Claustro Românico do Monastério de Silos

Estamos diante de uma obra prima do Românico Espanhol. O Claustro do Monastério de Silos é considerado um dos conjuntos mais belos de toda a Arte Românica, tanto por sua esbelta arquitetura, quanto pelo notável conjunto escultórico que possui.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComposto por dois níveis de galerias, o Claustro de Silos é um quadrilátero irregular, pois seus distintos lados possuem comprimentos diferentes. No centro, um belo jardim com um cipreste, louvado por poetas e escritores ao longo de sua história. O jardim do claustro é uma representação do paraíso, e sua forma quadrada está associada à Jerusalém Celestial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção iniciou-se durante a época de Santo Domingo e o Abade Fortunio, no final do séc. XI e princípio do XII. Felizmente, escapou da destruição da igreja românica no séc. XVIII, principalmente por falta de orçamento…

OLYMPUS DIGITAL CAMERADentro da estrutura do conjunto monacal, o claustro ocupa um lugar destacado, como espaço de recolhimento, reflexão íntima, leitura e reuniões coletivas,  esta última realizada na Sala Capitular, uma das dependências que o compõem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo total, as galerias do Claustro do Monastério de Silos estão formadas por 60 arcos semicirculares, também denominados de meio ponto, típicos da arquitetura românica, sustentados por colunas duplas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs 64 capitéis existentes, duplos em sua maioria, foram talhados com uma técnica refinada, de uma beleza insuperável, constituindo um dos melhores conjuntos da escultura românica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA temática, rica e variada, abarca desde motivos florais e geométricos até cenas historiadas e animais fantásticos. Em relação a este último tema, podemos admirar a representação de um dos animais mais representados no Românico, que integram o chamado Bestiário Medieval, a sereia (sirena, em espanhol).

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém denominadas de Harpia, estes seres estão formados por uma cabeça de mulher e um corpo de ave. Como todos os demais fantásticos que aparecem no românico, possuem uma conotação simbólica, representando a música enganadora e corrupta, em contraposição a harmonia purificadora das musas. Portanto, possuem um caráter negativo, estando relacionado à imoralidade. Neste outro capitel abaixo, vemos uma variante da sereia, com uma serpente que sai de sua boca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADentre as cenas historiadas que vemos representadas nos capitéis, podemos ver uma dedicada à Santa Ceia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs autores desta obra incomparável são anônimos, mas  atualmente se conhecem como o Primeiro e o Segundo Mestres de Silos. No próximo post, veremos o conjunto de cenas que realizaram, e que deram fama ao claustro do monastério. Ao lado do sepulcro de Santo Domingo, que vimos no post anterior, vemos um relevo policromado onde o santo foi representado como o libertador de cristãos nas masmorras muçulmanas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1384, um incêndio assolou o monastério, afetando a cobertura original do claustro. Poucos anos depois, um grupo de muçulmanos residentes na Vila de Santo Domingo de Silos (os conhecidos mudéjares) levantaram uma nova cobertura feita de madeira, denominada Alfarje. Realizado com grande riqueza cromática e baseado nos vitrais góticos e nos livros iluminados, combinam a tradição islâmica e a católica. Suas 700 cenas refletem os costumes da sociedade de finais do séc. XIV, sendo considerado uma das melhores amostras de Artesanato Mudéjar de toda a comunidade castelhana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s