Românico Espanhol – Pintura (Iconografia)

Os temas representados na Pintura Românica são os mesmos da escultura, pois sua finalidade principal era instruir os fiéis. Se na Escultura Românica a temática profana era frequente, na pintura são escassos, predominando as cenas religiosas, fato que revela sua clara influência da Arte Bizantina. As pinturas que decoram o interior das igrejas seguem uma hierarquia, de cima para baixo, e também relacionados a sua localização no templo, das naves ao altar maior (sentido oeste-leste). As cenas mais sagradas situam-se na parte superior e ao leste, e representam as manifestações dos seres sagrados (Teofania), Jesus Cristo e a Virgem Maria. A principal delas, como vimos nas matérias dedicadas à Escultura Românica, é a cena conhecida como “Maiestas Domini“, ou Cristo em Majestade, acompanhado pela representação dos Tetramorfos  (associada aos 4 Apóstolos Evangelistas).

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA“Maiestas Domini” – Museu Nacional de Arte da Catalunha (Barcelona).

A imagem de Cristo se individualiza, tanto por seu tamanho, quanto por suas vestimentas. No mundo medieval, as roupas constituem um claro símbolo de status social. Na representação de Cristo, sua indumentária parace não ter a mínima relação com sua anatomia. É normal que as pernas e os joelhos sejam proporcionalmente maiores sobre as demais partes de seu corpo, que são deformados pela túnica. O Salvador aparece encerrado dentro de uma mandorla, uma estrutura oval relacionado à esfera celeste e divina, símbolo de poder e eternidade. Pode vir acompanhado por outras formas de manifestação, como o Cordeiro ou a “Dextra Domini”, sua mão direita em atitude de bendição. Os dois dedos levantados revelam a dupla natureza de Cristo (humana e divina), enquanto os três restantes se relacionam com a Santíssima Trindade (Deus como Pai, Filho e Espírito Santo). Na mão esquerda segura o texto sagrado com a expressão latina “Ego Sum Lux Mundi“, que traduzida significa “Eu sou a luz do mundo”. Os Tetramorfos que o acompanham também estão relacionados à visão do Profeta Ezequiel, quando aparecem os 4 seres que dão honra e glória àquele que se encontra sentado no trono. Avançam nas quatro direções, embora seus rostos se voltam a Cristo. É habitual que esta representação de Cristo venha acompanhada com cenas relativas ao Juizo Final ou Apocalipse, onde se encontram separados os virtuosos ou eleitos e os condenados a perecerem no inferno por seus pecados. Abaixo, vemos no detalhe a figura de Cristo da foto acima…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAObservamos a mesma cena na Ermida do Cristo de la Luz de Toledo, de forma parcial porque o conjunto não se conservou em sua totalidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPintura Mural – Ermita del Cristo de la Luz – Toledo.

Esta representação de Cristo ocupa o local mais sagrado da igreja, o Altar Mayor, onde se realizam os cultos ou missa, e no qual a atenção do fiel se dirige naturalmente. Na sequência, vemos o interior da Igreja de San Justo de Segóvia, que conserva pinturas murais que representam esta manifestação divina.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPintura Mural – Igreja de San Justo – Segóvia.

Nos templos de titularidade mariana, o “Maiestas Domini” é substituído pela “Maiestas Mariae“, a representação da Virgem Maria no trono da sabedoria, como intercessora entre os homens e Deus, e com o Menino Jesus no colo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA“Maiestas Mariae” – Museu Nacional de Arte da Catalunha (Barcelona).

As cenas relativas a outros episódios da vida de Cristo situam-se nos muros laterais e nos capitéis escultóricos. Na zona inferior do Altar Mayor encontramos as figuras dos Apóstolos e de Santos. Outros motivos iconográficos da Pintura Românica estão vinculados ao Antigo Testamento e ao Novo Testamento. Em relação ao primeiro, são frequentes as cenas narrativas do Livro do Gênesis (Criação, Caim e Abel e o Pecado Original). Abaixo, uma cena do Pecado Original presente na Igreja de San Justo de Segóvia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPecado Original – Igreja de San Justo de Segóvia.

Frequentemente, as cenas narrativas são colocadas em linha, como se fossem histórias em quadrinhos. Do Novo Testamento, se representam passagens relacionadas ao Nascimento de Jesus (Anunciação de Maria e Adoração dos Reis Magos), milagres e Paixão de Cristo, além da vida dos santos e mártires. Abundantes na Espanha, os temas apocalípticos se devem à importância dos códices conhecidos como Beatos, os comentários sobre o Livro do Apocalipse escrito pelo Apóstolo João, que foram muito copiados e iluminados nos monastérios da Península Ibérica durante toda a Idade Média. Finalizamos esta matéria com uma foto das pinturas murais românicas que se conservam na Igreja de San Román de Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPinturas Murais Românicas – Igreja de San Román – Toledo.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s