Museu de Belas Artes – Valencia

Valencia conta com um dos museus de arte mais importantes da Espanha, o Museu de Belas Artes, que segundo alguns estudiosos somente perde em quantidade e qualidade das obras expostas para o Museu do Prado de Madrid. Sua origem se remonta à Real Academia de Bellas Artes de San Carlos, cujos estatutos foram aprovados pelo rei Carlos III em 1769. O impulso definitivo para a criação do museu se deu através das medidas desamortizadoras realizadas no século XIX, sendo fundado em 1837. Desta forma, originalmente a coleçao artística esteve formada pelas obras pertencentes a conventos, igrejas e monastérios que foram suprimidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInicialmente, o Museu de Belas Artes esteve situado no Convento Carmelita, abrindo suas portas ao público em 1839. Em 1936, com o início da Guerra Civil, o museu foi desmontado e seu espaço foi usado como armazém do tesouro artístico proveniente do Museu do Prado. Ao finalizar a guerra, o convento se encontrava num estado ruinoso, e sua coleção foi levada ao antigo Colégio Seminário de San Pio V, sua atual sede.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste magnífico edifício foi construído no final do século XVII para acolher um colégio de seminaristas. Depois passou a ser utilizado com outras funções, como Academia Militar, Casa de Beneficência e Hospital Militar. Desde 1946 acolhe o Museu de Belas Artes. No plano arquitetônico, destaca sua bôveda situada logo na entrada do museu.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua riquíssima coleção engloba obras dos mais variados periodos históricos, estando representada por Velázquez, Goya, Murillo, pintores flamencos, etc. Valencia foi uma das primeiras cidades da Espanha em receber as influências da arte italiana, com notório reflexo em sua produção artística. Em relação à Pintura Gótica, o Museu de Belas Artes não possui nenhum rival em todo o país, com uma excepcional coleção de quadros que nos mostram a evolução deste estilo desde o século XIV até o XVI, em obras realizadas por pintores valencianos de grande qualidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs artes figurativas do gótico se preocuparam mais com a beleza formal que com o simbolismo característico do Românico, a corrente artística precedente. Os temas religiosos relacionados com a Virgem Maria e os Santos adquirem especial relevância. Sua primeira etapa se desenvolve entre 1175 e 1325, com alguns resquícios da arte românica. Também chamado de Gótico Lineal, a pintura se desenvolve como fruto das observações da realidade sensorial, na qual a expressão dos sentimentos é uma característica fundamental, bem como o caráter narrativo das cenas representadas. Na Espanha, a arte deste período recebeu as influências do gótico francês, com escassa representação em Valencia. A partir do século XIV, a influência italiana, principalmente das escolas de Florença e Siena, proporciona elementos inovadores, como o valor dedicado ao espaço arquitetônico e à luz. Entre 1400 e 1500, as formas italianas se difundem pela Europa, surgindo o denominado Gótico Internacional. Um exemplo é o Retábulo de San Martín com Santa Úrsula e Santo Antonio Abad, realizado por Gonçal Peris Sarrià (1380/1451). San Martín foi bispo da cidade de Tours (França), e aparece doando uma roupa a um mendigo, sua representação pictórica mais usual.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro santo bastante venerado no Reino de Aragón, San Miguel normalmente é representado vencendo o demônio, como vemos no retábulo abaixo, pintado por Jaume Mateu, cujo trabalho foi documentado em Valencia entre 1421 e 1452.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA mediados do século XV se produz uma profunda renovação da pintura espanhola com a introdução das técnicas e forma da Arte Flamenca. O emprego da pintura à óleo é difundido, conduzindo a uma maior riqueza cromática e grande variedade em suas tonalidades. Um exemplo é o Retábulo de San Jaime e San Boil, realizado pelo artista Jaume Baço Jacomart (1411/1461). O apóstolo aparece como uma figura idealizada, característica típica da arte flamenca do período, com um livro do evangelho e uma concha de peregrino.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe Jaume Jacomart vemos também o tema da Anunciação, com a Virgem Maria e o Arcanjo Gabriel. A monumentalidade e solenidade das figuras manifestam um conhecimento dos modelos procedentes dos Países Baixos. A Virgem aparece com os braços cruzados no peito, em sinal de aceitação ao receber o Espírito Santo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, veremos algumas das obras do Museu de Belas Artes que pertencem ao período Renascentista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s