Museu Nacional do Teatro – Almagro

A fundamental relação de Almagro com o teatro vai mais além de seu famoso Corral de Comédias, pois num dos extremos laterais de sua Plaza Mayor situa-se outro local de visita indispensável, o Museu Nacional do Teatro. Está sediado no Palácio Maestrales, construído a mediados do século XIII como residência dos membros mais importantes da Ordem de Calatrava.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XVI, o palácio passou a ser a residência do governador de Almagro e no século XVIII converteu-se num quartel de cavalaria. Em 1802, uma parte do palácio acolheu um novo convento da Ordem de Calatrava, mas com a Desamortizaçao de Mendizábal (1836), o edifício passou a ser propriedade de particulares. De seu aspecto original conserva a robusta torre em uma de suas esquinas (foto acima) e um belo pátio central arqueado, formado por arcos de ferradura feitos de tijolo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre 1994 e 2001, o edifício foi reabilitado para acolher o museu, considerado um dos poucos Museus Nacionais situados fora de Madrid. Ocupa três andares, sendo o único museu dedicado exclusivamente à história do teatro no país. Está administrado pelo Instituto Nacional de Artes Cênicas e da Música, um organismo dependente do Ministério de Educação, Cultura e Deporte.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASuas salas nos mostram uma interessante trajetória histórica do Teatro Espanhol, desde seus inícios em época romana, até o século XX, passando por seus maiores dramaturgos, atores e atrizes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Museu Nacional de Teatro de Almagro possui um acervo de mais de 12 mil obras, entre desenhos, gravados, quadros, maquetes e esculturas. Abaixo, vemos um retrato do grande poeta e dramaturgo Federico García Lorca (1898/1936), realizado pelo pintor valenciano Alejandro Cabeza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA grande atriz María Guerrero (1867/1928) aparece retratada pelo pintor Anselmo Miguel Nieto (1881/1964) num quadro realizado em 1914.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir vemos um gravado realizado por Salvador Dalí (1904/1989) para a peça “Don Juan Tenorio“, sendo responsável por sua decoração e vestuário. A peça estreou em 1949 no Teatro María Guerrero de Madrid, sendo considerada uma das melhores adaptações do clássico de José Zorrilla (1817/1893), publicada por primeira vez em 1844.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO museu conta com inúmeras e formidáveis maquetes que retratam a história do teatro na Espanha. Abaixo, vemos uma delas, em que aparece o Parque do Retiro de Madrid, quando a partir do século XVII foi utilizado como cenário de representação teatral.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO denominado Século de Ouro da Cultura Espanhola (XVII) está muito bem documentado no museu. Seus grandes dramaturgos realizaram obras eminentementes populares. Neste prolífico período cultural, todas as manifestações teatrais erm conhecidas como comédias, independente se a obra representada era um drama ou tragédia. A exceção constituíam os denominados Autos Sacramentais. A seguir, vemos um deles, realizado por Calderón de La Barca, um dos maiores expoentes do Teatro Espanhol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo campo escultural, o museu conta com vários bustos, entre os quais o de Fray Gabriel Téllez (1579/1648), mais conhecido por seu pseudônimo, Tirso de Molina, considerado um dos grandes dramaturgos do Barroco Espanhol. O busto foi realizado pelo escultor Lorenzo Coullaut Valera (1876/1932).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos escultores espanhóis que mais admiro, o valenciano Mariano Benlliure (1862/1947), realizou esta bela obra em que retrata a bailarina sevilhana Pastora Rojas Monje (1889/1979), uma das figuras mais representativas da história do flamenco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAVários trajes também podem ser vistos, como o que vemos abaixo, utilizado pela atriz Cristina Higueras, nascida em 1961, para a representaçao da peça “Doña Rosita la Soltera“, de Federico García Lorca, em 1980.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Corral de Comédias de Almagro

Em plena Plaza Mayor de Almagro situa-se outro grande atrativo da cidade, o Corral de Comédias, famoso em todo o mundo por conservar o espaço teatral típico existente no século XVII, que foi o precursor dos teatros que conhecemos atualmente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste é um dos poucos exemplares deste tipo de construção que se conservam na Espanha e, sem dúvida nenhuma, o mais famoso. É o único que permanece ativo tal como eram há 4 séculos, ainda que seu aspecto é um pouco distinto à construção original, pois foi destinado a outros usos ao longo de sua dilatada história. Os denominados Corrales de Comédias surgiram no século XVI e se difundiram a partir do século XVII por todo o país, coincidindo com o período conhecido como Século de Ouro da Cultura Espanhola (siglo de oro, em espanhol), momento em que o teatro constitui o grande alicerce cultural da população daquela época. Nomes como Tirso de Molina, Calderón de la Barca e Lope de Vega, entre muitos outros, consagraram o Teatro Espanhol em toda a Europa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Corrales de Comédias surgiram devido ao auge das representações teatrais e da grande quantidade de público que assistiam às obras, obrigando as prefeituras municipais a construírem espaços específicos para sua realização. O Corral de Comédias de Almagro deve sua construção ao presbítero da antiga Igreja de San Bartolomé, infelizmente derrubada, Leonardo de Oviedo. Em 1628, obteve a permissão da prefeitura da cidade para edificar um corral no pátio de um local já existente, uma espécie de restaurante-pousada chamado Mesón del Toro. Para sua construção, investiu uma verdadeira fortuna para a época, mais de 5 mil ducados. No ano seguinte, realizou-se a primeira peça no local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA própria Plaza Mayor serviu de modelo construtivo, com uma estrutura de madeira formada por corredores em suas partes inferior e superior. O impulso definitivo para sua proliferação se deve às hermandades religiosas existentes na época, que cuidavam dos hospitais, e que começaram a organizar representações teatrais para arrecadar dinheiro. Um dos requisitos de sua construção foi que todas as representaçoes deveriam ser realizadas neste corral, sendo que os espectadores deveriam pagar uma parte do ingresso para o Hospital de los Hermanos de San Juan, que se encarregou de construir a metade dos bancos que seriam usados pelos espectadores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa realidade, se pagavam três entradas, uma para ver a peça, outra para a instituição beneficente e a última para sentar. O dinheiro arrecadado pela venda de ingressos era dividido pela prefeitura, as companhias de teatro e o proprietário do local. O Corral de Comédias de Almagro está sustentado nas três partes que rodeiam o cenário por 54 pilastras feitas de madeira. As inferiores foram montadas sobre uma tosca base de pedra, para protegê-las contra a humidade do solo. Os aposentos laterais estavam formados por estrados que eram ocupados por comerciantes, militares e pessoas de uma condição social mais elevada que os demais espectadores. Também eram alugados para as famílias nobres por um período determinado de tempo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Dispunham de um acesso independente para manter o anonimato dos seus ocupantes, pois uma estrutura permitia que pudessem ver as obras sem serem vistos. As denominadas Cazuelas constituíam os locais destinados para as mulheres. Estavam situadas em frente ao cenário, no primeiro nível da construção, também com acesso independente. Nos aposentos privados, no entanto, homens e mulheres  permaneciam juntos, e são considerados os antecedentes dos atuais palcos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA parte superior do Corral, acima das cazuelas, eram ocupadas pelas autoridades civis e religiosas. Debaixo do cenário, oposto à entrada, encontrava-se o fosso, onde situava-se a companhia  teatral e que possibilitava uma excelente acústica, devido a caixa de ressonância que formava. Às crianças estavam proibida a entrada…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA venda de bebidas alcólicas estava igualmente proibida, mas era servida uma bebida chamada Aloja, que misturava água, mel, canela e outras especiarias. Ás vezes, se colocava um pouco de vinho, para o deleite dos espectadores. Também estava proibido fumar, devido ao risco de incêndios. As peças duravam entre 4 e 6 horas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs condições higiênicas deixavam muito a desejar, pois não havia banheiros. As frequentes desordens, o risco de incêndio e a falta de higiene fizeram com que no denominado período da ilustração (século XVIII) se proibisse as obras teatrais nos corrales. O Corral de Comédias de Almagro transformou-se novamente numa pousada, onde se hospedavam os mercadeiros que visitavam a cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XX, o Corral de Almagro esteve a ponto de ser derrubado. Felizmente, foi declarado Monumento Histórico-Artístico e foi reabilitado, sendo reinaugurado em 1954. Atualmente é um referente mundial do Teatro Clássico, com uma ampla programação cultural.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Plaza Mayor de Almagro

Um dos motivos de minha viagem a Almagro foi conhecer sua Plaza Mayor, considerada das mais bonitas da Espanha. Ao vê-la por primeira vez, de imediato fiquei encantado por sua beleza…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA praça constitui o eixo principal da cidade, onde confluem as ruas mais importantes de seu espaço urbano. Sua origem é medieval, sofrendo grandes transformações no século XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEstá estruturada por colunas de ordem toscano, que antigamente sustentavam galerias abertas ao exterior, para que os habitantes pudessem contemplar os espetáculos que nela se realizavam, como corridas de touros, por exemplo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XVI, inicia-se a privatização dos imóveis da praça, que se fecham com janelas e gradativamente se transformam em residências.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Plaza Mayor de Almagro também é o centro das atividades lúdicas, sociais, políticas e religiosas da cidade. Em suas galerias desenvolve-se uma intensa atividade comercial, com restaurantes, bares e lojas que vendem produtos típicos, como aqueles feitos de palha, entre outros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlgumas aberturas em sua configuração permitem o acesso às outras zonas da cidade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo acontece habitualmente em outras praças maiores do país, encontra-se presidida pelo Edifício do Ayuntamiento, sede da Prefeitura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo centro do edifício, vemos a torre do relógio e em sua parte superior um sino datado de 1798, que pertenceu a um antigo convento, além de uma placa com a designação do município como Conjunto Histórico-Artístico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos um dos edifícios que compõem a praça…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEstive intencionalmente na cidade no mês de julho, quando Almagro celebra o Festival Internacional de Teatro Clássico, com apresentações em vários locais, inclusive na Plaza Mayor.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo anoitecer (no verão o sol brilha até às 22.00 hs aproximadamente), os milhares de visitantes se concentravam na praça para jantar, beber algo e passar momentos agradáveis neste local de indiscutível harmonia arquitetônica e beleza visual.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm seu perímetro encontra-se outra das grandes atrações de Almagro, seu famoso Corral de Comédias, um local único considerado o precursor do Teatro Moderno, que será o tema de meu próximo post.

Almagro – Parte 2

O primeiro monumento que conheci em Almagro, pela proximidade do hotel onde me hospedei, foi a Igreja de San Bartolomé, construída com tijolo e pedra. Antiga igreja da Ordem dos Jesuítas, sua construção iniciou-se em 1625, mas as obras somente prosseguiram, por motivos econômicos, em 1733, sendo concluída na segunda metade do século XVIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASeu interior possui a típica planta das igrejas jesuítas, com apenas uma nave e compostas por capelas comunicadas entre si a ambos lados da nave.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANas laterais, vemos tribunas entre pilastras com balcões decorados no estilo rococó a base de elementos vegetais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA titularidade do templo foi dada ao santo padroeiro da cidade, San Bartolomé (São Bartolomeu, em português), um dos 12 apóstolos de Jesus Cristo. Apesar de ter sido um dos testemunhos da Ascensão de Cristo, não desempenhou um papel destacado nos evangelhos. Divulgou o evangelho na Índia e foi o fundador do Cristianismo na Armênia, sendo considerado o santo padroeiro da Igreja Apostólica deste país, junto com São Judas Tadeu. Sua representação mais habitual é a de seu martírio por esfolamento, a remoção da pele do corpo. São Bartolomeu foi martirizado por Astiages, Rei da Armênia. Na época barroca, é comum vê-lo representado como apóstolo com a escritura sagrada e mostrando uma navalha, como vemos nesta escultura situada no interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAE também na fachada da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo altar maior, vemos uma reprodução do famoso quadro do pintor espanhol José de Ribera (1591/1652), intitulado “O Martírio de San Felipe“, cujo original se encontra no Museu do Prado de Madrid. Durante muito tempo se pensou que se tratava do Martírio de San Bartolomé, mas São Felipe foi crucificado, e não esfolado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos a cúpula da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém da igreja, a Ordem Jesuíta construiu um grande colégio, situado ao seu lado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlmagro é uma cidade em que os chamados Ofícios Tradicionais ainda sobrevivem, como os belíssimos objetos feitos de metal, que eram expostos próximos à Plaza Mayor numa interessante feira de final de semana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro ofício de grande destaque, pela qualidade de suas peças, é o Encaje, parecido ao bordado..

OLYMPUS DIGITAL CAMERA A tradição em sua fabricação pode ser vista no Museu do Encaje, situado junto à Plaza Mayor

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs Encajeras, as mulheres responsáveis por sua elaboração, foram homenageadas com uma merecida estátua.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlmagro também demonstra sua riqueza cultural na gastronomia. Seu prato mais famoso são as berinjelas fritas (berenjenas, em espanhol), cuja origem está relacionada à cozinha árabe.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATive a oportunidade de saborear as delícias gastronômicas da cidade num edifício de finais do século XVI, a Posada de Almagro, antigamente conhecida como Posada de San Bartolomé. O ambiente rústico do local com sua galerias de madeira constituem o ambiente perfeito para saborear os pratos da gastronomia da Comunidade de Castilla La Mancha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAproveitei para provar um Menu de fim de semana que custou 18 euros. De primeiro prato, comi um delicioso Calabacín relleno de carne picada (Abobrinha recheada com carne moida).

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe segundo prato, bacalhau

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPara completar, vinho tinto e melão, de sobremesa…

Almagro – Castilla La Mancha

No mês passado pude realizar um antigo sonho, conhecer a bela cidade de Almagro. Passei um final de semana nesta cidade castelhana, situada na Província de Ciudad Real, uma das que fazem parte da Comunidade de Castilla La Mancha. Com cerca de 9 mil habitantes, seu importante patrimônio histórico conservado fez com que fosse declarada Conjunto Histórico-Artístico em 1972.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA origem desta vila remonta ao século XII, quando o Rei Alfonso VIII concede uns terrenos conhecidos como Almargue à Ordem de Calatrava, em agradecimento por sua participação na reconquista de algumas cidades castelhanas, como Cuenca, por exemplo. De fato, a presença da Ordem de Calatrava foi fundamental para o desenvolvimento do povoado. Abaixo, vemos a Cruz da Ordem de Calatrava, situada num jardim da cidade, e um antigo hospital construído pela ordem, um pouco abandonado por sua antiguidade, mas decorado com uma figura do Don Quixote em sua fachada…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XIII, Almagro foi escolhida pelos mestres da Ordem de Calatrava como local de residência e o centro de governo de suas abundantes propriedades. Em 1213, o mestre D.Gonzalo Yáñez outorgou um foro à vila.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm des seus personagens históricos mais relevantes foi Diego de Almagro, com um importante papel na conquista do continente americano. Durante a conquista do Peru, foi subordinado de Pizarro, antes que brigassem e se convertesse no conquistador e governador do Chile. Nasceu em Almagro em 1487 e faleceu na cidade peruana de Cuzco, em 1538. Abaixo, uma estátua equestre recorda sua importância histórica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADurante o século XIV, a vila esteve protegida por um recinto de muralhas, mas estas foram derrubadas em 1886. No século XVIII, Almagro sofreu severamente as consequências do Terremoto de Lisboa (1755), afetando muitos de seus edifícios históricos. Abaixo, vemos uma das belas praças da cidade, com alguns dos inúmeros palácios nobres conservados…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Plaza Mayor de Almagro é considerada uma das mais belas da Espanha, e publicarei um post especial sobre ela…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlmagro também é sinônimo de Teatro, pois acolhe em sua Plaza Mayor um dos únicos precurssores do Teatro Moderno que se conservam , denominado Corral de Comédias, que em breve vocês poderão conhecer aqui no blog. No mês de julho, anualmente a cidade se transforma com o Festival Internacional de Teatro Clássico, famoso em todo o mundo. Mais de 10 espaços teatrais, 40 companhias e cerca de 100 espetáculos são realizados para o deleite dos habitantes e dos milhares de visitantes que a cidade recebe. A própria Plaza Mayor é um dos lugares onde podemos assistir algumas das obras apresentadas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro local onde podemos presenciar o festival, o Teatro Municipal constitui um espaço cultural de primeira ordem. Construído em 1863 pelo arquiteto Cirilo Vara y Soria, nele foram realizadas as primeiras projeções cinematográficas da cidade. Em 1988 foi restaurado pelo famoso arquiteto Miguel Fisac.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe estilo neoclássico, foi inspirado nos teatros italianos, convertendo-se ao longo de sua história no centro cultural da vila.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo este primeiro post sobre Almagro com uma curiosa foto em que aparecem as gárgulas que servem para escoar a água das chuvas, presentes em várias casas da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Fábrica Nacional de Moneda y Timbre – Madrid

Desde o ano passado, uma instituição espanhola situada em Madrid transformou-se num dos locais mais famosos da cidade, graças a uma série da Netflix que a colocou em evidência. Este post está dedicado à Fábrica Nacional de Moneda y Timbre, que foi o cenário para a trama da série “La Casa de Papel”, cujo roteiro  relata um assalto de um grupo de pessoas à instituição. Esta excelente série, dirigida pelo espanhol Álex Pina e protagonizada por capazes atores e atrizes converteu-se na série de idioma não inglês mais vista da história da Netflix.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XVIII, haviam Casas de Moedas estatais e privadas, mas o Rei Felipe V decidiu que todas elas deveriam ser controladas pelo estado. No século XIX, existiam 7 empresas de fabricação, e cada qual possuía um modelo diferente de siglas e signos. Todas elas, menos a de Madrid, desapareceram depois que a Peseta passou a ser considerada a moeda nacional. A Fábrica Nacional de Moneda y Timbre foi criada em 1893, com a fusão de dois organismos, a Casa da Moeda e a Fábrica de Selo. Antigamente, estava situada na Plaza de Colón, mas tornou-se obsoleta com o tempo, sendo levada para outro edifício que foi inaugurado em 1964, sua atual sede. Quando foi derrubada, o local foi transformado nos Jardins do Descobrimento em 1970. Conta com um Centro Cultural e com esculturas que simulam as caravelas comandadas por Cristóvão Colombo durante sua viagem de descobrimento do continente americano. Além do mais, o jardim está presidido pela maior Bandeira da Espanha que existe no mundo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAVinculada ao Ministério da Fazenda e Administração Pública, a Fábrica Nacional de Monedas y Timbre é uma empresa que fabrica moedas, dinheiro, timbres e documentos oficiais. A empresa dedica-se à fabricaçao de dinheiro desde 1937 e depois que foi levada à sede atual, começou a produzir os Documentos Nacionais de Identidade (DNI) e o Passaporte, além de cartões de bingo e loterias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma parte do edifício é visitável, pois acolhe o Museu Casa da Moeda, com a maior coleção de numismática da Espanha e considerada uma das mais completas da Europa. Tive a oportunidade de visitá-la uma vez e fiquei impressionado com a quantidade e qualidade das moedas expostas. Uma pena que as fotos não estão permitidas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício alberga também uma fundação, dedicada à divulgação cultural. Inicialmente, a série “La Casa de Papel” foi emitida pelo canal espanhol Antena 3, mas os direitos de distribuição foram adquiridos pela Netflix, e a série passou a ser vista internacionalmente, transformando-se num fenômeno mundial, com um êxito enorme no Brasil.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo entanto, por motivos de segurança, o edifício que aparece na série não é a sede da Fábrica Nacional de Monedas y Timbre, cujas fotos estamos vendo na matéria, e sim o edifício do Conselho Superior de Investigação Científica (CSIC), a maior entidade dedicada à pesquisa do país, que vemos abaixo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPara a realização das filmagens, o local deveria ser o mais parecido possível à original Fábrica de Moneda y Timbre. O amplo espaço exterior do CSIC preenchia este requisito, facilitando as filmagens. No local foram gravadas somente as cenas exteriores, sendo que os interiores foram filmados em sets de filmagens adaptados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA  Na série, o processo de impressão do papel moeda foi filmado na máquina rotativa do centenário Diário ABC da Espanha, cuja antiga sede vemos abaixo, situada no famoso  Paseo de la Castellana, atualmente um Centro Comercial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAObviamente, não estava permitida a utilização das máquinas da Fábrica Nacional de Moneda y Timbre por motivos de segurança nacional. A série “La Casa de Papel” está composta por 15 capítulos, divididas em duas partes, e parece que vai ter uma continuação, a ser exibida em 2019. Vamos aguardar….

Apóstolo Santiago – Parte 2

O Apóstolo Santiago, um dos 12 apóstolos de Jesus e Padroeiro da Espanha, foi chamado de Santiago Maior para diferenciá-lo de outro discípulo de mesmo nome, que passou a ser conhecido como Santiago Menor, por ser mais jovem. A origem do nome Tiago deriva indiretamente do latim Iacobus, por sua vez uma latinização do nome hebraico Yaakov, em português Jacó. Com o decorrer do tempo, o nome evoluiu em diversas denominações segundo os distintos idiomas:  Jakob em alemão, James em inglês, Giacomo em italiano e Jacques em francês. Na Catalunha é conhecido como Jaume ou Jaime.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA partir do século XI, os peregrinos que realizavam o Caminho de Santiago, com destino final em Santiago de Compostela, se converteram num fenômeno de massa a nível europeu. Esta famosa rota de peregrinaçao foi impulsionada por monarcas, como o Rei Alfonso VI, e também pela importante Ordem Beneditina de Cluny (França), que introduziu na Península Ibérica a liturgia romana e fixou o traçado do Caminho de Santiago, que atravessa o norte da Espanha. Este fato foi fundamental para transformar a imagem do apóstolo em Santiago Peregrino, uma de suas principais manifestações no campo iconográfico e artístico. A influência do Caminho de Santiago na configuração das lendas associadas ao apóstolo é enorme. Um de seus principais atributos, que permitem identificá-lo, é a espada com a qual foi martirizado (decapitado) e o livro, símbolo da doutrina evangélica. Como Santiago Peregrino, normalmente aparece com um chapéu de aba larga, bastão de caminhante, e a Concha de Vieira, outro de seus símbolos principais. Acima e abaixo, vemos representaçoes de Santiago como Peregrino, em esculturas pertencentes ao Museu do Caminho de Astorga.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAté princípios do século XVI, o Apóstolo Santiago é representado com seus atributos de Peregrino, mas conservando suas características de apóstolo, como o livro, a vestimenta e os pés descalços. Outra faceta fundamental do apóstolo é como defensor da fé católica dentro do processo de Reconquista da Espanha, um santo guerreiro. Segundo a tradição, durante as batalhas entre os muçulmanos e os cristãos ao longo dos séculos em território espanhol, milagrosamente aparecia o Apóstolo Santiago num cavalo branco, com a espada na mão, auxiliando o exército cristão a derrotar o inimigo. Os mouros aparecem aplastados sob as patas do cavalo do apóstolo. Um exemplo é a Batalha de Clavijo, ocorrida na atual região da Rioja, no ano de 844. Abaixo, vemos um quadro que retrata a Batalha de Clavijo, situado na Igreja de Santiago de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADesta forma, nasce a representação de Santiago Matamoros, uma das mais habituais relativas ao santo, sendo que é assim representado por primeira vez no ano 1230. Sempre segundo a tradição das lendas a ele associadas, o Apóstolo Santiago também interviu em outra batalha fundamental, a das Navas de Tolosa, ocorrida no século XIII. Abaixo, vemos uma escultura de Santiago Matamoros do século XVIII, presente na Catedral de Santiago de Compostela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA mesma cena aparece na fachada da Igreja de Santiago em Logroño, capital da Rioja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra cena constante é o transporte de seu sepulcro, puxado por bois. Na Capela de Santiago da Catedral de Segóvia, vemos um retábulo com esta representação. Na parte central vemos Santiago Peregrino e, na parte superior, Santiago Matamoros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADesde o século IX, os reis cristãos reconheceram o Apóstolo Santiago como Padroeiro da Espanha, e estabeleceram o Voto de Santiago, que consistia numa oferenda obrigatória que as terras reconquistadas deveriam realizar anualmente como bens à Catedral de Santiago de Compostela, graças ao auxílio recebido pelo apóstolo na reconquista. Sua figura teve também um papel inspirador na Conquista da América, onde foi declarado padroeiro de várias cidades latino americanas, como Santiago do Chile, Santiago de Cuba e Caracas, entre muitas outras. Abaixo, vemos a Igreja de Santiago de Medina de Rioseco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1630, durante o reinado de Felipe IV, o Papa Urbano VII declarou o Apóstolo Santiago como o único Padroeiro da Espanha. Abaixo, vemos a estátua equestre do monarca, situada na Plaza del Oriente de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos símbolos mais famosos associados ao Caminho de Santiago e ao apóstolo é a Concha de Vieira, um molusco abundante na Galícia. Sua origem é duvidosa, mas uma lenda conta que o apóstolo salvou um cavalheiro que caiu no mar, sendo coberto por conchas. O que se sabe com certeza é que os peregrinos que chegavam à Santiago de Compostela recebiam, como prova da realização do caminho, um diploma feito de pergaminho que comprovava a façanha, e colocavam no seu sombreiro uma Concha de Vieira. Portar a concha passou a ser considerado um tributo ao apóstolo. Na capital galega e por todo o Caminho de Santiago, é habitual ver a concha,  que vemos representada na arquitetura, junto a Catedral de Santiago de Compostela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Concha de Vieira marca também a rota do caminho, como vemos abaixo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo século XII, com o intuito de proteger os peregrinos e também para colaborar no processo de Reconquista, foi criada a Ordem Militar de Santiago. Seu símbolo é uma cruz vermelha simulando uma espada, uma referência ao seu caráter guerreiro e ao seu martírio. Às vezes, o Apóstolo é representado como um cavalheiro, com a espada e um estandarte branco, com a Cruz da Ordem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Cruz de Santiago aparece, de forma curiosa, numa das sobremesas tradicionais da Galícia, que podemos provar por todo o país, a Torta de Santiago. Sua origem é remota, provavelmente do século XVI. Feita de amêndoas e ovos, em 1924 uma confeitaria de Santiago de Compostela decidiu enfeitar o dôce com a Cruz de Santiago

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo a matéria sobre o Apóstolo Santiago com outra igreja dedicada ao santo, em Ávila..

OLYMPUS DIGITAL CAMERA