Luminárias Modernistas – Barcelona

O Modernismo foi um estilo que englobou as mais variadas formas artísticas, como a arquitetura, a escultura e a pintura, como podemos verificar nas matérias anteriores sobre os edifícios mais emblemáticos desta corrente em Barcelona. Também provocou um grande desenvolvimento das denominadas Artes Decorativas, empregadas tanto nas fachadas das construções, como em seu interior. Por este motivo, se considera o Modernismo como uma Arte Total, em que todas suas manifestações participam de forma harmônica e criativa para a execução do conjunto da obra arquitetônica. Ao contemplar um edifício modernista, primeiro admiramos seu contexto global e pouco a pouco nos fixamos nos inúmeros detalhes decorativos, feitos de pedra, ferro, cerâmica, mármore, enfim, na grande variedade de materiais construtivos utilizados. Na matéria de hoje, veremos um pequeno detalhe da decoração de interiores, cuja cota de criatividade e beleza alcançou níveis de verdadeiras obras de arte dentro da estética modernista. Me refiro às luminárias, objetos que muitas vezes passam desapercebidos, mas que no modernismo logo despertam nossa atenção.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm meus passeios por Barcelona, logo percebi que em muitas entradas de edifícios as portas permanecem abertas, convidando o visitante para que contemple seu interior, e sempre observo detalhadamente suas luminárias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANas grandes obras modernistas da cidade, fiquei impressionado com a originalidade, qualidade artística e atrevimento na realização destes pequenos objetos. No Palau Guell, a primeira obra de Gaudí para seu mecenas Eusebi Guell, existem várias luminárias realmente maravilhosas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANa Casa Millà, também de Gaudí, observamos a integração das luminárias com outros elementos construtivos, como  os portões….

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo incrível Palau de la Música Catalana, realizado por Lluís Domènech i Monatner, as artes decorativas se complementam à perfeição dentro da estrutura geral do edifício, criando ambientes de uma enorme força e requinte.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo Hospital de Sant Paul i Santa Creus , Lluís Domènech i Montaner contou com a colaboração de exímios artistas para a confecção de luminárias belíssimas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Comércios Históricos Modernistas foram igualmente decorados com luminárias encantadoras, que embelezam ainda mais o ambiente, como a que vemos abaixo, do famoso Café Les 4 Cats….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste post é uma pequena homenagem a todos os artistas, muitos dos quais desconhecidos, que com sua imaginação, originalidade e bom gosto transformaram o modernismo num estilo inventivo, alegre e impactante.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Escola de Engenharia de Minas – Madrid

Como complemento a visita ao Museu Geomineiro, podemos conhecer a Escola Superior de Engenharia de Minas, situada bem ao lado do museu, um centro docente pertencente à Universidade Politécnica de Madrid, e que oferece cursos de graduaçao e pos-graduaçao, na área de Engenharia de Minas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta carreira acadêmica foi instaurada na Espanha em 1777, durante o reinado de Carlos III, com a criaçao da Escola de Minas, entao situada em Almadén, Província de Ciudad Real. Em 1835, a escola foi levada à Madrid, e em 1893, adquiriu uma sede própria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício foi projetado por Ricardo Velázquez Bosco, um arquiteto dotado de um estilo muito pessoal. Entre outras obras, foi o responsável pelos Palácios de Velázquez e de Cristal, ambos localizados no Parque do Retiro. Profissionalmente, sempre contou com o auxílio de grandes artistas, como ceramistas, escultores, pintores, que lhe ajudaram  no caráter singular de suas construçoes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das principais carcterísticas de suas realizaçoes é o emprego das chamadas Artes Decorativas, tanto no exterior, quanto no interior dos edifícios. Os materiais utilizados, como ferro, madeira, pedra e vidro sao combinados harmonicamente, oferecendo uma bela imagem do conjunto. No exterior da Escola de Minas, por ex., destacam os murais das fachadas laterais, com cenas alegóricas dedicadas à mineralogia, metalurgia e paleontollogia, realizadas por Daniel Zuloaga e Alfonso Romero.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs quatro torres, situadas em cada esquina da construçao, foram colocadas no início do séc. XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPouco depois, em 1916, foi instalado um belo portao de ferro forjado, que delimita toda a área da instituiçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior está organizado ao redor de um pátio central, composto por dois níveis, e coberto por um teto de vidro e estrutura metálica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos alguns detalhes decorativos que adornam o pátio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício acolhe uma biblioteca histórica, um Museu de Mineralogia e Fósseis, bem como uma exposiçao dedicada aos campos de atuaçao da instituiçao. Entre as peças expostas, destaca uma maquete de uma plataforma petrolífera da Repsol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício, característico da arquitetura de princípio do séc. XX, e um referência na obra do destacado arquiteto, foi declarado Monumento Histórico-Artístico em 1985.

Museu do Romanticismo – Madrid

O Romanticismo foi um movimento político e cultural surgido na Europa a finais do séc. XVIII como uma reação contra o racionalismo da ilustração e do classicismo. Desenvolveu-se na primeira metade do séc. XIX, influenciando a música, a literatura e a pintura. Em Madrid, vale a pena conhecer o museu que retrata esta corrente estética, que contribuiu sobremaneira na forma de vida dos habitantes do séc. XIX.

O Museu do Romanticismo inclui-se dentro da filosofia da chamada casa-museu, e conserva uma importante coleção de objetos históricos e artísticos, relacionadas com os costumes e a vida cotidiana da época.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA instituição está sediada no antigo palácio do Marquês de Matallana, de estilo neoclássico e construído em 1776.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sua existência se deve ao filantropo e mecenas Benigno de la Vega-Inclán, que viveu na segunda metade do séc. XIX e na primeira do seguinte. É conhecido também por ter sido o fundador do museu dedicado a El Greco em Toledo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Em 1921, doou parte de seu acervo ao estado espanhol, com o objetivo de constituir uma coleção estável aberta ao público. Inicialmente recebeu a denominação de Museu Romântico, destinado a preservar a memória do romanticismo espanhol, época de grandes logros literários e artísticos, coincidindo com o reinado da rainha Isabel II.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Inaugurado em 1924, estava composto por pinturas e mobiliários, e paulatinamente seu acervo foi sendo incrementado com doações e novas aquisições.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O museu foi concebido não só como um local de exposição de objetos, mas com a intenção de recriar um ambiente de modo que o visitante pudesse ser “transportado” à época romântica. Dessa forma, o museu adquiriu grande prestígio precisamente graças a fidelidade, exatidão e autenticidade com que apresenta, em suas várias salas, o objetivo proposto.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Seu acervo está representado pela pintura, miniaturas, mobiliários, estampas, artes decorativas, fotografias e desenhos. Um de seus aspectos mais notáveis é sua excelente galeria pictórica, formada pelos artistas mais relevantes da escola espanhola do séc. XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 2001, o museu foi fechado para obras de reabilitação e foi reaberto ao público em 2009, recebendo a atual denominação de Museu Nacional do Romanticismo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Depois de visitar a exposição permanente, uma boa pedida é tomar um cafezinho no jardim do museu, um belo e tranqüilo espaço, isolado no centro da capital espanhola.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA