Refúgio da Guerra Civil – Cartagena

O século XX  representou um dos períodos mais dramáticos da história de Cartagena, e também de toda a Espanha. Entre 1936 e 1939, se desenrolou a Guerra Civil que assolou o país, cuja consequência foi um longa etapa de ditadura sob a direção do General Franco, a partir do término da guerra, no qual o bando nacionalista saiu vencedor, até sua morte em 1975. O início desta guerra que vitimou uma quantidade enorme de espanhóis, iniciou-se com a tentativa de um golpe militar por uma facção do exército no dia 18 de julho de 1936.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA cidade de Cartagena foi uma das que mais sofreram com os bombardeios da aviação ítalo-alema, pois os regimes totalitários destes dois países colaboraram com a causa franquista, cedendo armamentos, munições e aeronaves. Por sua vez, os republicanos receberam a ajuda militar da então U.R.S.S. A Guerra Civil Espanhola representou o primeiro conflito em que a população civil foi atacado pela aviação militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs motivos pelos quais Cartagena foi tão castigada se deve a sua condição de sede da frota republicana e centro da indústria bélica naval, que abastecia cidades pró republicanas, como Madrid, por exemplo. A cidade foi alvo de uma grande quantidade de ataques desde o começo do conflito, cujo número estimado situa-se  entre 40 e 117. Depois da Catalunha, Cartagena tornou-se o principal fornecedor de armas da zona republicana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPor estes motivos, foram construídos uma grande quantidade de refúgios para a proteção civil. Além do mais, estes locais difundiam informações e conselhos, fundamentais durante os ataques. Um destes refúgios pode ser visitado, pois foi convertido num museu sobre a Guerra Civil. Situa-se numa das colinas existentes ao redor do centro histórico da cidade, e foi escavado numa das mais conhecidas, o Cerro de la Concepción, que vemos abaixo no lado esquerdo da foto.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom capacidade para acolher cerca de 5.500 pessoas, era considerado o maior da cidade, sendo construído em 1937. Os principais organismos criados para a defesa da cidade foram a Junta de Defesa Passiva, que aconselhava a população e a Junta de Defesa Ativa, responsável pela artilharia antiaérea e os sistemas de iluminação, alerta, alarme, comunicações e observações.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA guerra supôs profundas transformações na vida dos espanhóis, como o racionamento e a dispersão de seus membros, pois os homens acudiam às frentes de batalhas, enquanto as mulheres trabalhavam na retaguarda, costurando uniformes militares, enchendo os cartuchos de pólvora, e outras atividades. As crianças, quando era possível, iam à escola. Um dos únicos entretenimentos para aliviar a dor dos seus habitantes eram o rádio, o cinema e os cafés.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACartagena foi a última cidade em render-se às tropas do exército nacionalista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATodas estas imagens foram tiradas no interior do refúgio. Em uma de suas salas, desenhos realizados por crianças da época me comoveram…

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom esta bela e sugestiva foto, encerro as matérias sobre a cidade de Cartagena, uma cidade milenária que vale muito a pena conhecer…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s