Calle Mayor – Medina de Rioseco

Em muitas cidades e povoados da Espanha é comum encontrarmos uma rua denominada Calle Mayor, normalmente a mais importante da localidade. Em Medina de Rioseco ocorre o mesmo, e a Calle Mayor da cidade representa o coração do centro urbano e ponto de encontro de seus habitantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAReduto social de Medina de Rioseco, a Calle Mayor constitui por si só uma atração turística, já que conserva sua estrutura a base de colunas que sustentam os prédios de dois andares. Embaixo dos edifícios se desenvolve a vida comercial, com uma ampla variedade de lojas. As fotos foram tiradas entre as 14 e 17 hs, momento em que os proprietários das lojas fecham seus estabelecimentos para a popular “Siesta“…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA rua conserva um dos principais conjuntos de arquitetura popular da província, combinado edifícios antigos, construídos com vigas de madeiras, e outros de realização mais recente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA Os materiais construtivos das colunas são de pedra, em sua maioria, mas também podemos encontrar as feitas de madeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa primeira vez que atravessei a Calle Mayor de Medina de Rioseco, notei algo estranho em um dos edifícios. Quando me aproximei, percebi que se tratava de um crocodilo ameaçador, prestes a devorar os caminhantes…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa realidade, este réptil é uma referência a uma lenda (das muitas existentes) que explica o motivo pelo qual existe uma pele de crocodilo no interior da Igreja de Santa Maria (templo que veremos no próximo post). Conta a tradição que, durante a construção da igreja, um crocodilo que apareceu no Rio Sequillo, que banha a cidade, se aproveitava da escuridão noturna para destruir tudo aquilo que havia sido construído durante o dia. Depois de várias tentativas em capturá-lo, um preso que trabalhava na construção se ofereceu como voluntário. Os soldados da vila, certos de que não escaparia com vida, lhe ofereceram uma lança e o deixaram sozinho em sua audaz missão. O esperto preso escondeu-se entre umas pedras e situou-se detrás de um grande espelho, que colocou em frente ao crocodilo. O animal, ao ver sua imagem refletida, ficou paralizado de terror, momento em que o preso aproveitou para atacar com sua lança, matando o réptil no ato. Ao tomar conhecimento do fato, o Almirante de Castilla, senhor do povoado, concedeu a liberdade ao corajoso preso e sua façanha chegou a todos os lugares do reino. A construção da igreja finalizou-se e a pele do crocodilo foi oferecida à Virgem Maria, em sinal de agradecimento. Desde entao se encontra pendurada sobre a porta de entrada do templo. Lendas à parte, parece que foi trazida pelos denominados “indianos“, como são conhecidos os espanhóis que se aventuraram no continente americano e fizeram fortuna, retornando ao seu local de origem. Existem outras igrejas espalhadas pelo país que também ostentam peles de crocodilo, mas creio que em cada lugar existirá uma lenda diferente…

OLYMPUS DIGITAL CAMERATodos os dias em que estive na cidade realizava minhas refeições no mesmo lugar, o Restaurante Pasos, situado na Calle Mayor. Sua bela decoração interior, adornado com motivos medievais, é um convite a saborear a deliciosa gastronomia local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADiariamente provava o “Menú del Día“, opçao existente na maioria dos restaurantes espanhóis, que consta de dois pratos, pão, sobremesa e uma bebida (no caso de escolher vinho tinto, colocam uma garrafa para ser tomada à vontade). Tudo isso por apenas 12 euros. Abaixo, um dos menus que degustei, cozido montanhês de primeiro prato, pescado de segundo, e uma espécie de pudim de sobremesa…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADepois de terminar o almoço, me dirigia ao Bar Cubero, também localizado na Calle Mayor e um dos mais famosos da cidade, para saborear um doce tradicional chamado “Abisinios“, realmente delicioso. O melhor de tudo é que te ofereciam gratuitamente, ao pedir um cafézinho. Eu que sou um grande apreciador da bebida, tomava vários cafés durante o dia no bar, uma desculpa para comer o doce…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

1 comentário Adicione o seu

  1. Pedro Pacheco disse:

    Muito boa as dicas…….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s