Edifício do Ministério da Agricultura – Madrid

Todas as pessoas que chegam a Madrid pela Estaçao Ferroviária de Atocha se deparam, ao sair da mesma, com uma magnífica e monumental construçao, o Edifício do Ministério da Agricultura, considerado um dos símbolos da Arquitetura Eclética da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Ecleticismo englobou construçoes de caráter diversos, tanto na arquitetura residencial,  nos templos religiosos, naqueles relacionados aos  estabelecimentos industriais e comerciais, e também nos edifícios governamentais, como no presente caso. Inicialmente, este edifício foi concebido para sediar o Ministério do Fomento, uma parte do Ministério do Comércio, Instruçao e Obras Públicas. Com a reforma ministerial realizada no princípio do séc. XX, o Ministério do Fomento foi suprimido e o edifício foi ocupado pelo Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentaçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATanto o projeto como a conduçao das obras foram realizados por Ricardo Velázquez Bosco, entre 1893 e 1897. Este fundamental arquiteto foi um dos responsáveis pela incorporaçao dos diferentes elementos decorativos n Arquitetura Eclética. Neste edifício, observamos várias características do estilo, como a combinaçao de variados componentes artísticos. Um de seus destaques é o corpo central da fachada, formado por 4 pares de colunas de ordem coríntio, que podemos ver nas fotos acima.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte superior da fachada, vemos um excepcional conjunto escultórico feito em mármore denominado “Glória e os Pégasos“, executado em 1905 pelo escultor Agustin Querol (Tortosa-1860/Madrid-1909). O artista idealizou um conjunto composto por 3 partes: a Glória (vitória alada junto com as alegorias das ciências e artes) e os cavalos Pégasos acompanhados por figuras humanas representando a agricultura e a indústria (esquerda) e a filosofia e as letras (direita).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs danos sofridos durante a Guerra Civil e as inclemências metereológicas ao longo do séc. XX fez com que o conjunto se deteriorasse, sendo substituído em 1976 por uma réplica em bronze, feita por Juan de Ávila. Esta obra foi inspirada na Mitologia Clássica para simbolizar uma visao global do progresso, tanto em seu aspecto material quanto intelectual. O trabalho de ferro ornamental é outro dos destaques do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa imensa estrutura que rodeia toda a construçao podemos admirar este maravilhoso trabalho, prrincipalmente nos portoes, formado também por colunas de ordem coríntio e bustos da deusa Minerva.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANao poderiam faltar, evidentemente, os elementos decorativos a base de cerâmica e azulejos, realizados por Daniel Zuloaga, que incluiu motivos alegóricos e mitológicos em sua concepçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs muros do edifício foram ornamentados por esculturas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a parte traseira do edifício, composta por duas guaritas que delimitam um dos portoes de acesso oficial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos com outra imagem em que se observa a notável combinaçao artística deste belo monumento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s