Burgos Medieval

O riquíssimo patrimônio histórico e artístico de Burgos muitas vezes é “eclipsado” pela beleza de sua catedral. Dessa forma, muitos monumentos de um extraordinário valor tornam-se desconhecidos para a maioria dos visitantes que chegam a cidade. Um exemplo é a Igreja de San Nicolás de Bari, situada em frente a Praça de Santa Maria, aberta aos pés da catedral desde o séc. XV, quando várias casas foram derrubadas para sua construção. No entanto, o aspecto atual da praça é do séc. XVII, quando foi colocada a Fonte da Virgem com o Menino Jesus rodeado por querubins, realizada pelo artista Clemente de Quintana. Ao fundo da foto abaixo, ergue-se a referida Igreja de San Nicolás.

20150727_105829Apesar de ser uma das igrejas mais antigas de Burgos, muitos desconhecem as impressionantes obras que possui. Sua existência está documentada desde 1163, mas o templo atual foi erguido a partir de 1408, quando foi patrocinada pela família López Palanco como local para seu sepultamento. Os membros desta nobre família sentiam especial devoção por San Nicolás, padroeiro dos navegantes, já que eram proprietário de um navio mercante. De sua sóbria arquitetura exterior destaca a portada composta por um arco gótico, arquivoltas decoradas e o tímpano, com uma representação de San Nicolás na cátedra, acompanhado por São Sebastião e o burgalês San Vitores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMas o que realmente impressiona a qualquer pessoa que visite seu interior é o Retábulo Maior da igreja, projetado por Simon de Colonia e executado por seu filho Francisco de Colonia. Esta família de artistas deixou um maravilhoso legado de seu trabalho na Catedral de Burgos, como vimos nos posts anteriores, assim como em outros lugares emblemáticos da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste retábulo feito de pedra em 1505 é considerado um dos mais espetaculares de todo o patrimônio espanhol. Nele vemos em sua parte central uma estátua de San Nicolás rodeado por 8 cenas que nos contam episódios de sua vida e alguns dos milagres a ele atribuído.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm cima da estátua do santo vemos a Coroação da Virgem, cercada por um coro angelical, os evangelistas e a figura de São Miguel em sua parte inferior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa parte lateral da igreja, existe outro retábulo maravilhoso, dedicado a São Miguel. Consta de 10 tábuas hispanos flamencas realizadas pelo chamado Mestre de San Nicolás na segunda metade do séc. XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a representação de São Miguel na parte central do retábulo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa pintura, o grande destaque do interior da Igreja de San Nicolás é o excepcional Juízo Final, obra realizada por Alonso de Sedano em 1515.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO tantas vezes mencionado Simon de Colonia foi também o responsável pela construção de um dos monumentos de caráter civil mais conhecidos de Burgos, a Casa del Cordón (Casa do Cordão, em português).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste impressionante edifício foi construído por Simon de Colonia nos anos 80 do séc. XV, por encargo do Condestable de Castilla D.Pedro Fernández de Velasco e sua esposa Doña Mencia de Mendoza, cuja famosa capela e sepulcro vimos na matéria anterior sobre a Catedral de Burgos. A Casa del Cordón foi ampliada nos séculos XVI e XVII e seu nome se originou pelo cordão franciscano que decora sua fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1853 se construíram as torres e os imponentes balcões foram feitos por Vicente Lampérez no começo do séc. XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior do palácio se articula por um grande pátio construído nos finais do séc. XV. Atualmente, o edifício é a sede de uma instituição financeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Casa del Cordón foi residência real e cenário de acontecimentos transcendentes tanto para a Espanha, quanto para o mundo, pois nela os Reis Católicos receberam a Cristovão Colombo quando regressou depois de sua segunda viagem a América. Anos depois, os monarcas receberam a Gonzalo Fernández de Córdoba, conhecido como “El Gran Capitán”, graças as vitórias militares que obteve em solo italiano, que proporcionaram uma ampliação dos territórios da Coroa Espanhola. Na casa faleceu também o rei Felipe Hermoso em 1506, esposo da conhecida Juana, filha dos Reis Católicos e herdeira do Reino de Castilla, mas que foi impossibilitada de assumir o trono depois da morte de sua mãe a rainha Isabel la Católica, pela instabilidade de sua personalidade, cujo apelido tornou-se conhecido para a posteridade como Juana “La Loca”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s