Úbeda e Baeza – Província de Jaén

Alguns meses atrás, tive a oportunidade de realizar uma viagem à Província de Jaén, uma das oito províncias que compoem a Comunidade de Andalucía ( as demais sao Sevilha, Málaga, Córdoba, Cádiz, Almería, Granada e Huelva). A paisagem da regiao está dominada por um mar de olivos. De fato, é a maior zona produtora de azeite de todo o mundo, responsável por cerca de 15% da produçao mundial.

DSC00077O Patrimônio Monumental da Província de Jaén é riquíssimo, sendo que 23 de suas cidades estao declaradas Conjunto Histórico-Artístico. Na Idade Média, foi a fronteira crista com o último reino árabe da península Ibérica, o Reino Nazarí de Granada. Este território de caráter militar provocou a construçao de uma grande rede defensiva, com a maior quantidade de castelos de toda a Europa Medieval. Dentre todas suas cidades, duas se destacam, Úbeda e Baeza, declaradas Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Ambas situam-se sobre cerros, com belíssimas vistas sobre o Vale do Rio Guadalquivir, como vemos em Baeza

OLYMPUS DIGITAL CAMERAE também em Úbeda

DSC00076Estas duas cidades irmas foram destacados centros comerciais e políticos já durante a dominaçao árabe. Entao, Úbeda se denominava Ubbadat- al Arab e Baeza, Bayyasa. O monarca Fernando III, “O Santo”, reconquistou Baeza em 1227 e Úbeda em 1234. Abaixo, vemos uma estátua que o homengeia, que podemos ver em Baeza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1265, foi concedido a ambas o Foro de Cuenca, possibilitando grandes privilégios àqueles que povoaram a regiao. Devido a sua posiçao estratégica, ambas tornaram-se pontes para a reconquista crista, com o envio de nobres e guerreiros. Em Baeza, se formou a Companhia dos Duzentos Balesteiros do Senhor de Santiago, cujo monumento situado junto à Porta de Úbeda, em Baeza, celebra sua fundaçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA partir da reconquista, uma poderosa classe de nobres, com grande peso na corte, se assenta nas cidades, base de sua futura riqueza e prosperidade. Em Baeza, as famílias mais importantes foram os Benavides e os Carvajal. Em Úbeda, as principais linhagens foram os Cobos, os Molina e os Cueva. Devido ao poder que foram acumulando, logo iniciaram-se as lutas pelo controle do poder. O conflito prosseguiu até o séc. XV, quando os Reis Católicos obrigaram as famílias inimigas a um acordo. Com o fim das disputas, uma etapa de esplendor e glória surgiu, refletida no espetacular centro histórico de Baeza, que vemos abaixo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAE de Úbeda

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInicialmente, este período dourado ocorre no plano econômico, com o desenvolvimento da agricultura, da pecuária e também da indústria textil, quando sao exportados tecidos para os Países Baixos. Alguns dos membros mais destacados da sociedade passam a ocupar altos cargos na política espanhola, como D. Francisco de los Cobos, secretário de estado do rei Carlos I. Este homem ilustrado que havia viajado pela Itália, conhecendo as novas tendências artísticas da época, trouxe ao país os princípios do Renascimento, transformando-se num grande mecenas das artes. A fundaçao da Universidade de Baeza em 1538 colaborou para a difusao das novas idéias culturais. Uma grande atividade construtiva, baseada na arquitetura renascentista, se propaga por ambas cidades. Neste sentido, a figura do arquiteto Andrés de Vandelvira tornou-se de especial relevância em toda a Província de Jaén. Abaixo, vemos sua estátua, situada em Úbeda.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA partir do séc. XVII, a crise agrária e as epidemias causaram um período de decadência, afetando as duas cidades e provocando um intenso movimento de imigraçao. Úbeda, que no séc. XVI possuía 20 mil habitantes, no final do séc. XVII teve sua populaçao diminuída pela metade. No final do séc. XVIII, os produtos mediterâneos contornam a situaçao, mas com a Guerra da Independência no início do século seguinte, a economia sofre uma nova recessao. As cidades se recuperarao somente no séc. XX. Em 1955, Úbeda é declarada Conjunto Histórico-Artístico e Baeza, dez anos depois. Em 2003, as cidades irmas, distante apenas 9 km uma da outra, sao declaradas Patrimônio da Humanidade pela Unesco, e realmente é complicado dizer qual das duas é mais bela, Baeza…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOu Úbeda

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs próximos posts estarao dedicados a estas magníficas cidades, e entao vocês poderao tomar esta difícil, e provavelmente desnecessária decisao…

1 comentário Adicione o seu

  1. Maria Rosalia Alves Conegero disse:

    s empre tive curiosidade de conhecer o lugar onde meus avós nasceram e encontrei nessa pagina fiquei contente de conhecer ao menos uma parte da historia da vida deles e da familia,pena que meu irmão e meus sobrinhos foram e não conseguiram mais informações da familia se temos parentes ´pois ficararam parentes perderam e nunca mais souberam mais nada o nome de meus avós e Martin Castelhano Cabrera e Rosaria Lorente Soler se puderem ajudar agradeço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s