Jerez de la Frontera – Província de Cádiz

Há alguns meses atrás estive por primeira vez na Província de Cádiz, uma das oito que compõem a Comunidade de Andaluzia. Além da capital, conheci algumas belas cidades e pueblos que gostaria de compartilhar com vocês. Minha primeira visita foi a cidade de Jerez de la Frontera. Com cerca de 212 mil habitantes é a maior cidade da província e a quinta de toda a comunidade andaluza. Devido ao seu tamanho e população, possui um dinamismo econômico que supera o da capital, Cádiz.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASuas origens se remontam à cidade de Asta Regia, fundada pelos Tartesos. O nome Jerez se relaciona com Xera, termo com que os fenícios denominaram o assentamento. Os romanos a chamaram Seret e os visigodos, Xeritium. A época árabe foi uma das mais importantes, quando recebeu a denominação de Sherish. A cidade foi reconquistada em 1264 por Alfonso X, e a partir de então seu nome passa a ser Jerez. O sobrenome “de la Frontera” se explica porque no séc. XIV localizava-se justo na fronteira entre o Reino de Castilla e o de Granada, como aconteceu com outros povoados da região.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADevido sua importância, o centro histórico foi foi declarado Conjunto Histórico-Artístico. Possui monumentos de grande relevância, como o Alcázar muçulmano do séc. XII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando foi edificado, adquiriu tanto uma função de fortaleza, como palácio dos governadores árabes da cidade. A colina sobre a qual se assenta esteve habitada desde o terceiro milênio aC, fato que comprova a antiguidade desta região. De sua origem árabe, conserva as portas, mesquita, banhos árabes, sua torre octogonal e o pavilhão do pátio interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA mesquita do Alcázar é a única que se conserva das 18 que a cidade chegou a ter durante o domínio islâmico. A partir de 1664, foi erguido dentro do recinto o Palácio de Villavicencio, no estilo barroco. Lorenzo Fernández Villavicencio foi um dos primeiros prefeitos da cidade, e seu palácio acabou servindo de residência para outros representantes públicos de Jerez.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInfelizmente não pude conhecer o interior do Alcázar, pois no dia em que lá estive se encontrava fechado. No interior da torre do palácio, está situada uma câmara escura, composta por um jogo de lentes e espelhos que permite ver em tempo real a cidade de cima, com todos seus monumentos, praças, ruas, etc. Minha curiosidade foi satisfeita quando conheci a câmara escura de Cádiz, que em breve veremos no blog.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente o Alcázar de Jerez de la Frontera funciona como um centro cultural com obras teatrais, concertos, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA muralha, também do séc. XII, se desenvolve a partir do conjunto militar do Alcázar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMuitos dos símbolos mais emblemáticos da Espanha nasceram aqui, em Jerez de la Frontera. O Vinho Jerez é uma das grandes atrações da cidade, que tornou-se uma grande exportadora deste tipo de bebida, com algumas das marcas mais famosas do país, como o Tio Pepe, por exemplo, que também veremos num post especial. Os cavalos possuem fama mundial, e aqui se celebra uma feira equestre onde se pode admirar os cavalos mais belos da Andaluzia. Jerez é sede também da Real Escola Andaluza de Arte Equestre, uma das mais renomadas do país. Além do mais, a cidade é considerada como o berço do Flamenco, estilo musical que se expandiu por todo o país. Abaixo, vemos a Taberna Mister Pinkleton de Madrid, cujos tablados de flamenco recomendo pelo profissionalismo e técnica de seus músicos e bailarinos (as).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro símbolo da cidade é o motociclismo, pois o Grande Prêmio da Espanha é disputado em Jerez, um dos mais vistos em todo o mundo. A cidade, junto com Haro (Comunidade da Rioja), foi a primeira do país em ter luz elétrica. O fato de ambas serem grandes produtoras de vinho não é mera casualidade….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s