Belos Edifícios de Córdoba

Depois de uma extensa série de matérias, chego ao final dos posts dedicados à maravilhosa cidade de Córdoba. Neste último, veremos alguns dos mais belos edifícios de seu centro histórico, um conjunto de construções representativas das correntes ecléticas e vanguardistas da arquitetura, que se desenvolveram no final do século XIX e primeira metade do século XX. Na Plaza de las Tendillas, em frente ao monumento em homenagem ao “El Gran Capitán”, localiza-se o edifício da Unión y El Fénix, pertencente a esta companhia de seguros espanhola e decorado em sua parte superior com uma escultura que simboliza a ave mitológica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERABem próximo a este edifício, vemos este outro, um exemplo da corrente Art Decô, que irrompeu na arquitetura entre as décadas de 20 e 40 do século passado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlguns edifícios adotaram uma decoração com formas modernistas, como vemos abaixo, inspirados na natureza…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo edifício abaixo, o requinte decorativo foi incorporado tanto em sua fachada exterior, quanto no interior da construção…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMuitos edifícios foram ornamentados com elementos inspirados na arquitetura islâmica, de tanta importância na cidade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir vemos detalhes de um edifício cuja fachada foi totalmente ornamentada com elementos oriundos da Arte Muçulmana

OLYMPUS DIGITAL CAMERANeste outro a decoração foi realizada à base de cerâmicas, cuja técnica tradicional na Espanha foi trazida pelos árabes….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos o Teatro Gongora, construído inicialmente como um cinema pelo arquiteto madrilenho Luis Gutiérrez Soto na década de 20 do século passado. Fechado em 1997 por seu péssimo estado, foi reformado e reaberto em 2011 como um espaço teatral.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa sequência, publico fotos de outros belos edifícios da cidade, que chamaram minha atenção em meus passeios pela cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEspero que tenham gostado desta série, cujo objetivo principal foi a divulgação dos principais monumentos históricos de Córdoba, seus costumes e locais de encanto, desejando que vocês possam conhecer algum dia esta cidade imprescindível, cujo patrimônio histórico-artístico foi reconhecido pela Unesco como Patrimônio da Humanidade em três de suas principais atrações, a Mesquita-Catedral, o Centro Histórico e os Pátios Cordobeses.

Anúncios

Um Passeio por Córdoba – Parte 2

No post de hoje veremos outros lugares de interesse em Córdoba, alguns deles mais afastados do centro histórico da cidade, como o Palácio de la Merced, cuja belíssima fachada me impressionou deveras.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta construção pertenceu ao Convento da Ordem Mercedária, fundado no século XIII. No século XVIII (1757) sofreu uma remodelação que o transformou num dos conjuntos arquitetônicos mais importantes da cidade. Com a desamortizaçao de 1834, o convento foi abolido, e depois transformou-se num hospital para idosos. As pinturas que decoram a fachada imitam o mármore, uma das características do barroco em Córdoba.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA antiga igreja conventual ainda se conserva, e ocupa o centro da fachada principal….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o Palácio de la Merced é a sede da Diputación Provincial de Córdoba. Outro lugar interessante, já em pleno Centro Histórico da cidade, é a Torre de San Juan, o único vestígio conservado de uma mesquita muçulmana. O monarca Fernando III doou a mesquita à Ordem dos Cavaleiros de San Juan de Jerusalém, que transformou a mesquita numa igreja paroquial, função que ocupou até 1880. A partir de então, transformou-se na Igreja Conventual das Escravas do Sagrado Coração de Jesus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASituada bem próximo ao antigo Fórum Romano, a Plaza de las Tendillas constitui hoje em dia o principal centro comercial da cidade. O centro da praça está presidida pelo monumento em homenagem a Gonzalo Fernández de Córdoba, mais conhecido como “El Gran Capitán“. Este genial militar, considerado um dos mais importantes de toda a história espanhola, prestou seus serviços aos Reis Católicos, participando em batalhas decisivas que proporcionaram a incorporação de novas terras ao Império Espanhol, principalmente na Itália. Sua capacidade como estrategista possibilitou a formação dos futuros “Tercios“, a unidade de elite do exército a serviço dos Reis da Dinastia dos Habsburgos, e se tornaram famosos por sua resistência nos campos de batalha. Combinou à perfeição a artilharia, cavalaria e infantaria, além do apoio naval. O monumento, uma estátua equestre em bronze (com exceção da cabeça, realizada em mármore branco) foi realizado em 1923, e o modelo para a figura do homenageado foi um organista da Igreja de San Nicolás, templo que vimos na matéria sobre as Igrejas Históricas de Córdoba.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANos vários dias em que estive em Córdoba, percorri praticamente toda a extensão da cidade, buscando lugares de interesse histórico, além de locais de uma singela beleza…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAproveitei também para saborear a gastronomia espanhola, como no dia em que provei uma deliciosa salada com pimientos (pimentão, em português) de primeiro prato e um suculento bacalhau de segundo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos pratos mais tradicionais da cozinha cordobesa é o Salmorejo, um tipo de sopa feita à base de tomate, mas com um aspecto mais denso. Este prato se popularizou fora da Andaluzia, e atualmente pode ser encontrado em todo o país. Abaixo, vemos a receita do Salmorejo, que encontrei em minhas andanças pela cidade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Igrejas Históricas de Córdoba – Parte 3

No post de hoje, veremos outras das Igrejas Históricas de Córdoba, que podem ser conhecidas num agradável passeio por seu centro histórico. A Igreja da Trindade (Iglesia de la Trinidad, em espanhol) está localizada na Plaza de la Trinidad, onde antigamente se erguia um convento fundado por Fernando III no século XIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja que vemos atualmente data do século XVIII, inserindo-se dentro do estilo barroco. Abaixo, vemos uma foto do interior da igreja e o Retábulo Maior, construído no mesmo estilo em 1724. Está presidido pela chamada Virgem do Coro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, o belo órgão da igreja….

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém barroca é a Igreja de San Cayetano, edificada entre 1638 e 1656. Sua colorida fachada amarela, presidida por uma imagem do santo titular, é muito bonita…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO patrimônio religioso de Córdoba inclui alguns conventos cujas igrejas ainda podem ser admiradas, caso da Igreja de N.Sra de Gracia, pertencente a Ordem Trinitária.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento foi construído no começo do século XVII, sendo que a igreja começou a ser levantada em 1648. Abaixo, vemos uma foto do interior da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo foi saqueado pelo exército francês durante a ocupação napoleônica em 1808. O Retábulo Maior do século XVIII foi trazido de outro convento, em 1869.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA Muitos conventos oferecem dôces típicos preparados pelas freiras, algo que ocorre em muitas instituições religiosas espalhadas pelo país, como o Convento de Santa Ana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste convento foi fundado pela Ordem Carmelita no século XVII. Na fachada principal vemos as  esculturas de Santa Ana, a Virgem Maria e o Menino Jesus.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo as matérias dedicadas às Igrejas Históricas de Córdoba com uma pequena ermita, situada junto ao Rio Guadalquivir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Igrejas Históricas de Córdoba- Parte 2

Continuando a matéria sobre as Igrejas Históricas de Córdoba, no post de hoje veremos mais alguns templos que se destacam por sua relevância ao longo dos séculos e que atualmente fazem parte do patrimônio histórico da cidade. A Real Iglesia de San Pablo (original em espanhol) formava parte de um antigo convento dominicano, e foi edificada onde no período romano se localizava o Circo e na época muçulmana um palácio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento foi derrubado em 1848, pois se encontrava em mau estado depois da ocupação  francesa do início do século XIX, que o transformou em quartel. A igreja é a única parte conservada, e na foto acima vemos a fachada principal, do século XVI, com a imagem do Apóstolo Paulo. Saulo, que depois de sua conversão adotou o nome de Paulo, fazia parte de uma família judia bem posicionada. Inicialmente perseguidor dos cristãos, Jesus apareceu diante dele e transformou sua vida. A partir de então, realizou um trabalho de difusão do cristianismo. Por ser cidadão romano, ao ser martirizado foi decapitado, ao invés de ser crucificado. Abaixo, vemos a bela roseta que se eleva na parte superior da fachada principal da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo está presidido por uma porta barroca, construída em 1706, testemunho do antigo caráter conventual do templo. Infelizmente, não pude visitar seu interior, pois estava fechado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Paróquia de San Andrés foi fundada no século XIII, sendo considerada portanto outra das denominadas Igrejas Fernandinas de Córdoba. Posteriormente, foi reformada nos séculos XIV, XV e no período barroco, momento em que se reformou a fachada que vemos a seguir, presidida pela imagem de Santo André, titular do templo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA imponente torre pertence ao estilo renascentista….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior da igreja está formado por 3 naves separadas por arcos semicirculares. Abaixo, vemos um detalhe do  retábulo maior barroco da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja possui um singelo mas bonito órgão

OLYMPUS DIGITAL CAMERASanto André exerceu a profissão de pescador, como seu irmão Pedro, que lhe apresentou a Jesus. Foi crucificado na época do Imperador Nero, sendo amarrado na cruz em forma de X. De final do seculo XVIII é a Igreja de San Rafael, padroeiro de Córdoba.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja finalizou-se somente em 1806, e foi erguida no local onde que segundo a tradição apareceu o Arcanjo Rafael a um sacerdote local em 1578. A fachada exterior é um expoente da arquitetura neoclássica da cidade. O interior da igreja é muito bonito, constituindo uma síntese entre a planta basilical e um formato centralizado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma imagem de San Rafael de 1735, realizada pelo escultor Alonso Gómez de Sandoval.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo a matéria com o órgão da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Igrejas Históricas de Córdoba

Sobre as igrejas mais importantes de Córdoba realizei duas matérias, nos dias 4 e 5 de abril, precisamente das denominadas Igrejas Fernandinas, cujo nome se refere ao Rei Fernando III que reconquistou a cidade dos muçulmanos e a dividiu em 14 bairros, cada qual com sua paróquia. No entanto, existem muitas outras igrejas que gostaria de mencionar, tanto por sua importância religiosa e arquitetônica, quanto por sua relevância histórica. A Paróquia de San Nicolás de la Villa é uma delas, pois se considera uma das últimas Igrejas Fernandinas em ser construída, no século XIV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm sua parte exterior, destaca a torre, edificada no século XV possivelmente sobre um antigo minarete islâmico. Como podem observar, a estrutura possui um caráter defensivo e o nível superior  apresenta uma curiosa planta octogonal, como se estivesse fortificada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADevido à sua antiguidade, a igreja se destaca pela combinação de vários estilos diferentes. A planta original foi edificada no estilo gótico-mudéjar, mas a fachada principal pertence ao século XVI, em pleno período renascentista, realizada pelo arquiteto Hernán Ruiz II. Simples e austera, está adornada com o santo titular da igreja, San Nicolás.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANos séculos XVII e XVIII a igreja sofreu profundas reformas, que lhe propiciaram o aspecto barroco que vemos atualmente, principalmente em seu interior. O Retábulo Maior, por exemplo, foi realizado em 1720. No centro, vemos a imagem de San Nicolás.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASan Nicolás é um santo que possui a particularidade de pertencer tanto a Igreja Católica Romana, quanto a Igreja Ortodoxa Grega. Apesar de nao ter sido um mártir, adquiriu grande popularidade, até o ponto que a figura de Papai Noel foi baseada em fatos de sua vida. Uma das principais lendas sobre ele conta que um nobre que empobreceu enviou suas filhas à prostituição, para poder alimentá-las. Conhecedor desta drástica medida, San Nicolás salvou as filhas da desonra, presenteando a família com três sacos cheios de ouro, que foram depositadas no interior da casa através da janela em plena escuridão noturna. Abaixo, vemos o órgão da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa foto que segue vemos o belíssimo teto decorado com um artesanato de estilo mudéjar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERATambém realizada por Hernán Ruiz II é a Capela do Batismo, no estilo renascentista. Nsta capela foi batizada outro dos personagens históricos mais importantes de Córdoba, o político e nobre Gonzalo Fernández de Córdoba (1453/1515), que tornou-se conhecido como “El Gran Capitán“, graças a sua capacidade como estrategista militar. Serviu ao Rei Católico Fernando de Aragón em várias batalhas pelo continente europeu, conquistando regiões da Itália que passaram a fazer parte do Império Espanhol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERABem próxima à Paróquia de San Nicolás encontra-se outro templo de importância histórica, a Real Colegiata de San Hipólito.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta igreja fazia parte de um monastério fundado pelo monarca Alfonso XI de Castilla em 1343. O rei também utilizou a igreja como panteão real, já que em seu interior ordenou que fossem colocados os sepulcros de seu pai Fernando IV, falecido em 1312, e o seu próprio. Podemos vê-los na igreja ainda hoje…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1347 a igreja foi elevada à condição de Colegiata, com o propósito de que pudessem ser celebrados ofícios em memória dos monarcas enterrados. Abaixo, vemos um detalhe de sua fachada principal, construída em 1730 e decorada com uma imagem de San Hipólito.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA torre também pertence ao século XVIII…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO belíssimo órgão da igreja, igualmente barroco, é considerado um dos mais importantes de toda a Comunidade de Andalucía.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo final do século XIX a igreja foi cedida à Ordem dos Jesuítas. Finalizo a matéria com algumas imagens do interior da Real Colegiata.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Os Pátios de Córdoba – Parte 2

Os Pátios de Córdoba ficaram famosos, em grande parte, graças ao impulso proporcionado pelo concurso municipal que se realiza anualmente na primeira quinzena do mês de maio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO primeiro concurso dos mais belos Pátios de Córdoba ocorreu em 1921, e o festival foi declarado de Interesse Turístico Nacional em 1980. Em 1974 foi criada a Associação dos Amigos dos Pátios Cordobeses, que divulga a festa e a beleza destes encantadores lugares.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADurante o festival, os proprietários das casas  decoram com esmero seus pátios, tornando-os ainda mais bonitos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo comentei no post anterior, muitos pátios da cidade encontram-se abertos à visitação pública. Além do mais, existem percursos pagos onde se podem conhecer os pátios particulares de outras residências, a grande maioria deles vencedores de concursos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO denominado Bairro de San Basilio, próxima a zona monumental da cidade, concentra vários destes pátios incluídos nestas visitas pagas. Em minha viagem por Córdoba, realizei duas destas rotas, sendo que cada uma custa 5 euros aproximadamente, com direito a visitar 5 pátios cada uma.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAo iniciar a rota prévio pagamento da visita, recebemos um folheto com o endereço de cada pátio que podemos visitar. O proprietário (a) de cada casa nos recepciona e nos conta a história do pátio e outros aspectos curiosos do mesmo, como suas peças históricas, como as fontes, poços, objetos relacionados à limpeza, colunas que datam da época romana, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASe algo chama a atenção dos proprietários é a simpatia e amabilidade de todos eles (as). Num dos pátios, fui recepcionado com uma taça de vinho, um detalhe que tornou a visita ainda mais agradável.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMuitos objetos históricos que se destacam por sua curiosidade fazem parte da visita, como esta espécie de filtro formado pelos recipientes que vemos abaixo. A água do poço é colocado nos recipientes da parte superior do móvel, que vai filtrando a água aos recipientes situados justo embaixo. Finalmente, a água que se consome é a que está no recipiente da parte inferior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPara finalizar a matéria, gostaria de enaltecer a paz de espírito que sentimos nos Pátios de Córdoba, favorecida pela contemplaçao de sua beleza, o aroma das flores e árvores frutíferas que o compõem, além da tranquilidade que reina nestes imperdíveis lugares da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Os Pátios de Córdoba – Patrimônio da Humanidade

Visitar Córdoba e nao conhecer os pátios de suas casas, restaurantes, palácios, etc é um verdadeiro pecado. Isso porque constitui uma das mais agradáveis atrações da cidade, pela beleza decorativa de cada um deles e pela importância na vida dos seus habitantes ao longo dos séculos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Pátios de Córdoba foram declarados Patrimônio Imaterial da Humanidade, aumentando para três os locais da cidade que receberam esta privilegiada distinção (os outros dois correspondem a Mesquita-Catedral e o Centro Histórico de Córdoba). Convertidos num verdadeiro símbolo da cidade, os pátios cordobeses originaram-se das antigas casas romanas, denominadas Domus.  As dependências das residências romanas estavam distribuídas ao redor de dois pátios, um utilizado como local de recepção (atrium) e outro como local de recreio e lazer, com jardins, fontes, etc (peristilo). O atrium encontrava-se aberto para recolher a água da chuva. Já o Peristilo, de influência grega, estava formado por um pátio porticado e ajardinado, que a partir do século II aC começou a adquirir protagonismo nas casas da elite romana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs árabes introduziram na Península Ibérica o gosto pelo jardim, incorporando árvores frutíferas e plantas comestíveis, gerando o chamado Jardim Hispano-Muçulmano. Na Córdoba Omeya se consolida o pátio como uma parte fundamental da residência e também como uma zona privada, aberto ao céu mas fechado à visitação pública. O pátio passa a constituir o elemento articulador da casa, em torno do qual girava a vida familiar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASeus elementos mais comuns eram a fonte e o poço para o abastecimento de água, além das plantas. Originários de uma terra desértica e árida, a presença da fonte nos pátios da Córdoba Muçulmana criava uma espécie de oásis nos tórridos verões cordobeses. De fato, existe um certo microclima nos pátios, com temperaturas bem mais amenas que no exterior da casa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAntigamente vivam várias famílias numa mesma residência e o pátio representava a área comum. Sua conservação e manutenção se realizava de forma comunitária, servindo como ponto de encontro social.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERACom o tempo, o pátio cordobês vai se enriquecendo com outros elementos decorativos, como a cerâmica, vasos, etc. A partir do século XVIII e, principalmente do século XIX, a emergente burguesia utiliza o pátio como símbolo de seu status social, adornando-o com plantas exóticas e peças arqueológicas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, muitos dos Pátios de Córdoba se encontram abertos ao exterior por meios de cancelas, de forma que possam ser apreciados desde a rua. Por isso recomendo que a todos (as) que visitem a cidade, quando observem uma porta aberta de uma casa com pátio, nao deixem de observá-lo e contemplar sua beleza…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo área comum para as famílias residentes, no pátio se encontra, além do poço e da fonte, as pias para lavar a roupa, muitas delas com objetos históricos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma característica essencial, a presença de inúmeros vasos com plantas nos muros dos pátios, faz com que regar todos elas seja uma tarefa árdua. Os cordobeses utilizam uma espécie de mangueira com uma caneca na ponta para regar as plantas e flores situadas em alturas elevadas, como demonstra esta escultura que encontrei no centro da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPor toda a cidade vemos cartazes com escritos, muitos deles realizados por autores famosos, sobre a importância dos Pátios de Córdoba…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm alguns pátios funciona uma pequena loja, onde se comercializam produtos típicos da tradição espanhola…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA