El Greco: Creta e Itália

Como foi dito no post anterior, El Greco nasceu em Candia em 1541, capital da Ilha de Creta, entao pertencente à República de Veneza. Sua formaçao artística até os 25 anos, como eran natural, foi influenciada pela Arte Bizantina, especialmente a pintura de iconos, vigente naquela época. No séc. XVI, o estilo predominante na ilha representava uma continuaçao da tradiçao ortodoxa grega na pintura destes quadros de devoçao religiosa, presentes desde a Idade Média. Sua elaboraçao seguia regras fixas. A estilizaçao, os estereótipos e a representaçao simbólica do divino caracterizavam a estética bizantina.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMuito mais que simples pinturas, os iconos representavam  a própria divindade materializada, uma teofania (revelaçao do divino), aproximando-se do significado das relíquias no mundo ocidental. Por este motivo, as representaçoes, sejam Santos, a Virgem ou Jesus Cristo, sao pouco naturalistas. Possuem um caráter frontal e uma expressividade que os humaniza em posturas hieráticas. Dentro de sua bidimensionalidade, a paisagem natural é eliminada com um fundo dourado, cor associada à divindade, feito de lâminas de ouro. A Arte Bizantina foi um dos fatores chaves para a formaçao pictórica do pintor, permanecendo como um elemento latente em toda sua obra posterior, como vemos na imagem abaixo, em que El Greco representa a Cristo Salvador à maneira dos iconos bizantinos (1608/1614 – Museu El Greco de Toledo).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm Creta, a clientela exigia, além da pintura bizantina, a veneziana e a italiana. A finais de 1566, El Greco chega a Veneza como parte de sua formaçao artística, num período que se prolongaria por 10 anos em solo italiano. Suas aptidoes rapidamente afloram, sendo aperfeiçoadas pelos grandes mestres venezianos, como Ticiano, Tintoretto e Jacobo Bassano, contribuindo para a configuraçao de seu estilo de forma fundamental, principalmente no aspecto cromático. Uma obra que marca a transiçao do pintor de iconos a um artista de ifluência italiana é o Tríptico de Módena (1560/1565 – Galeria Estense de Módena).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO painel está composto por duas partes, a exterior e a interior. No painel central, vemos a representaçao da Alegoria da Coroaçao do Cavalheiro Cristao, cuja composiçao está presidida por Jesus Cristo rodeado de anjos portadores dos símbolos da paixao, coroando a um soldado cristao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA escola veneziana  se distinguia pela ênfase aos elementos cromáticos e a luz, enquanto a escola romano-florentina  estava baseda no desenho  e seus aspectos anatômicos e de perspectiva. Naquela época, o estudo da arquitetura era considerado imprescindível na carreira de um pintor, e El Greco nao foi uma exceçao. Em 1570, o pintor viaja a Roma. Faziam já 6 anos que Michelângelo havia falecido, mas seus modelos seguiam exercendo uma poderosa influência, impedindo o desenvolvimento de outras concepçoes de arte. Na cidade eterna, El Greco se estabelece no palácio do Cardeal Farnésio, graças a uma carta de apresentaçao de seu amigo miniaturista Giulio Clovio, de quem realizaria um retrato. A obra principal do artista durante a etapa romana é  a “Expulsao dos Mercadeiros do Templo” (1570/1575 – Minneapolis Institute of Art), em que podemos apreciar a influência veneziana, bem como a utilizaçao de elementos arquitetônicos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo geral, sua permanência em Itália nao lhe propiciou encargos de importância, impedindo-o de demonstrar sua capacidade e desenvolver todo seu potencial artístico. O fato de ser estrangeiro numa terra de mestres consagrados e a concorrência dos pintores nativos foram algumas das causas para tanto. Uma famosa história deste período conta como o pintor solicitou ao papa cobrir algumas figuras nuas do Juízo Final de Miquelângelo, que o pontífice considerava indecente. Além do mais, poderia, se o papa quisesse, realizar outra obra que substituisse a do pintor italiano, mantendo ou superando o nível alcançado. Os artistas italianos ficaram indignados com tamanha prepotência. A falta de perspectiva de trabalho e a hostilidade desatada depois de comentários como o relatado acima, além da possibilidade de trabalhar na decoraçao do Monastério do Escorial e para a clientela eclesiástica espanhola, fizeram com que El Greco se mudasse a Espanha, onde permaneceria 40 anos. O mundo da arte nao seria mais o mesmo. As reformas na doutrina católica e nas práticas religiosas propostas pelo Concílio de Trento começaram a condicionar a arte, e El Greco chega ao ápice de sua carreira em terras hispânicas. Leva consigo os conhecimentos aprendidos em Itália e, apesar de tudo, a gratidao aos grandes mestres da pintura italiana, que sempre reconheceu como uma grande influência.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s