A Constituiçao de Cádiz

Um dos fatos históricos mais importantes sucedidos em Cádiz foi a promulgação da Constituição de 1812, um acontecimento fundamental na vida do país por ter sido a primeira carta magna elaborada na Espanha. Foi aprovada em plena Guerra da Independência (1808/1814), num período em que o país foi governado por José Bonaparte, irmão do imperador Napoleão.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Constituição de Cádiz foi a resposta do povo espanhol à invasão  comandada pelo imperador francês. Considerada uma das mais liberais de sua época, tornou-se conhecida como “La Pepa“, uma alusão a José Bonaparte, vulgo Pepe Botella. Apesar de sua transcendência, a constituição teve uma vida efêmera, pois foi abolida quando o monarca Fernando VII retorna de seu cativeiro na França no final da guerra, implantando o mais duro absolutismo no governo do país durante 6 anos (1814-1820). Atualmente, podemos visitar vários lugares associados a este grande momento histórico da cidade, como o Monumento à Constituição de 1812, erguido em 1912 para celebrar seu primeiro centenário.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta bela homenagem foi projetada pelo arquiteto Modesto López Otero (1885/1962) e o escultor Aniceto Marinas (1866/1953).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Constituição de Cádiz foi promulgada no Oratório de San Felipe Neri, um templo barroco de grande relevância no panorâmico artístico de Andaluzia, por ser um dos poucos existentes construídos numa planta elíptica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO local foi declarado Monumento Histórico-Artístico em 1907, tanto por sua singularidade arquitetônica, quanto por sua importância histórica, pois tornou-se a sede da corte durante a elaboração da constituição. No exterior, várias lápides comemorativas celebram este grande momento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERABem próximo ao Oratório situa-se o Museu Iconográfico e Histórico das Cortes e do Sítio de Cádiz, também inaugurado em 1912 como comemoração de seu primeiro centenário. O edifício foi projetado pelo arquiteto Juan Cabrera Latorre, que concebeu uma fachada de inspiração neoclássica. Acolhe abundantes objetos dos séculos XVIII e XIX, principalmente aqueles relacionados com o assédio das tropas francesas ocorrido entre 1810 e 1812. Evidentemente, conta também a história da Constituição de 1812

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro aspecto pelo qual Cádiz é conhecida internacionalmente se deve ao famoso carnaval realizado anualmente. Uma de suas maiores atrações, o desfile de fantasias, pode ser admirado no Teatro Falla, o mais importante da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta bela construção neomudéjar foi iniciada em 1884, sendo finalizada somente em 1910, pelo mesmo arquiteto do Oratório de San Felipe Neri, Juan Cabrera de Latorre. Possui um formato de ferradura, e se assemelha muito às Praças de Touros edificadas no mesmo estilo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Teatro Falla foi construído no mesmo lugar onde anteriormente se erguia um teatro feito de madeira, incendiado em 1881. Os elementos da arquitetura islâmica destacam-se na fachada do edifício…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos nosso passeio por esta bela cidade com uma das joias de sua arquitetura contemporânea, o Hotel Parador Atlântico, que oferece estupendas vistas de Cádiz.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInaugurado em 1929, foi totalmente reformado há alguns anos atrás, segundo os critérios mais avançados da tecnologia construtiva. O projeto se deve ao arquiteto Luis Collarte, que enfatizou a amplitude dos espaços e o aproveitamento da luz.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA reforma do hotel levou em conta as modernas normas ambientais, com painéis solares, coletores de águas pluviais, utilização de energia renovável, etc. Tive a oportunidade, junto com minha esposa, de saborear um almoço em seu restaurante, e provar sua deliciosa gastronomia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

A Catedral de Cádiz

A Catedral é um dos monumentos mais significativos e conhecidos da cidade de Cádiz. Situada bem próxima ao mar, pode ser vista de vários lugares, e sua cúpula amarela é inconfundível.

OLYMPUS DIGITAL CAMERARecebe a denominação de “Santa Cruz sobre o mar“, ainda que os gaditanos a chamam de Catedral Nova, em contraposição a Catedral Velha, edificada no séc. XVI sobre uma anterior igreja gótica construída em tempos de Alfonso X, e que atualmente cumpre a função de igreja paroquial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção se produziu devido ao deficiente estado da Catedral Velha, assim como pela importância que Cádiz adquiriu depois que tornou-se sede da Casa de Contratação em 1717, adquirindo o status de principal porto comercial com o continente americano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFoi iniciada em 1722 e finalizada em 1838, e durante as obras participaram vários arquitetos, entre os quais Vicente Acero, que realizou o projeto inicial, Gaspar Cayón e seu sobrinho Torcuato Cayón, entre outros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua fachada principal está composta por uma combinação de formas côncavas e convexas, próprias do estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO clima da cidade, e a localização da catedral junto ao mar provocaram o desgaste da pedra, cuja consequência foi o progressivo desmoronamento de algumas partes de sua estrutura. Por este motivo, no interior do templo foram colocadas redes de proteção, como vemos na foto abaixo, em que aparece o belo coro da catedral.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Altar Maior está formado por um baldaquino neoclássico dedicado à Imaculada Conceição.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASob o altar maior, situa-se uma grande cripta, onde estão sepultados personagens ilustres de Cádiz, como o compositor Manuel de Falla (1876/1946).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos com uma foto do órgão e do púlpito da Catedral de Cádiz….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um Passeio por Cádiz – Parte 2

Desde tempos remotos, Cádiz é conhecida como a Cidade das Torres. Isso graças às inúmeras torres que se erguem pelo centro histórico, cuja finalidade era servir de mirante para a vigilância do tráfico portuário. Em 1770, haviam 160 torres, das quais se conservam 129. A mais alta e conhecida é a Torre Tavira, situada no Palácio dos Marqueses de Recaño, construída no séc. XVIII no estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA torre recebeu este nome pois desde 1778 era um antigo posto de controle do porto gaditano, a cargo do oficial da marinha Antonio Tavira. O local é visitável, e uma de suas maiores atrações é a câmera escura, que nos oferece imagens instantâneas da cidade. Seu funcionamento está baseado num princípio ótico que consta de um espelho e duas lentes que projetam imagens do exterior, sobre uma tela branca côncava, situada numa sala completamente escura. Dessa forma, podemos observar cenas reais ocorrendo na cidade, além de conhecer em tempo real suas ruas, praças e monumentos. As vistas do alto da torre abarcam toda a cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACaminhando pelo centro histórico vemos placas comemorativas que celebram acontecimentos de grande transcendência que ocorreram na cidade, como a segunda viagem de Cristovão Colombo ao continente americano, quando saiu do porto de Cádiz em 25 de setembro de 1493.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém da Catedral, que veremos em breve, Cádiz possui outras belos templos religiosos, como a Igreja de San Antônio, situada na praça homônima. Construída em torno a 1770 no estilo barroco, foi reformada no séc. XIX e suas altas torres se destacam na fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de Santa María, também monastério de freiras franciscanas, foi o primeiro convento erguido na cidade, em 1527. O assalto combinado de Inglaterra e Holanda no final do séc. XVI a deixou em péssimas condições, e teve que ser reconstruída no começo do séc. XVII, quando junto a ela foi edificada a Capela do Nazareno.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERACádiz possui alguns belos edifícios que chamam a atenção, como este que vemos abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos mais importantes é a Casa Consistorial, sendo que a prefeitura se encontra no mesmo local desde o séc. XVI. O edifício atual foi construído em duas etapas. A primeira, neoclássica, foi iniciada em 1799 pelo arquiteto Torcuato Benjumeda. Na segunda, em 1861, foram colocados seus elementos decorativos por Manuel Garcia Alamo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Colégio Público Campo del Sur se localiza numa bela construção, cujos dados históricos não pude encontrar…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos outros lugares interessantes da cidade, onde se homenageiam personagens ilustres, e algumas de suas mais importantes praças.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUm aspecto que me impressionou na cidade, além de seus diversos monumentos e longa história, são a grande quantidade de espécies vegetais que podemos contemplar, muitas delas importadas de outros locais do mundo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um Passeio por Cádiz

Cádiz é uma cidade que pode ser conhecida tranquilamente caminhando. O primeiro aspecto urbano que chama a atenção do visitante é o sistema defensivo de um lugar estratégico, e por isso mesmo, cobiçado ao longo dos séculos. O Baluarte de Puerta Tierra, que protegia Cádiz de seu único acesso por terra, é monumental e imponente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta grandiosa construção separa o centro antigo da Cádiz moderna. Foi construída no séc. XVIII pelo arquiteto Torcuato Cayón como uma ampliação de seu sistema de muralhas. O pórtico central de mármore preside a fachada, a modo de arco de triunfo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm frente ao pórtico, duas esbeltas estátuas de mármore branco com as esculturas barrocas dos santos padroeiros San Servando e San Germán. Em 1850 construiu-se a torre, cuja finalidade era servir como estrutura para a linha de telégrafo óptico de Andaluzia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAApesar de seu tamanho, grande parte do baluarte foi derrubado no séc. XX para facilitar o tráfico de veículos na zona. É possível visitar sua parte interna e sua parte superior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto da Puerta de Tierra uma vez passado o pórtico de entrada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm  monumento que recorda o aspecto medieval de Cádiz é o Arco de la Rosa, pertencente à muralha reforçada pelo rei Alfonso X, depois da reconquista da cidade em 1262.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra construção relevante da defesa de Cádiz é o Castelo de Santa Catalina. Apesar do nome, na realidade é um forte, construído depois que a cidade foi saqueada em 1596.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta fortaleza possui uma planta em forma de estrela e sua construção foi influenciada pela arquitetura militar italiana. Durante uma época exerceu a função de prisão militar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, sem a necessidade de exercer a função para o qual foi construído, o Castelo de Santa Catalina é utilizado para atos culturais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando lá estive, haviam várias exposições interessantes. Uma delas estava dedicada a Mariana Cornejo (Cádiz – 1947/2013), uma cantora de flamenco considerada uma das mais importantes da escola gaditana. Ficou famosa com o apelido Mariana de Cádiz

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir vemos as dependências interiores da fortificação, que conta inclusive com uma bela capela.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Cádiz – Comunidade de Andaluzia

Nos anos 60, uma emissora de rádio de Cádiz assim iniciava sua programação: “Aqui Cádiz, a cidade mais antiga do Ocidente”. A afirmação é verídica, pois a cidade conta com uma história de mais de 3 mil anos. Admite-se sua fundação pelos fenícios procedentes de Tiro, no séc. XII aC. Este povo de grandes navegantes não utilizavam as vogais em seu alfabeto, e conheciam a localidade com o nome de GDR (Gádir), cujo significado poderia ser “recinto amurralhado”. De fato, Gádir foi o enclave fenício mais importante da Península Ibérica e dela partiu Aníbal para a conquista da Itália.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois de finalizada as Guerras Púnicas com a vitória militar dos romanos sobre Cartago, se construiu uma nova cidade, a Gades Romana, que tornou-se a principal localidade de Hispania situada na costa, desde o Estreito de Gibraltar. Alcançou grande prosperidade, graças principalmente à pesca do atum.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos grandes achados arqueológicos pertencentes a época romana é o famoso Teatro, encontrado por acaso em 1980. É considerado o teatro romano mais antigo entre todos os conhecidos na Península Ibérica, e o segundo maior da Hispania, superado apenas pelo Teatro de Córdoba. Tinha capacidade para receber 20 mil espectadores, uma enormidade, levando-se em conta que a cidade estava habitada por cerca de 50 mil habitantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs escavações realizadas deixaram à mostra apenas uma parte do teatro, e algumas outras podem ser vistas no subterrâneo do local construído como  Centro de Interpretação do Teatro Romano de Cádiz, onde podemos conhecer sua história e importância. Uma maquete nos permite visualizar como era realmente…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO teatro foi construído no séc. I aC, e abandonado no séc. IV dC. Sobre suas ruínas os árabes edificaram uma fortaleza. Abaixo vemos uma bela panorâmica em preto e branco da Cádiz atual, que me impressionou durante a visita ao teatro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo sucedeu com as antigas cidades da Espanha, Cádiz foi dominada pelos visigodos com a decadência do Império Romano e pelos árabes a partir do séc. VIII dC. Em 1262 foi reconquistada pelo rei Alfonso X “El Sábio” e incorporada ao Reino de Castilla. Sobre os restos romanos, um novo recinto de muralhas foi construído.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1596, a cidade foi saqueada e destruída por uma esquadra anglo-holandesa, devido a guerra entre Espanha e Inglaterra. Sua importância portuária se renova no final do séc. XVII, quando a antiga Casa da Contratação de Comércio, responsável pelas atividades mercantis com o continente americano, é trazida de Sevilha a Cádiz. A cidade se transforma no principal porto marítimo do país a partir de 1700, quando contava com 40 mil habitantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma série de acontecimentos bélicos afetaram a cidade no começo do séc. XIX, como a famosa Batalha de Trafalgar (1805) e o Sítio de Cádiz (1810/1812), quando a cidade foi conquistada pelo exército de Napoleão. Superado este complicado período de sua história, a cidade floresceu novamente, e sua composição urbana atual deriva deste momento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom a Desamortização de Mendizábal (1836), novos espaços públicos foram criados para a população com a derrubada de antigos conventos, como muitas das praças que vemos hoje em dia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos passeios mais agradáveis que podemos fazer em Cádiz contorna a antiga muralha defensiva, oferecendo belas vistas do entorno e espaços ajardinados de grande beleza.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANas próximas matérias veremos alguns dos principais pontos turísticos da cidade de Cádiz. Não percam !!!

Medina Sidonia – Segunda Parte

Neste segundo e último post sobre Medina Sidonia conheceremos alguns de seus lugares mais emblemáticos, além daqueles que vimos na matéria anterior. Um de seus símbolos mais famosos é o Arco de la Pastora, uma porta de acesso ao recinto árabe construída no mais puro estilo muçulmano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta belíssima porta foi construída em época califal (séc. X). Está constituída por dois arcos de ferradura e uma escada, como podemos ver acima. Os arcos estão apoiados por colunas, cujos materiais utilizados pertenceram ao Templo de Hércules, edifício do período romano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma parte da muralha ainda se conserva ao lado do Arco de la Pastora.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA outra porta que integrava a antiga muralha árabe, e que sobreviveu à passagem do tempo, é o Arco de Belén. No entanto, muitas reformas posteriores alteraram seu aspecto original.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPassando pelo Arco de Belén encontramos a Igreja Mayor de Santa María de la Coronada, o principal templo religioso da cidade. Declarada Bem de Interesse Cultural, foi construída sobre uma igreja anterior de estilo mudéjar, que por sua vez foi edificada sobre a mesquita principal da cidade muçulmana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA construção da igreja iniciou-se em 1518, durante o governo do IV Duque de Medina Sidonia, Juan Alonso Pérez de Guzmán, e finalizou-se em 1615, na época do VII Duque, Alonso Pérez de Guzmán El Bueno.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInfelizmente, a igreja se encontrava fechada, e não pude conhecê-la por dentro. Ao lado do templo estão sendo realizadas escavações arqueológicas….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir vemos algumas fotos de seu centro histórico….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMedina Sidonia é uma cidade que possui muitos outros lugares de interesse, mas o tempo que dispunha era escasso e não me permitiu conhecê-los. De qualquer forma, espero que esta pequena mostra seja suficiente para que tenham uma ideia da riqueza de seu patrimônio histórico. Finalizo com uma imagem do Edifício da Prefeitura, que combina elementos do barroco e do neoclassicismo. Construído entre os séculos XVII e XVIII, em seu interior se encontra o Arquivo Histórico da cidade, uma verdadeira joia com documentos de grande importância, como um pergaminho de 1268, assinado pelo monarca Alfonso X “El Sábio”.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Medina Sidonia – Província de Cádiz

Medina Sidonia foi minha última etapa antes de conhecer a capital provincial, Cádiz. Esta cidade de 12 mil habitantes localiza-se no centro da Província de Cádiz, e a importância de seu patrimônio cultural se reflete no título a ela concedido, de Conjunto Histórico-Artístico. Conta com uma grande quantidade de monumentos históricos, graças às inúmeras culturas que nela habitaram ao longo dos séculos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFundada no séc. I pelo imperador romano César Augusto com a denominação de Asido Caesarina Augusta, integrava o território de Hispania conhecido como Província Ulterior Betica. Vários são os restos arqueológicos encontrados de sua época inicial, como as cloacas e o sistema de condução de águas implantados durante o período romano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1997 foram descobertos restos de uma antiga calçada romana, situada a 4 metros por debaixo do nível atual das ruas da cidade, que demonstram o importante papel desempenhado por Medina Sidonia em sua época fundacional, quando atingiu o status jurídico de Colônia de Direito Romano. Esta via pavimentada foi construída no séc. II dC, uma das principais ruas de Asido Caesarina, conhecida como Cardo Maximus, de orientação norte-sul.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruída com grandes blocos de pedra, está composta por duas calçadas laterais e a via propriamente dita, de 5 metros de largura, que possibilitava a passagem de dois carros simultaneamente. Ao longo de sua linha central encontrou-se uma cloaca de quase 1 metro de altura, que canalizava as águas das chuvas e os resíduos dos edifícios e fontes da cidade. Como curiosidade, foram gravados nos blocos de pedra tábuas de jogos para o divertimento de seus cidadãos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa Espanha Visigoda, foi capital provincial e sede episcopal, com o nome de Asidona. No ano de 712 foi conquistada pelos árabes, quando então passa a chamar-se Sidonia. Famosos são os seus doces, e se comenta que chegou a ser a capital do mundo árabe na elaboração de guloseimas, das quis a mais conhecida é o Alfajor, que atualmente podemos provar em seus bares e lojas especializadas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1264, a cidade foi reconquistada pelo rei Alfonso X “El Sábio”. A partir deste momento, tornou-se sede de várias ordens militares, como a de Santiago, por exemplo. Em 1440 se constitui numa cidade senhorial, propriedade dos Duques de Medina-Sidonia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo vemos o escudo da cidade, que podemos ver dentro das dependências da Prefeitura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA longa história de Medina Sidonia pode ser vista nas ruínas do castelo, que domina sua parte mais elevada. A montanha sobre a qual se assenta a fortaleza constitui a de maior altura do terço ocidental da província.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa realidade, este conjunto arqueológico está formado por 3 fortificações superpostas de épocas distintas. A parte mais elevada pertence ao período romano. Podemos observar também restos do Alcázar Árabe, provavelmente do séc. XI, e boa parte do castelo construído pelo II Duque de Medina Sidonia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre o final do séc. XVI e o séc. XX, o castelo e seu entorno foram paulatinamente destruídos para a extração de pedras que se utilizaram para a edificação de novas construções da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo séc. XIX tornou-se um local estratégico como quartel geral das tropas francesas, que ocuparam a cidade entre 1810 e 1812. Por este motivo, foram levantadas as muralhas e um novo recinto interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, veremos a segunda e última parte da matéria sobre Medina Sidonia.