Um Passeio por Trujillo

Trujillo está situada a cerca de 50 km de Cáceres, a capital provincial, e cidade onde me hospedei para explorar seu impressionante centro histórico, declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Em breve, publicarei diversas matérias sobre esta cidade da Extremadura. Em Trujillo, passeio um dia inteiro, tempo suficiente para conhecer seus principais pontos turísticos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATrujillo possui um verdadeiro encanto, e passear à pé por seu centro histórico possibilita conhecer edifícios históricos de grande interesse, como a Igreja de Santiago, construída no século XIII pela Ordem de Santiago. Originalmente de estilo românico, foi reformada no século XVII. Nela se reunia o conselho da cidade, numa época em que ainda não existiam as chamadas Casas Consistoriais, ou prefeitura. Ao lado do templo, vemos a Porta de Santiago, uma das portas da muralha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA atual Prefeitura de Trujillo está sediada num edifício construído em 1566.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAntigamente neste edifício situava-se o pósito, isto é, um local utilizado como armazenamento de grãos para serem distribuídos em época de colheitas insuficientes (este aspecto reflete a relevância da cidade, pois este tipo de construção somente existia nas cidades mais importantes). Foi também prisão de Trujillo, e em 1888 passou a ser a sede do Ayuntamiento (prefeitura), momento em que foi reformado para sua nova função. Em cima da porta de madeira, vemos o escudo da cidade, um dos mais antigos de Extremadura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro local significativo do ponto de vista histórico e cultural é o Monastério de San Francisco “El Real”, fundado na segunda metade do século XV para a comunidade religiosa da Ordem das Clarissas.

DSC02237As religiosas que o habitaram pertenciam à nobreza local e teve grande influência na vida da cidade. Por este motivo, o Rei Juan II concedeu o título de “Real” ao convento, pelos serviços prestados. Sua igreja foi construída no estilo gótico. Abaixo, vemos algumas fotos do claustro

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo final do século XVIII, o monastério entrou em decadência, processo que culminou com a Invasão Francesa de início do século XIX. Finalmente, com a Desamortização de Mendizábal de 1836, as freiras foram obrigadas a abandoná-lo. Em 1969, o professor Xavier de Salas iniciou um processo de restauração que finalizou somente em 1981, quando o antigo convento passou a ser a sede da fundação que leva seu nome. Seu objetivo primordial é a promoção e defesa do patrimônio histórico de Trujillo e também das artes e das culturas hispano-americanas, servindo de elo entre a Espanha e o continente americano. A vista é gratuita e podemos encontrar diversos objetos procedentes das culturas de diversos países da América Latina. De grande beleza são os objetos artesanais, como esta reproduçao da Catedral Peruana de Huamanga.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPeças provenientes dos antigos povos pré colombianos também fazem parte da exposição, além de outros ofícios artesanais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO próximo post estará dedicado à Plaza Mayor de Trujillo, um belíssimo local que se transformou num dos símbolos da cidade. Finalizo a presente matéria com outras imagens do Centro Histórico de Trujillo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s