Oviedo

Situada no norte da Espanha, Oviedo é a bela capital do Principado de Asturias.
Conta com aprox. 210 mil habitantes e foi fundada no ano 761 dC.
Em 812, durante o reinado de Alfonso II, descobriu-se a tumba do apóstolo Santiago. O rei parte para Compostela, convertendo-se no primeiro monarca peregrino relacionado ao Caminho de Santiago. Desde entao, Oviedo faz parte obrigatória da famosa rota de peregrinaçao.
Na cidade encontra-se algumas das construçoes mais representativas da Arte Preromânica Asturiana, declarada Patrimônio da Humanidade. Devido à sua importância, lhe dedicamos um post à parte. Além disso, muitos outros lugares de interesse merecem nossa consideraçao.

A Catedral de San Salvador começou a edificar-se no séc. XIII e sua construçao prolongou-se durante 3 séculos, até a finalizaçao da torre e do pórtco da fachada no séc. XVI.

Imagem

Imagem

O templo pertence ao estilo gótico e localiza-se no mesmo lugar da antiga catedral preromânica, erguida no séc. IX. Desta época, se conserva a chamada Câmara Santa, construída durante a época de Alfonso II, e onde estão depositadas as jóias e relíquias mais valiosas da catedral.
Do século XII, a Torre Velha é de estilo Românico.
Imagem

Abaixo, vemos as imagens do interior do templo e de seu retábulo maior.

Imagem

Imagem

Ao lado da catedral, a Igreja de San Tirso também é preromânica, porém se conserva, desta época, apenas o muro de sua cabeceira.

Imagem

O edifício da prefeitura foi projetado em 1622, aproveitando-se o suporte da antiga muralha. Durante a guerra civil espanhola, foi quase destruído, reedificando-se  e colocando a Torre do Relógio em 1940.

Imagem

Imagem

Situado no claustro do Monastério de San Vicente, o Museu Arqueológico foi criado  em 1944, mas somente  aberto ao público em 1952. Em 2004 sofreu obras de reabilitação e ampliação, sendo reinaugurado em 2011.

Imagem

Imagem

Considerada Monumento Histórico-Artístico, a Igreja de San Isidro el Real situa-se em plena Praça da prefeitura. Fazia parte do antigo Colégio dos Jesuítas, e sua construção, iniciada em 1578, foi finalizada  apenas em 1740. Por isso, vemos na fachada uma alternância de estilos, pois o corpo inferior é renascentista, enquanto o superior é de época barroca.

Imagem

Imagem

O mercado da cidade é um ótimo lugar para apreciar as delícias da gastronomia local.

Imagem

A Sidra, uma bebida fabricada com o suco fermentado da maça, é uma das referências da Comunidade Asturiana. Considerada de baixa graduação (3 a 8%), é consumida em atos sociais e festivos em toda a região. Em Oviedo, existem muitas sidrerias, onde se pode beber e comer à vontade.

Imagem

Anúncios

Pré-Românico Asturiano

Como o próprio nome indica, é um estilo artístico precursor do Românico e exclusivo da Comunidade Asturiana. Se desenvolve a partir do séc.VIII e se extende até o séc. X, quando é absorvido pela arte românica.
Esteve associado plenamente à monarquia  dos reis de Astúrias, cujo reino durou 2 séculos, antes de ser incorporado ao reino de León.
A criação e consolidação deste novo reino ocorre após a batalha de Covadonga, vencida por Pelayo, contra o invasor mussulmano, e é proclama rei de Astúrias.
Paralelamente ao desenvolvimento político-social, o reino alcançou um progresso cultural que resultou num dos momentos artísticos de maior envergadura de toda a Alta Idade Média européia: o Pré-Românico Asturiano.
O novo estilo caracteriza-se por sua capacidade sintetizadora, recebendo as influências dos povos romano e visigodo precedentes e o contao com o mundo carolíngio e mussulmano. Seus maiores êxitos se verificaram no campo da arquitetura.
No geral, os edifícios são de pequeno tamanho, apesar de sua complexa distribuição interna, e localizados quase sempre em locais de grande beleza natural.
Está documentada a existência de mais de 100 monumentos, embora somente se conservem atualmente 14, 7 dos quais foram reconhecidos como Patrimônio da Humanidade em 1985.
Na seqüência, mostraremos algumas destas construções, todas localizadas na cidade de Oviedo, capital da comunidade.

San Julian de los Pardos faz parte do período inicial, em que se fixaram as principais características do estilo, e foi construída no ano 820, durante o reinado de AfonsoIII.

Imagem

Está considerado como o maior e mais conservado templo de todos os edifícios espanholes anterior ao românico. De planta basilical com 3 naves, destaca por sua decoração pictórica, com pintura murais ao fresco.

Imagem

Formava parte de um complexo palacial, situado fora das muralhas de Oviedo, e que incluía residência real, banhos, etc.
Imagem

Já os dois monumentos seguintes correspondem à época de maior plenitude da arte Pré-Românica, desenvolvida no reinado de Ramiro I e de seu filho Ordoño (842/866 dc).
Situada a 3 km de Oviedo, Santa Maria de Naranco representa um símbolo de toda a arte asturiana, alcançando sua máxima complexidade arquitetônica.
Imagem

Originalmente, foi levantado em 842 por Ramiro I como palácio e possui planta retangular, cujas dimensões são 20 x 6m.
A construção consta de 2 andares, sendo o inferior utilizado como armazém e banhos.
O superior constitue o verdadeiro recinto palacial, formado por uma esplêndida sala, aberta em ambos lados por magníficos mirantes, que proporcionam fantásticas vistas de Oviedo. A decoração conservada é eminentemente escultórica, com medalhões e capitéis perfeitamente adaptados e que realçam o espaço arquitetônico.
Imagem

No séc. XII, o palácio se transformou em igreja, em virtude do derrumbamento da Igreja de São Miguel de Lillo, situada próxima a ele.
Como curiosidade, o filme “Viccky Cristina Barcelona”, do cineasta Woody Allen, foi rodada em parte neste palácio.
Imagem

San Miguel de Lillo era a igreja de Ramiro I, construída no ano de 848.
O que se conserva atualmente corresponde somente a um terço de sua estrutura original, pois o resto veio abaixo após um desmoronamento de terra.
Imagem

No interior, sua destacável decoração possui influências bizantinas.
Infelizmente, seu precário estado de conservação fez com que fosse incluída na lista de Monumentos em perigo.
Imagem

Imagem

De todas construções de caráter civil, a única sobrevivente é a Fonte de Foncalada, situada no centro histórico da cidade de Oviedo.Construída por Alfonso III, esta fonte de água potável é considerada o monumento civil de uso contínuo mais antigo de toda a Espanha.

Imagem