Catedral de Baeza

Um local de visita obrigatória em Baeza é a Praça de Santa Maria, a mais importante da cidade por acolher alguns dos principais edifícios da nobreza, do governo, e também pela imponente presença da Catedral de Santa Maria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA praça está delimitada por algumas das construçoes mais emblemáticas de Baeza, como a Casa Consistorial, levantada no séc. XV e originalmente propriedade de Gil Bayle de Cabrera, um nobre cavalheiro da cidade. Depois de sua morte, foi cedida à prefeitura, que nela instalou sua sede. Adossada à catedral, em 1835 transformou-se no Arquivo Municipal, desempenhando esta funçao até 1970. Desde 1991, é a sede do Conservatório de Música de Baeza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm frente à fachada lateral da catedral situa-se o Antigo Seminário Conciliar de San Felipe Neri, fundado em 1660. Sua construçao predominatemente horizontal é visível na fachada, atribuída a Eufrásio López de Rojas, um dos arquitetos da belíssima Catedral de Jaén, que em breve veremos no blog.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa fachada desta instituiçao podemos ver os nomes dos estudantes pintados com sangue de gado ou com uma pintura de cor vermelha, datados de 1668 a 1720. O seminário fechou suas portas em 1969 e em 1990 tornou-se a sede da Universidade Internacional de Andalucía. Em frente ao edifício, vemos a Fonte de Santa Maria, uma das mais belas do país. Pena que seus trabalhos de restauraçao impedem que possamos apreciá-la em sua plenitude. Foi construída em 1564 para celebrar a chegada do abastecimento de água para a populaçao da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERABaeza tornou-se sede episcopal desde o séc. IV, e a Praça de Santa Maria sempre foi considerada um espaço sagrado, já que a catedral se assenta sobre um solar onde existiu um templo romano, depois uma basílica visigoda e finalmente uma mesquita, durante o período islâmico. Com a reconquista crista em 1227, o rei Fernando III transformou a mesquita em templo católico sob a advocaçao de Nossa Senhora.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA catedral sofreu várias transformaçoes ao longo de sua longa história. O templo gótico-mudéjar primitivo foi derrubado em 1529 para uma nova construçao gótica. Desta época inicial se conserva a Porta da Lua (Puerta de la Luna), construída no séc. XIII. Sobre ela, um belo rosetón gótico do séc. XV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo entanto, a nova construçao gótica também foi destruída em 1567, quando assume as obras o arquiteto Andrés de Vandelvira, que lhe proporciona o caráter renascentista que vemos hoje em dia. Após a sua morte em 1575, outros arquitetos seguiram seu projeto, como Cristóbal Pérez, Francisco del Castillo “El Mozo” e o jesuíta Juan Bautista Villalpando.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a fachada lateral que dá para a Praça de Santa Maria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, visitaremos o interior da Catedral de Baeza

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s