Reais Sítios da Monarquia Espanhola – Parte 2

Neste segundo post sobre os Reais Sítios da Monarquia Espanhola, veremos alguns dos principais edifícios que pertencem ao conjunto existentes na capital da Espanha, Madrid. Muitos dos Reais Sítios constituem edifícios religiosos, fundados por monarcas ou membros da família real. Em Madrid, existem dois monastérios de grande importância histórica, cuja visita recomendo, devido às obras de arte que possuem e a beleza de suas dependências. O Monastério de las Descalzas Reales (original em espanhol) situa-se em pleno centro histórico e até os dias atuais funciona como um monastério de clausura, habitado por freiras franciscanas, que dispensam uma parte de suas atividades diárias para realizarem visitas guiadas ao público.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA austeridade exerior do monastério contrasta com a riqueza interior em obras de arte, com destaque para os quadros do pintor italiano Ticiano, do espanhol Zurbarán, do flamenco Peter Bruegel, de tapetes realizados por Rubens, além de esculturas magníficas e inumerávies objetos religiosos de excepcional qualidade artística. O monastério foi fundado em 1559 por Juana de Austria, irma do Rei Felipe II , sobre um antigo palácio. Bem próximo situa-se outro monastério real, o  Monastério de la Encarnación, este fundado em 1611 por uma das esposas de Felipe II, a Rainha Margarita de Austria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADa mesma forma que o Monastério de las Descalzas Reales, o Monastério de la Encarnación conserva um rico conjunto de peças artísticas, sobretudo quadros e esculturas dos séculos XVII e XVIII. A fachada exterior do edifício, que vemos na foto  acima, se converteu num modelo arquitetônico para muitos dos monastérios existentes no país. Sua igreja é magnífica, uma das mais belas da capital, e pode ser admirada nas visitas guiadas ou em horários de culto.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro edifício religioso que faz parte dos Reais Sítios de Madrid é a Ermita de la Florida, uma pequena capela situada junto ao Rio Manzanares de enorme valor histórico e artístico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua importância radica principalmente porque o teto da igreja foi inteiramente decorado com um conjunto de frescos realizados pelo pintor aragonês Francisco de Goya, cujos restos descansam na nave da igreja, algo que poucas pessoas sabem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA ermita faz parte de uma das romarias mais populares de Madrid. Durante muito tempo a fumaça das velas que se ascendiam em seu interior começaram progressivamente a afetar as pinturas de Goya. Por este motivo, se construiu uma ermita gêmea ao seu lado, que atualmente está aberta para cultos religiosos, enquanto o edifício original converteu-se num museu. O mais famoso Real Sítio de Madrid é também um dos monumentos mais visitados do país, o Palácio Real.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAResidência histórica dos Reis da Espanha, o Palácio Real foi edificado sobre o antigo Alcázar Muçulmano, que incendiou-se em 1734 durante o reinado do primero monarca da dinastia dos Bourbones, Felipe V. O edifício começou a ser construído quatro anos depois e sua estrutura principal foi finalizada em 1764, quando o Rei Carlos III tornou-se o primeiro monarca em habitá-lo. Acima, vemos a fachada lateral do palácio que dá para a Praça do Oriente e, abaixo, sua fachada principal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConsiderado um dos maiores palácios do mundo, sua visita é obrigatória, pois seu interior é esplêndido, acolhendo um impressionante acervo de pintura, escultura e artes decorativas, além de um dos mais completos conjuntos de instrumentos musicais existentes fabricados pelo italiano Antoni Stradivari. Suas dependências luxuosas retratam a importância histórica dos monarcas espanhóis e sua Armeria Real, onde se exibem as armas e armaduras de várias épocas, é uma das mais prestigiosas do mundo. Abaixo, vemos uma foto do teto da impressionante escada que conduz às dependências superiores do palácio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém é possível visitar os jardins do Palácio Real, conhecidos como Jardins de Sabatini e o Campo del Moro, que vemos a seguir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o Palácio Real de Madrid é somente utilizado para atos solenes, cerimônias oficiais de estado e como museu, já que o rei vive no chamado Palácio de la Zarzuela. No próximo post, publicarei outros monumentos da Espanha que fazem parte dos Reais Sítios, localizados em distintas comunidades do país.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s