Neomudéjar em Madrid

O Neomudéjar é um estilo arquitetônico e artístico que se desenvolveu na Península Ibérica ao final do séc. XIX e começo do séc. XX, dentro do contexto da Arquitetura Historicista em voga naquela época, cuja finalidade era a recuperaçao das antigas correntes artísticas nacionais européias. Na Espanha, foi reivindicado como uma espécie de estilo nacional, por ter sido baseado num estilo exclusivamente hispânico, o Mudéjar. Na capital espanhola, sao abundantes as construçoes neomudéjares, sejam igrejas, colégios, etc. A Arquitetura Industrial também incorporou seus elementos, como vemos no Matadouro de Madrid, cujo post foi publicado em 27/9/2013.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA construçao que inaugurou o estilo foi a Antiga Praça de Touros de Madrid, finalizada em 1874, e derrubada para a construçao da atual e imponente Praça de Touros de Las Ventas (post publicado em 21/5/2012).

DSC07969DSC07970Esta histórica Praça de Touros serviu de modelo para as demais, inclusive para a atual, que vemos abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Neomudéjar é o único dos estilos históricos europeus que está associado e inspirado na utilizaçao de um material construtivo que o identifica, o tijolo. No entanto, nem todos os edifícios construídos com o tijolo sao neomudéjares, apenas aqueles que combinam este material e cuja construçao está inspirada na arquitetura mudéjar, caracterizada pelo emprego de elementos da tradiçao islâmica. Um exemplo é a antiga Escola Aguirre, atual Centro Cultural Casa Árabe (post publicado em 3/7/2013).

OLYMPUS DIGITAL CAMERATanto a antiga Praça de Touros, quanto a Casa Árabe, foram projetados por Emilio Rodríguez Ayso, o arquiteto configurador do estilo neomudéjar. Esta corrente artística se converteu numa senha de identidade para os novos bairros que apareceram em Madrid no final do séc. XIX, com numerosos edifícios públicos e residenciais feitos ” a maneira mudéjar”. Num primeiro momento, nao foi incorporado ao âmbito religioso, devido aos demais estilos históricos como o neogótico e o neoromânico, ambos considerados estritamente cristaos, sem conotaçoes muçulmanas. Apesar disso, atualmente sobrevivem várias igrejas, algumas das quais de maior importância na capital, que foram erguidas exclusiva ou predominantemente, no Estilo Neomudéjar. Em breve, conheceremos algumas delas. Outro monumento em que o neomudéjar é visível é o Seminário Conciliar de Madrid, cuja construçao impressiona pelo seu tamanho.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA origem do Seminário Conciliar se relaciona com a criaçao da própria Diocece de Madrid em 1885, quando o Papa León XIII tornou independente a Província de Madrid da toda poderosa Arquidiocese de Toledo. Em 1891, com o projeto do arquiteto diocesano Francisco de Cubas, iniciou-se a construçao de um edifício destinado a formaçao de sacerdotes. Inicialmente, o local escolhido foi a Calle de Eduardo Dato, mas logo depois que as obras começaram, decidiu-se que o novo seminário seria levantado em “Las Vistillas”, num terreno ocupado pelo antigo Palácio do Duque de Osuna, derrubado em 1900.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs obras iniciaram em 1902 segundo o projeto dos arquitetos Miguel de Olabarría e Ricardo García Guereta, que modificaram o anterior projeto de Francisco de Cubas. Juan Moya substituiu Miguel de Olabarría, quando este falece em 1904. O Seminário Conciliar foi inaugurado dois anos depois.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício, de uma forma geral, responde aos ditames da Arquitetura Eclética, com elementos do gótico, românico, da Arquitetura Herreriana (de Juan de Herrera, construtor do Monastério do Escorial) e também do mudéjar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém de seminário, o edifício é a sede da Faculdade de Literatura Crista e Clássica da Universidade Eclesiástica de San Dámaso. Quando lá estive, um amável funcionário me permitiu que visitasse o edifício, e pude tirar fotos de sua monumental escada e da capela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s