San Pedro de Alcántara

Um dos personagens mais importantes da história de Arenas de San Pedro é justamente seu santo padroeiro, San Pedro de Alcántara (1499/1562), que aparece no nome da cidade. Este santo franciscano faleceu em Arenas, e próximo à cidade fundou um convento que acabou se tornando um centro de peregrinação, cuja história veremos no próximo post. Nasceu na cidade de Alcántara, pertencente à Comunidade de Extremadura, no ano de 1499, com o nome de Juan de Garavito y Vilela de Sanabria. Iniciou sua vida religiosa aos 16 anos de idade, quando decidiu ingressar num Convento Franciscano, momento em que muda seu nome para Pedro. Ordenado  sacerdote em 1524, ocupou vários cargos na instituição e realizou inúmeras viagens pela Península Ibérica com o objetivo de fundar novos conventos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMuitas destas viagens foram realizadas à pé, nas quais o santo deixava mostras de sua santidade. Caminhava dempre descalço, vestido com o hábito da ordem. Comia pouco e sempre olhava para o chão, de forma que os monges o conheciam somente por sua voz. Em 1537 realizou uma viagem à Portugal, que se tornou o início de uma relação com a família real portuguesa que se manteve até sua morte. Entre 1541 e 1543 fundou diversas instituições religiosas no país. Em 1559, publica em Lisboa o livro “Tratado de Oração e Meditação“.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPedro de Alcántara acreditava que a Ordem Franciscana deveria retornar ao primitivo espírito de pobreza, elemento primordial desde que a ordem foi fundada por São Francisco de Assis no início do século XIII. Para tanto, realiza uma reforma que acabaria sendo aprovada pelo Papa Julio II em 1554. A partir deste momento, se esforça em fundar conventos reformados também em Espanha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1560, o santo se encontrava em Ávila e teve a oportunidade de conhecer Santa Teresa. Entre ambos nasceu uma profunda e sincera amizade, e San Pedro passou a ser o conselheiro da santa , orientando-a para que iniciasse a Reforma Carmelita. Sua vida de penitência e mortificação impressionou a Santa Teresa, dedicando em sua Autobiografia três capítulos a Pedro de Alcántara. Abaixo, vemos um quadro em que ambos estão representados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAProvavelmente nesta viagem que realizou a Ávila, San Pedro de Alcántara conheceu em Arenas a Ermita de San Andrés del Monte, levantada no início do século XVI, e que se converteu no local escolhido para a fundação de um novo convento franciscano, atualmente conhecido com a denominação de Santuário de San Pedro Alcántara. Em 1562, fixa sua residência em Arenas, falecendo na cidade neste mesmo ano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa arte, o santo normalmente aparece representado calvo, imberbe e com a pele cheia de rugas, devido às muitas penitências a que se submeteu ao longo de sua vida. Vestido com o hábito franciscano, leva também um elemento distintivo da reforma, um rosário e o típico cordao com os três nós, simbolizando a obediência,  pobreza e a castidade. Também é frequente encontrá-lo em oração ou em êxtase, além de sua condição como escritor.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1622, San Pedro de Alcántara foi beatificado, passando a ser o santo padroeiro de Arenas, e em 1669 foi canonizado pelo Papa Clemente IX. No próximo post, faremos uma “visita” ao Santuário de San Pedro, local onde foram tiradas as fotos publicadas nesta matéria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s