Casa del Rey Moro – Ronda

A Casa del Rey Moro foi, inegavelmente, um dos lugares mais interessantes do meu passeio por Ronda. Primeiro, por sua localizaçao, pois os fundos da residência convergem para o precipício que forma um dos cartoes postais da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruída no séc. XVIII, foi assim chamada pela decoraçao de um azulejo existente em sua fachada principal, que representa um rei árabe.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA visita nao inclui o interior da casa, que me parece algo abandonada. No entanto, podemos admirar seus jardins, desenhados pelo grande paisagista francês Jean Claude Forestier (1861/1930).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAForestier foi o autor de jardins clássicos na Espanha, como o Parque de Maria Luiza, em Sevilha, ou o de Montjuic, em Barcelona. Em 1912, a Duquesa de Parcent, entao proprietária da casa, encarregou a Forestier o projeto do jardim,  ele que é considerado o grande renovador da jardinaría de finais do séc. XIX e princípio do XX. Combinou perfeitamente a escolha de belos exemplares de árvores com a antiga tradiçao muçulmana na criaçao destes espaços verdes, utilizando a cerâmica como elemento ornamental.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERATao impressionante quanto o jardim e sua espetacular localizaçao é a existència de uma mina, construída muito antes da residência, pois foi realizada no séc. XIV, e atribuída ao rei muçulmano Abomelik. Para alcançá-la, é preciso descer por uma grande escada escavada na rocha, cujo acesso se dá pelo próprio jardim.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA escada está composta por cerca de 200 degraus, que superam um desnível de 80m, até a base da garganta formada pelo rio. A estrutura está formada por arcos e bôvedas, com algumas janelas que iluminam o interior. Além do mais, delas obtemos umas vistas incríveis da garganta.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta impressionante obra de engenharia  é realmente algo único. Sua superfície é enorme e em algumas salas podemos admirar o desafio de sua construçao e o resultado conseguido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAntigamente, eram usados escravos para levar a água desde a parte baixa até o nível superior. Quando alcançamos o rio, uma plataforma de metal nos proporciona o lugar perfeito para contemplar a paisagem e ficar, literalmente, de boca aberta….

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s