retratos de personagens  conhecidos da época, como o arquiteto Isidro González Velázquez (1765/1840), que também formou-se na Real Academia.

DSC08523Finalmente, López, em 1823, pinta o retrato de  D. Maria Francisca de Braganza (1789/1834). Infanta de Portugal e Espanha, teve um papel decisivo na pretensao de seu esposo Carlos Maria Isidro de Borbón ao trono, fato que desencadeou as denominadas Guerras Carlistas, no séc. XIX.

DSC08519 Zacarias González Velázquez, irmao de Isidro, (Madrid-1763/1834) tornou-se acadêmico desde 1790, e foi nomeado pintor do rei Carlos IV em 1802. Abaixo, vemos seu autoretrato.

DSC08529Seu pai, Antonio González Velázquez, foi pintado por Zacarias em 1790, no momento em que o artista foi nomeado membro da Real Academia, cumprindo com sua obrigaçao de entregar um retrato.

DSC08527Andrés de la Calleja (Ezcaray, Rioja-1705/Madrid-1785) foi o pintor de câmara durante a dinastia borbonica no séc. XVIII, e realizou um retrato do rei Carlos III,  monarca conhecido pelo intenso trabalho realizado na cidade de Madrid, quando dota  a capital das infraestruturas básicas necessárias, cuja base foram realizadas nos reinados anteriores de Felipe V e Fernando VI. Foi, por isso, apelidado de Rei Alcalde (em português, Rei Prefeito).

DSC08549Antonio Carnicero (Salamanca-1748/Madrid-1814) é outro dos pintores representados no museu que também deixou um legado artístico constituido por retratos. Ingressou na academia em 1758, da qual tornou-se protetor. Nomeado pintor de câmara, foi mestre de desenhos dos infantes da família real, especialmente o entao Príncie de Asturias e futuro rei Fernando VII. A partir de 1809, para nao perder o cargo, foi obrigado a trabalhar para José Bonaparte, tal como aconteceu com Goya. No entanto, a diferença deste último, a Carnicero foi imputado um processo para ser afastado do cargo por ter servido ao rei estrangeiro. Sua importante coleçao de obras de arte, formada por mais de 1000 obras,  foi confiscada. Faleceu pouco antes da anistia outorgada por Fernando VII em 1814. Um de seus retratos corresponde a um dos políticos mais influentes da Espanha do séc. XIX, Manuel Godoy, cujo quadro foi pintado entre 1801 e 1803.

DSC08531Manuel Godoy (Badajoz-1767/Paris-1851) foi o favorito e primeiro ministro de Carlos IV entre 1792 e 1797, e novamente entre 1801 e 1808. Durante a Revoluçao Francesa, esteve à frente do Governo Espanhol , bem como na fase imperialista de Napoleao, que culminou com a invasao francesa de 1808 e o início da Guerra da Independência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s