Estação Ferroviária de Valencia

As pessoas que chegam à Valencia de trem desembarcam numa das estações ferroviárias mais belas do país, além de ser considerada uma das construções modernistas de maior relevância da cidade. A chamada Estação do Norte (Estació del Nord, no idioma valenciano) está situada em pleno centro, ao lado da Praça de Touros de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO projeto construtivo iniciou-se em 1906, sendo que a estação foi finalizada em 1917, graças ao inspirado trabalho do arquiteto valenciano Demetrio Ribes Marco. A belíssima fachada da estação está composta por elementos derivados da Arquitetura Gótica. Sua destacada horizontalidade foi compensada pela disposição de três corpos ressaltados, dois deles formando torres nos extremos e um corpo central que permite o acesso à estação.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbundantes detalhes decorativos caracterizam a construção, com peças de cerâmicas que reproduzem vários tipos de adornos florais e os escudos da Companhia Ferroviária do Norte e também da cidade de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos um dos espaços utilizados como oficinas da empresa ferroviária.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior impressiona por sua maravilhosa decoração modernista, ornamentada por cores vivas. Os motivos florais e a cerâmica proporcionam um verdadeiro espetáculo visual, tanto nas paredes quanto no teto.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs vitrais também foram utilizados como motivos decorativos e fonte de luz interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa sala principal vemos a saudação de “Boa Viagem” escrita em vários idiomas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta outra sala foi decorada com mosaicos, azulejos e a técnica conhecida como Trencadís, explorada de forma magistral pelo famoso arquiteto Antoni Gaudí em Barcelona.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASobre as plataformas, uma grande cobertura realizada em estrutura metálica de forma articulada, constituiu um grande avanço tecnológica na construção das estações ferroviárias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Mercado de Colón – Valencia

Um dos monumentos modernistas mais impressionantes de Valencia, o Mercado de Colón constitui uma das grandes atrações da cidade. Sua beleza decorativa e a elegância de seu espaço interno transformam o local numa visita obrigatória.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção teve como finalidade cobrir as necessidades do Ensanche de Valencia (processo de expansão da cidade ocorrido na segunda metade do século XIX para além das muralhas medievais, que foram então derrubadas), dominado pela classe burguesa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Mercado de Colón foi projetado em 1914 pelo arquiteto Francisco Mora Berenguer, e recebeu o título de Monumento Nacional por sua inegável importância histórica e arquitetônica, além do requinte decorativo que o caracteriza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA construção combina principalmente a estrutura metálica com o tijolo, o ferro e a cerâmica como elementos ornamentais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO mercado possui duas fachadas coloridas que recordam as soluções estruturais e decorativas do Modernismo de Gaudí.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs grandes arcos existentes em ambas fachadas proporcionam uma agradável sensação de transparência em seu interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a estrutura metálica empregada na construção.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA parte central e superior dos arcos foram revestidas com um grande painel de vidro, que também foram devidamente decorados…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPassei um bom tempo no Mercado de Colón, atualmente convertido num centro gastronômico ideal para saborear os pratos típicos de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Modernismo em Valencia

Para um amante do estilo modernista como eu, Valencia é um verdadeiro paraíso, graças a grande quantidade de construções que embelezam a cidade criadas dentro desta corrente artística. Podemos contemplar a estética modernista em belos edifícios, sua maravilhosa estação ferroviária e nos dois mercados mais famosos da cidade. Um exemplo de edifício modernista, a Casa de Punt de Gantxo foi construída em 1906 e projetada pelo arquiteto Manuel Peris Ferrando.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa planta inferior do edifício situa-se a Ermita de San Valero e San Vicente, que se incorporou de forma peculiar na estrutura do edifício. Como elemento decorativo, destacam os esgrafiados com motivos florais. O Modernismo em Valencia adota muitos elementos típicos do estilo, mas não apresenta nenhuma mudança estrutural em sua planta.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma exceção é o Edifício Ferrer, finalizado em 1908  e cujo projeto se deve ao arquiteto Vicente Ferrer Pérez. Suas inovações não se restringem apenas ao exterior, realmente muito chamativo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO arquiteto trouxe a Valencia as idéias modernistas procedentes de Glasgow, na Escócia, e do Modernismo de Viena, dois grandes centros com notáveis construções modernistas, dos quais se inspira para criar este edifício. Destaca na fachada suas linhas geométricas e curvas, além da bela decoração de cerâmica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANum passeio pela cidade, recomendo também visitar os mercados da cidade, ambos admiráveis por sua construção e beleza. O Mercado Central é um deles.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção iniciou-se em 1914 no estilo modernista, que se observa em sua cuidadosa e variada decoração. Foi projetado pelos arquitetos Francesc Guàrdia i Vial e Alexander Soler i March, que se formaram na Escola de Arquitetura de Barcelona.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Mercado Central é considerado um dos maiores da Europa, com cerca de 8 mil metros quadrados de superfície.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAComo elementos decorativos, destacam as cerâmicas, vitrais e os mosaicos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Estádio do Valencia C.F.

Em minha visita a Valencia, pude conhecer a parte externa do Estádio do principal time de futebol da cidade, o Valencia Club de Fútbol. Conhecido como Mestalla, nome que se deve ao bairro onde se localiza, o estádio foi inaugurado em 1923 e atualmente é considerado o estádio mais antigo de todas as equipes que disputam a primeira divisão do Campeonato Espanhol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAGraças às várias reformas realizadas ao longo de sua história, das quais a mais importante se realizou nos anos 50 do século passado, o estádio possui uma capacidade para receber a 55 mil torcedores. Nele foram disputados jogos finais da Copa do Mundo de 1982, celebrada na Espanha, além de ter sido a sede da final de 10 edições da Copa del Rey.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo fato curioso, durante a Guerra Civil Espanhola ocorrida entre 1936 e 1939, o estádio foi utilizado como campo de concentração e depósito de ferro velho, momento em que sofreu vários danos em sua estrutura, tendo que ser reconstruído.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeu clube proprietário, o Valencia C.F, foi fundado em 1919. Na classificação histórica da Liga de Futebol Profissional (LFP) da Espanha, o time ocupa a quarta posição, disputando 82 dos 86 campeonatos disputados na primeira divisão. Em relação aos títulos nacionais e internacionais conquistados, ocupa o quinto posto com 22 troféus, incluindo 6 títulos de Campeão da Liga Espanhola, 7 Copas del Rey, 1 Supercopa da Espanha, 2 Supercopas da Europa, I Copa UEFA e 1 Recopa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre os clubes mais valiosos de todo o mundo, foi avaliado em 186 milhões de euros, ocupando o vigésimo terceiro lugar neste quesito. Seu maior acionista atualmente é um empresário de Cingapura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO time possui a quarta maior torcida do país, depois do Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid. Na fachada do estádio, podemos ver cartazes com os jogadores mais importantes de sua história, como os espanhóis David Villa, David Silva, Juan Mata, o goleiro Santiago Cañizares, e o argentino Kempes, somente para citar alguns.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADos jogadores brasileiros que defenderam suas cores, destacamos a Waldo Machado nos anos 60, Romário (apesar dos poucos jogos disputados no clube), Mazinho, Marcelinho Carioca e o atacante Viola.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm novo estádio está sendo construído, já conhecido como “Nou Mestalla“, o novo Mestalla. O histórico estádio têm seus dias contados….

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Edifício da Prefeitura de Valencia: Parte 2

O Edifício da Prefeitura de Valencia é  a sede do Museu Histórico Municipal, um interessante espaço cultural que expõe diversos objetos de relevância histórica relacionados com a cidade. O museu foi criado em 1927, ainda que sua configuração atual data de 1935, quando foram realizadas reformas pelo arquiteto Javier Goerlich no local onde originalmente se situava a Capela da Real Casa de la Enseñanza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém de conhecer as várias salas que compõem o Edifício da Prefeitura, o visitante poderá contemplar alguns objetos que se converteram em verdadeiras relíquias, como o Pendón capturado dos árabes durante a reconquista da cidade pelo monarca Jaime I.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Quadros de temática religiosa também englobam a coleção do museu…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos um quadro que representa o Arcanjo Miguel como pesador das almas, disputando com o demônio o destino de cada indivíduo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA denominada Sala Floral recebe este nome porque nela se exibe os Foros de Valencia, conjunto de leis outorgadas por Jaime I em 1261, que regeram a história do Reino de Valencia. O espaço foi decorado com pinturas murais realizadas por José Vergara.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA sala foi decorada com um teto de inspiração mudéjar e adornado com motivos heráldicos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro aspecto interessante constituem os mapas históricos da cidade, como o de abaixo, de 1704.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, vemos o Escudo de Valencia, formado por um dos símbolos mais queridos pelos valencianos, o morcego, colocado em sua parte superior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO emprego de animais é muito comum nos brasões de todo o mundo, sendo os mais frequentes os animais ferozes como o urso, leão, águia, etc, e também os de caráter mitológico, como os dragões. O morcego é uma figura heráldica presente em vários escudos relacionados com a Coroa de Aragón, e sua incorporação ao escudo da cidade está relacionado com uma tradição que remonta à reconquista de Jaime I. Uma lenda diz que os exércitos muçulmanos prepararam um ataque surpresa contra as tropas do monarca Jaime I. Uma noite, quando os soldados dormiam num acampamento, foram despertados por um barulho estranho, posteriormente associado a um morcego. O exército do rei conseguiu repelir o ataque inesperado e poucos dias depois, Jaime I entrou vitorioso na cidade. Outra explicação diz que um morcego pousou no casco do rei, sendo interpretado para que estivesse sempre vigilante. No centro do escudo vemos também duas letras L, relacionadas ao título de “Duas vezes leal”, concedido à cidade durante a guerra castelhano-aragonesa, travada entre os reis Pedro IV de Aragón e Pedro I de Castilla, na chamada “Guerra dos dois Pedros”. Finalizamos a matéria com imagens de alguns detalhes decorativos presentes no Edifício da Prefeitura de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

A Prefeitura de Valencia

O Edifício da Prefeitura de Valencia domina com sua grandiosidade a Plaza del Ayuntamiento (Praça da Prefeitura). Esta bela construção, declarada Monumento Histórico-Artístico em 1962, pode ser visitada, pois em seu interior  se encontra o Museu Histórico Municipal. A visita inclui outras dependências da prefeitura, e vale a pena entrar no edifício para descobri-las.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício foi levantado sobre a antiga Real Casa de la Enseñanza (ensino, em português), uma instituição criada no século XVIII para a educação de crianças sem recursos. Várias reformas e ampliações foram efetuadas, como a que se realizou a partir de 1906, modificando em especial sua fachada, cuja obra foi encarregada aos arquitetos Francisco Mora Berenguer e Carlos Carbonell Pañella. Esta reforma fez com que o edifício adquirisse um aspecto de palácio, composto por elementos da arquitetura clássica. No corpo central, que vemos acima, situou-se a torre do relógio, franqueado por duas torres quadradas, em perfeita simetria. Quatro colunas sustentam o balcao de pedra, realizado entre 1965 e 1967. Mariano Benlliure, grande escultor valenciano, esculpiu dois relevos de mármore, representando a administração e a justiça.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJusto embaixo do relógio, vemos duas figuras femininas (imagem acima), também realizadas por Mariano Benlliure, uma referência às Artes e às Letras. No centro, foi colocado o Escudo da Cidade de Valencia. Nos extremos de cada lado, vemos torres circulares.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando entramos no edifício, o primeiro que vemos é a imponente escada neoclássica que permite o acesso aos andares superiores. De 1924, foi reconstruída depois da Guerra Civil.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo teto, foi colocada uma clarabóia que permite a iluminação natural do espaço, composta por um estrutura acristalada plana, em cuja parte central vemos também o escudo da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMaravilhoso por sua bela decoração , o Salão de Festas, também denominado de Cristal, foi construído em 1929 e inaugurado pelo Rei Alfonso XIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta magnífica dependência é iluminada, tanto pelos vitrais coloridos, quanto pelos lustres feitos com cristal da Bohemia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO teto da sala foi decorado com pinturas a óleo, realizadas pelo pintor Salvador Tuset (1883/1951), que representam alegorias do céu, da terra e do mar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANas paredes laterais, vemos relevos de mármore de nus masculinos e femininos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo fundo da sala, outra vez aparece o Escudo de Valencia, amparado por dois meninos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro espaço que está incluído na visita gratuita pelo Edifício da Prefeitura, o Hemiciclo se destaca por seu formato semicircular, presidido por um quadro do atual Rei da Espanha, Felipe VI, filho de Juan Carlos I e da Rainha Sofia. O Hemiciclo é também conhecido como Salão de Plenos, onde se realizam sessões de caráter político.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO mais importante de tudo é que a Prefeitura de Valencia está aberta à visitação pública, possibilitando uma aproximação entre os cidadãos e as instituições públicas que representam.

 

Belos Edifícios de Valencia: Parte 3

A Plaza del Ayuntamiento de Valencia (Praça da Prefeitura) situa-se no centro da cidade, estando dominada por dois belos edifícios, de proporções monumentais. Um é o próprio Edifício da Prefeitura, que veremos no próximo post. O outro é a sede dos Correios e Telégrafos de Valencia, construído entre 1915 e 1922 pelo arquiteto Miguel Ángel Navarro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício constitui um símbolo do progresso alcançado pelo desenvolvimento das comunicações postal e telegráfica, ocorrido nas primeiras décadas do século XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Apesar de possuir uma planta irregular, o edifício apresenta uma composição de total simetria com a marcada centralidade das portas de acesso. No alto de sua parte central, grupos escultóricos formam alegorias relacionadas à comunicação.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa fachada, outro destaque é sua esbelta torre metálica, também adornada com esculturas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando decidi dar uma olhada em seu interior, constatei a beleza e amplitude da construção.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA grande sala oval está formada por 3 níveis, sendo que o inferior é utilizado para o atendimento. O nível superior está composto por uma série de colunas que abarca todo o diâmetro da sala.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAIgual de surpreendente é a enorme cobertura da sala, que permite a entrada de luz natural, formada por uma grande vidreira projetada pela prestigiosa Casa Maumejean. Os 370 painéis da estrutura representam as Províncias da Espanha. No centro, vemos o Escudo da Cidade de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos um detalhe decorativo do salão de acesso ao interior do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutros belos edifícios da praça não passam despercebidos pela minha curiosidade arquitetônica, como o Edifício Noguera I. Foi construído em 1909 pelo arquiteto Francisco Mora Berenguer, durante sua a fase neogótica, que fez uma homenagem ao “Momento mais glorioso da história de Valencia”, segundo suas próprias palavras. A construção lembra algumas obras de Barcelona, realizadas pelos arquitetos modernistas Puig i Cadafalch e Lluís Domènech i Montaner.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra construção de grande interesse presente na praça, o Edifício Rialto foi construído entre 1935 e 1939. Foi projetado pelo arquiteto Cayetano Borso de Carminati no Estilo Art Decô, como espaço para acolher um cinema com capacidade para 1400 espectadores, além de restaurantes, salas de café e chá, etc. Atualmente, é a sede do Teatro da Generalitat Valenciana (governo da cidade) e do Instituto Valenciano de Cinema.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm minhas andanças pela cidade, fotografei alguns edifícios que me intrigaram por seus detalhes decorativos, como estes de abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA