Antigo Convento Carmelita – Valencia

A Ordem Carmelita chegou a Valencia em 1280, logo depois da morte do rei Jaime I. Os frades se estabeleceram num convento, hoje centro cultural, que engloba vários estilos arquitetônicos. O antigo convento se articula ao redor de dois claustros, sendo o mais antigo construído no estilo gótico, entre os séculos XIV e XV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANuma das capelas do claustro gótico podemos ver o sarcófago do escritor, jornalista e político espanhol, nascido em Valencia, Vicente Blasco Ibáñez (1867/1928). A obra foi encarregada pela Prefeitura da cidade ao grande escultor, também valenciano, Mariano Benlliure Gil (1862/1947), que finalizou o sepulcro em 1935.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO outro claustro conventual foi edificado no estilo renascentista, entre os séculos XVI e XVII, cujo responsável da construção foi o frade carmelita Gaspar de Sent Martí.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma das galerias que compõem o claustro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento possuía todas as dependências necessárias para seu funcionamento, como refeitório, dormitórios, e a igreja que vemos a seguir, situada na Plaza del Carmen.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Paróquia de Santíssima Cruz, seu nome oficial, foi construída a partir de 1343. Da construção original nada resta, pois o templo foi reformado no século XVII, no estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa primeira metade do século XIX, o Convento Carmelita foi desamortizado e abandonado pela comunidade religiosa, mas a igreja continuou realizando cultos após o fechamento do convento. A partir deste momento, o antigo espaço conventual passou a sediar várias instituições culturais, transformando-se na primeira sede do Museu de Belas Artes de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o edifício sede do museu situa-se em outro local, mas o antigo convento carmelita realiza uma ampla atividade cultural com exposições temporárias, dependentes do Museu de Belas Artes. Pude presenciar uma exposição interessante de obras contemporâneas no local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua função como centro cultural fez com que o edifício fosse adaptado e ampliado, e novas dependências surgiram, como a Sala Ferreres, cujo nome é uma homenagem ao arquiteto que a projetou, Luis Ferreres Soler.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1983, o Antigo Convento Carmelita de Valencia recebeu o título de Monumento Histórico-Artístico, e vale a pena conhecê-lo, tanto por sua secular história, quanto pelas atividades culturais que organiza.