Palácio de Fernán Nuñez – Madrid

Próximo ao Museu Reina Sofia, na Calle de Santa Isabel, situa-se o Palácio de Fernán Nuñez, um dos mais conservados de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1790, Miguel José de la Cueva, XIII Duque de Albuquerque, ordenou sua construçao ao arquiteto Antonio López Aguado. No séc. XIX, seu neto, Felipe Osório de la Cueva, casado com a II Duquesa de Fernán Nuñez, decidiu embelezá-lo, convertendo-o num dos palácios mais belos de Madrid. Para tanto, encarregou a Martin López Aguado, filho do arquiteto anterior, um edifício de caráter clássico em seu exterior e uma decoraçao romântica em suas dependências interiores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO palácio possui três plantas, com um estilo sóbrio e equilibrado quando visto desde sua parte externa. No andar térreo, situava-se os saloes de recepçao e a entrada para as carruagens. No nível intermediário se encontrava o salao nobre com as diversas salas da residência do propietário e na parte superior, as estâncias dos criados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA III Duquesa de Fernán Nuñez foi considerada uma das damas mais representativas da aristocracia madrilenha do séc. XIX e suas festas, das mais elegantes da vida social da época. Ao entrar no palácio, o salao de recepçao conduz ao pátio principal, coberto por uma estrutura de vidro e com um elevador de acesso às dependências superiores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1940, a viúva do V Duque de Fernán Nuñez vendeu o imóvel à Cia Nacional de Ferrocarriles del Oeste de España. No ano seguinte, o governo espanhol nacionalizou as distintas linhas ferroviárias do país, criando a Renfe, Rede Nacional de Ferrocarriles de España. A empresa transforma, entao, o palácio na sede de seu conselho administrativo, quando foram realizadas reformas de adaptaçao à sua nova funçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1967, o palácio tornou-se a sede do primeiro Museu Ferroviário do país, transferido posteriormente para a antiga Estaçao Delícias. Abaixo, vemos um detalhe decorativo do pátio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o Palácio de Fernán Nuñez é a sede da Fundaçao de los Ferrocarriles Españoles, uma instituiçao criada em 1985 para promover a recuperaçao, custódia e difusao do patrimônio histórico, cultural, científico e tecnológico ferroviário. Periodicamente, realiza atividades culturais, como a exposiçao fotográfica que vemos na presente matéria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs visitas ao interior do palácio sao permitidas mediante reserva prévia. Recentemente, tive a oportunidade de conhecê-lo, junto a um grupo de amigos integrantes de um curso sobre a História de Madrid que estou fazendo numa das Corralas da cidade (transformada no Museu do Folclore e Artes Populares, que vimos no post dedicado às corralas). As fotos interiores nao estao permitidas, mas pudemos tirar uma foto do grupo numa das estâncias mais emblemáticas do palácio, seu magnífico Salao de Bailes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta foto foi tirada por mim, de todo o grupo. Abaixo, apareço no lado direito da imagem, com uma camisa verde e a mochila nas costas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo a matéria comentando que o Palácio de Fernán Nuñez foi o cenário para muitas produçoes cinematográficas, além de séries para a televisao, graças a beleza de sua decoraçao interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s