Patrimônio Histórico-Cultural do Rastro

Passear pelo Rastro de Madrid não significa apenas buscar lojas de antiguidade, ir ao famoso mercado ou aproveitar o acolhedor ambiente de suas singulares ruas e da hospitalidade de sua gente. Apesar de não ser um local turístico em relação ao seu patrimônio histórico, existem muitos lugares de interesse, que podem complementar uma visita a esta zona de Madrid. Na chamada Calle del Casino, por exemplo, situa-se um dos edifícios históricos mais importantes, o Casino de la Reina (Cassino da Rainha).

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa realidade, dito cassino é um palacete que pertenceu a um aristocrata chamado Manuel Romero, que ordenou sua construção no começo do séc. XIX. Sua lealdade  ao monarca francês José Bonaparte lhe custou o exílio depois de finalizada a Guerra da Independência e a expropriação do imóvel. Em 1817, a prefeitura de Madrid ofereceu o palácio como um presente a segunda esposa do rei Fernando VII, Isabel de Bragança.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA rainha, no entanto, não passava muito tempo no local, ao contrário de seu esposo, que aproveitava as dependências do mesmo para “encontros clandestinos ” com outras mulheres…Foi a terceira esposa do monarca, Amália de Saxônia quem o utilizou frequentemente, frustrando os planos amorosos do rei. Com o tempo, o palácio acabou recebendo outras funções, como Museu Arqueológico, Gabinete de Numismática, etc. Atualmente, sedia um centro social.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro edifício cuja função mudou radicalmente foi a Casa Encendida. Inicialmente, era a sede de uma instituição bancária, algo curioso para um edifício cuja estética se parece mais com a tipologia industrial de estilo neomudéjar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício foi construído em 1909 pelo arquiteto Fernando Arbós y Tramanti, e atualmente é uma das instituições culturais mais ativas da cidade, com uma ampla oferta cultural.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs estâncias do interior estão distribuídas por um belo pátio, e vale a pena visitar o local, pois sua programação inclui exposições, conferências, e sempre há algo de interessante por descobrir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa Calle Ribera de Curtidores, que vimos nos posts anteriores, uma bela construção chama a atenção, a antiga Tenencia de Alcadía. Criado para albergar algumas dependências municipais da prefeitura da cidade, o edifício parece bem mais antigo do que na realidade é.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAIsso se deve à influência da arquitetura histórica utilizada em sua construção, um intento de dignificar uma zona anteriormente degradada. Foi construído em 1932 pelo arquiteto Francisco Javier Ferrero. Depois de sua função inicial tornou-se a sede do Banco de Alimentos, uma entidade assistencial encarregada de recolher alimentos para os mais necessitados, e também do desaparecido Ballet Clássico de Madrid. Apesar disso, sua vocação artística permanece, pois em seu interior funciona uma escola de dança.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADescendo a rua, vemos uma das construções residenciais mais típicas de Madrid, especialmente dos bairros de Lavapiés e do Rastro, as conhecidas Corralas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs Corralas constituem um conjunto residencial interligadas por corredores em torno a um pátio comum. Para maiores informações, recomendo a matéria publicada em 1/6/2015, quando comentei um pouco da história destas emblemáticas construções de Madrid e o modo de vida de seus habitantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANuma das Corralas mais conhecidas do Rastro, situa-se o Museu de Artes Populares, que veremos no próximo post…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s