Estilo Neogótico

O Estilo Gótico voltou a receber sua justa valorização no século XIX, como vimos no último post, e passou a ser utilizado como um símbolo de identidade nacional dos países europeus. Foi neste contexto que nasceu na arquitetura o Estilo Neogótico, inspirado na antiga tradição medieval. Um exemplo é o caso da Inglaterra, o único país em que o Gótico desfrutou de um reconhecimento na Idade Moderna, depois de abandonado e ignorado na França durante séculos, convertendo-se no seu estilo nacional. Uma das obras que mais contribuiram para o renascimento do estilo foi o Parlamento, destruído durante um incêndio em 1836 e que foi reconstruído no Estilo Neogótico.

DSC01196Edifício do Parlamento – Londres.

A Arquitetura Neogótica refletiu o entusiasmo do Movimento Romântico pela tradição medieval e como reação ao neoclacissismo, que impôs os critérios construtivos a partir do século XVIII. Muitas universidades inglesas foram construídas no Estilo Neogótico, cuja influência acabou expandindo-se para os Estados Unidos. Um exemplo fundamental do Neogótico no país é a Catedral de São Patrick de Nova York, projetada pelo arquiteto James Renwick e construída entre 1858 e 1878.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catedral de São Patrick – Nova York.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Interior da Catedral de São Patrick – Nova York.

O Estilo Neogótico chegou ao Brasil e muitos foram os edifícios construídos segundo esta corrente artística inspirada no Gótico Medieval. A Catedral da Sé em São Paulo, foi inaugurada em 1954, ano de comemoração do quarto centenário da fundação da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catedral da Sé – São Paulo.

Na Espanha se conservam muitos edifícios, tanto de caráter civil, quanto religioso, que pertencem ao Estilo Neogótico. Um dos mais geniais e famosos arquitetos do país, Antoni Gaudí, será sempre relembrado por sua excepcional contribuição ao Modernismo. No entanto, na primeira fase de sua carreira, esteve influenciado pela grande monumentalidade e presença do Estilo Gótico em Barcelona, projetando duas obras neogóticas fundamentais, ambas fora de sua Catalunha natal, o Palácio Episcopal de Astorga e a Casa Botines de León, ambas na Comunidade de Castilla y León.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Palácio Episcopal de Astorga.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Casa Botines – León.

Existem exemplos em que uma catedral gótica, por sua prolongada construção, foram reformadas em parte no Estilo Neogótico. Um exemplo é a Catedral Gótica de Barcelona, construída no final do século XIII, mas que deixou sua fachada principal sem concluir.  Durante a realização da Exposição Internacional de Barcelona de 1888, a fachada foi finalmente finalizada no Estilo Neogótico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Fachada Principal da Catedral de Barcelona.

Na Comunidade da Cantábria, a Igreja do Sagrado Coração de Jesus de Santander, sua capital, é considerada uma das mais belas da cidade. Foi construída em 1890 no Estilo Neogótico, mas teve que ser reconstruída depois do fatídico incêndio que assolou o centro histórico de Santander em 1941. Seu interior, muito bonito, foi decorado com pinturas pelo artista alemão Enrique Immencamp.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Igreja do Sagrado Coração de Jesus – Santander.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Interior da Igreja do Sagrado Coração – Santander.

No País Vasco, duas das principais cidades da comunidade tiveram suas catedrais construídas ou reformadas no Estilo Neogótico. A Catedral do Bom Pastor de San Sebastián foi edificada a partir de 1888. O projeto do arquiteto Manuel Echave foi inspirado na Catedral Gótica de Colônia (Alemanha).

DSC03608 Catedral do Bom Pastor – San Sebastián.

Já a Catedral de Santiago de Bilbao foi construída no Estilo Gótico no final do século XIV, mas sua torre e fachada foram reformadas no Estilo Neogótico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catedral de Santiago – Bilbao.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Interior da Catedral de Bilbao.

Em Madrid, a sede de sua diocese, a Catedral de la Almudena, constitui um exemplo de arquitetura eclética. Construída a partir de 1892, seu exterior se insere no neoclacissismo, mas o interior apresenta características típicas do Estilo Neogótico, como a disposição em três partes de sua estrutura vertical, inspirada nas antigas catedrais góticas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Interior da Catedral de la Almudena – Madrid.

Outro exemplo de construção neogótica na capital da Espanha é a Igreja de Santa Cruz, cuja torre de mais de 80 metros de altura constitui um de seus maiores destaques.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Igreja Paroquial de Santa Cruz – Madrid.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Igreja Paroquial de Santa Cruz – Madrid.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s