Palácios de Cáceres – Parte 2

Neste segundo post sobre os Palácios de Cáceres, veremos outros exemplos de propriedades aristocráticas preservadas no Centro Histórico da cidade. O Palácio dos Condes de Adanero segue as pautas renascentistas existentes em muitos outros Palácios de Cáceres. Foi construído em 1596 e sua bela fachada apresenta os característicos almohadillados de influência italiana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA denominada Casa del Sol constitui um palacete gótico do século XV e reformado no século seguinte. Apresenta o escudo da família Solís, que decora a fachada, e que deu o nome à construção, além de um forte caráter militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEdificada no século XV, a Casa de los Moraga foi muito reformada e suas dependências estão dispostas em torno a um pátio central. Atualmente é um centro de artesanato local, com venda de produtos fabricados na região. Na fachada, vemos os escudo do proprietário, Benito Moraga, e sua esposa, Marina de Carvajal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto antiga que mostra os artesãos locais…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Palácio de los Moctezuma é um símbolo da mestiçagem das culturas européia e americana. Construído nos séculos XIV e XV, foi reedificado no XVI pelo descendente da filha do imperador asteca Montezuma, Don Juan de Toledo y Moctezuma.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlguns palácios conservaram apenas uma parte de sua estrutura, como a Torre de Espaderos, construída entre os séculos XIV e XV, e que fazia parte de um palácio desaparecido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Casa de los Espadero-Pizarro possui uma lenda curiosa e, ao mesmo tempo, trágica. Conhecida como a Casa del Mono (casa do macaco), a tradição diz que seu proprietário, um rico burguês, não tinha filhos. Depois de retornar de uma viagem, trouxe consigo um macaco, que chegou a ter dormitório próprio, brinquedos, etc. Em uma das longas ausências do proprietário, um belo cavalheiro pediu abrigo para passar a noite, e a esposa ofereceu sua casa para acolher o desconhecido. Quando o marido regressou, sua mulher o recebeu com a grata notícia de que estava grávida. Quando nasceu o bebê, o macaco, ciumento, em um descuido da família, jogou o bebê pela janela, causando sua morte. Histórias à parte, o palácio pertence ao final do século XV, e apresenta elementos ornamentais de estilo gótico, como as três gárgulas que observamos na fachada (representam uma mulher enferma, um idoso e um jovem). Outro detalhe é o escudo pertencente ao proprietário, sustentado por dois felinos. Atualmente o palácio é uma biblioteca…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Parador Nacional de Turismo de Cáceres encontra-se sediado em dois palácios antigos. Esta rede hoteleira caracteriza-se por aproveitar edifícios históricos e sempre recomendo conhecê-los, pelo bom gosto e conforto de suas dependências. Inclui o Palácio dos Paredes-Saavedra, que combina diversos estilos, como o gótico, renascentista e o mudéjar, sendo construído entre os séculos XV e XVI. A família dos Paredes chegou a Cáceres no século XIII e chegou a possuir três propriedades na cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA outra construção que pertence ao Parador Nacional de Cáceres é o Palácio dos Marqueses de Torreorgaz, do século XIV e reformado nos séculos seguintes. Destaca por sua esbelta torre.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos a matéria com o Palácio dos Ovando-Espadero, que também possui uma bela torre, além dos escudos nobiliários na fachada…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s