Claustro Românico do Monastério de Silos – Parte 2

No post de hoje, e no próximo, que encerará a matéria sobre o Monastério de Santo Domingo de Silos, veremos os excepcionais conjuntos escultóricos de seu Claustro Românico, que lhe deram a fama que atualmente ostenta. O chamado Primeiro Mestre de Silos é considerado atualmente como um dos grandes artistas da escultura românica, e dele são os relevos que veremos. No Estilo Românico, os escultores subordinavam sua representação em um marco delimitado. Estes relevos situam-se nas esquinas de cada lado do claustro, e as figuras estão curvadas, achatadas ou retorcidas. O conceito da mensagem se sobrepõe ao da beleza. Foram realizados no séc. XI, os mais antigos conservados no claustro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs primeiras cenas representam a Ascensão e a Pentecostes. Abaixo, vemos o primeiro, o relevo da Ascensão.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA cena está organizada em dois níveis. Na parte inferior, vemos os 12 apóstolos e a Virgem. Na parte superior, a cabeça de Cristo, que emerge das nuvens, com dois anjos nas laterais. O conjunto se caracteriza por uma composição ascendente, sendo a cabeça de Cristo seu centro. Os apóstolos estão descalços, como símbolo da pobreza,  e suas expressões faciais são idênticas. Suas cabeças estão coroadas por discos circulares denominados nimbos. A identificação de cada um é complicada, pois carecem de atributos. Se reconhece a Pedro, portador das chaves, o segundo da direita para a esquerda na parte de cima. Junto a ele, aparece a Virgem, que estende a palma da mão para fora. Ao lado dela, São João, que segura o manto da Virgem. Ao lado de João, São Paulo, que se representa com barba e idoso (apesar de não ter sido testemunho direto da Ascensão, São Paulo é representado como Fundador da Igreja Universal). A seguir, o relevo de Pentecostes

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo contrário do primeiro relevo, neste a ação transcorre de cima para baixo. Na parte superior, aparece a mão de Cristo, que representa o Espírito Santo, também cercado por anjos. Os apóstolos também estão representados em fileiras sobrepostas. As cabeças estão colocadas na mesma altura, e os apóstolos da fileira de cima aparecem somente com a parte superior do corpo. No centro, a Virgem Maria em oração. A posição privilegiada de Maria é um reflexo da devoção Mariana na época.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa sequência, vemos os relevos que representam a Paixão de Cristo, iniciando pela cena correspondente ao Descendimento da Cruz.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACristo aparece sereno, coberto por um pano desde a cintura até o joelho, algo típico dos Cristos Românicos. Os pés não se conservam , mas certamente estariam separados. José de Arimateia e Nicodemos realizam a santa tarefa de descer o corpo de Cristo. O primeiro segura pela cintura, enquanto o segundo tira os cravos da mão esquerda de Cristo. No extremo esquerdo, a Virgem aparece com sua mão direita velada, em sinal de reverência, e segura a mão direita de seu filho para levá-la aos lábios (tema da Lamentação de Maria). No extremo direito da imagem, São João segura um martelo para ajudar a Nicodemos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACristo é concebido como o Segundo Adão, transformando-se no símbolo redentor da humanidade. Na parte superior da cena, o sol e a lua simbolizam o homem e a mulher, conferindo a cena uma dimensão cósmica. Completam a cena 3 anjos. Em seguida, vemos o relevo do Sepultamento de Cristo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO espaço para esta cena foi criado a partir de triângulos simétricos. Na parte superior, a tampa sepulcral forma uma diagonal que equilibra a composição e marca a divisão temática. O cadáver de Cristo, de enorme tamanho por sua hierarquia, junto ao leito onde repousa, forma a horizontalidade da cena. Seu rosto transmite calma e serenidade. Na parte direita, Nicodemos acomoda sua cabeça junto à tampa do sepulcro. Na parte superior da cena, aparecem as figuras de Maria Madalena, Salomé e Maria Cleofás em atitude idêntica, dirigindo o olhar para o santo sepulcro. À esquerda, aparece um anjo, e embaixo dele, José de Arimateia ajoelhado acomodando o corpo de Jesus. Na parte inferior, 7 sentinelas guardam o sepulcro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo e último post, veremos as últimas cenas deste maravilhoso conjunto de Escultura Românica do Claustro de Santo Domingo de Silos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s