Edifício España – Madrid

O Edifício España volta a estar de moda em Madrid. Isso porque recentemente reabriu suas portas como um hotel de requinte em pleno centro da capital espanhola, estando aberto a todo o público para que se possa contemplar as vistas mais espetaculares da cidade, desde a terraça existente em seu último andar (que veremos no próximo post…).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste edifício icônico de Madrid sempre chamou a atenção por seu belo aspecto em forma de pirâmide escalonada. Situa-se no final da Gran Vía, uma das principais avenidas de Madrid, justo em frente da Plaza de España, que atualmente está sendo reformada, de modo que tanto os turistas quanto os habitantes da cidade momentaneamente não podem disfrutar da praça e contemplar o famoso Monumento a Miguel de Cervantes, erguido em seu centro. Abaixo, vemos uma foto mais antiga da Plaza de España, na qual vemos dito monumento em homenagem ao famoso escritor espanhol e as esculturas de bronze que representam a Don Quixote e Sancho Pança, os personagens principais de sua obra universal “El Ingenioso Hidalgo Don Quijote de La Mancha“.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJunto com outro edifício relevante da cidade, a Torre de Madrid, situado ao lado do Edifício España, conformam um dos conjuntos arquitetônicos do pós guerra de maior importância da capital espanhola. O Edifício España é considerado o primeiro arranha-céu da cidade, e possui 26 andares com 117m de altura, com uma fachada que apresenta mais de 100m de largura. Na atualidade, constitui o oitavo edifício mais alto da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção iniciou-se em 1948 através da Companhia Imobiliária Metropolitana e  inaugurado em 1953. O Edifício España foi projetado por José María Otamendi, que realizou os cálculos de sua estrutura de concreto, e seu irmão, o arquiteto Julián Otamendi, responsável pelo desenho do projeto e a portada barroca de sua fachada principal, composta por 4 níveis.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConcebido como uma verdadeira cidade auto suficiente, como os arranha-céus norte-americanos, sua principal característica foi a multifuncionalidade, abrigando desde o princípio um hotel, um centro comercial, apartamentos residenciais e escritórios empresariais. Em 2005, o Banco Santander adquiriu o imóvel e um programa de reabilitação do edifício foi realizado, finalizando em 2010. No entanto, dois anos depois, o edifício permaneceu fechado e sem utilidade prevista. Em 2014 foi vendido ao milionário chinês Wang Jianlin, proprietário da maior fortuna da China e dono do Wanda Group, especializado em hotéis e centros comerciais de luxo espalhados por todo o mundo. Além do mais, possui 20 % das ações do clube de futebol Atlético de Madrid, cujo novo estádio é chamado Wanda Metropolitano

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando o milionário chinês comprou o edifício por 265 milhões de euros, a Prefeitura de Madrid exigiu que tanto sua fachada principal quanto as laterais fossem conservadas, como estabelecia a lei de conservação de edifícios históricos. O grupo chinês, no entanto, queria desmantelar o edifício, reconstruindo-o com materiais novos. Ante a terrível ameaça de seu desaparecimento, várias organizações civis protestaram em prol de sua preservação, e a pressão pública foi fundamental para que felizmente se mantivesse tal como foi construído nos anos 50. Em 2017, o Edifício España foi mais uma vez vendido, desta vez para o Grupo Baraka, que finalmente revendeu o imóvel à cadeia de hotéis Riu, que pretendia investir aproximadamente 400 milhões de euros para sua compra e posterior reforma com o objetivo de convertê-lo num hotel, sendo inaugurado neste ano de 2019.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, subiremos na parte mais alta do Edifício Espanha, atual Hotel Riu, para contemplar as vistas mais magníficas da cidade…

 

 

Casa de Allende – Madrid

Um dos edifícios mais interessantes do Centro Histórico de Madrid, a Casa de Allende é uma construção única situada na Plaza de Canalejas, esquina com a Carrera de San Jerónimo, a poucos metros da Puerta del Sol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício foi projetado pelo arquiteto Leonardo Rucabado e construído entre 1916 e 1920 para um promotor imobiliário da cidade de Bilbao, chamado Tomás de Allende.

OLYMPUS DIGITAL CAMERALeonardo Rucabado foi um arquiteto fundamental da denominada Arquitetura Regionalista, e a Casa de Allende representou sua principal obra na capital. O edifício destaca-se por sua riqueza decorativa, presente em elementos associados à história espanhola, como a concha relacionada ao Caminho de Santiago, que vemos acima, e os belíssimos balcões de ferro. Outra figura, no caso relacionada à Arte Ibérica, que podemos admirar na fachada do edifício, é a famosa Dama de Elche, considerada um ícono da Arqueologia Espanhola.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta escultura de finais do século V e princípio do século IV aC, foi encontrada casualmente na zona arqueológica de La Alcudia, situada a poucos quilometros da cidade de Elche, e pode ser vista no excepcional Museu Nacional Arqueológico, em Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro elemento arquitetônico de destaque é a Torre do edifício, decorada com cerâmicas realizadas por Daniel Zuloaga (1858/1921), um dos renovadores mais importantes da arte realizada com este tipo de material na história do país.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Casa de Allende foi construída como um edifício residencial. No entanto, durante um bom tempo ficou conhecida como Edifício Credit Lyonnais, pois no andar térreo albergava a sede desta instituição financeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa construção do edifício foi empregada formas típicas da Arquitetura Tradicional Espanhola, principalmente da Cantábria, terra natal do arquiteto, seguindo os princípios da corrente regionalista de finais do século XIX. Neste aspecto, sobressai na fachada que dá para a Carrera de San Jerónimo um magnífico mirador (mirante, em português) totalmente realizado em madeira.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Plaza de Canalejas recebeu este nome em homenagem a José de Canalejas (1854/1912), um famoso político liberal espanhol, que foi assassinado por um anarquista em plena Puerta del Sol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizamos a matéria com outras imagens da Casa de Allende

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Torre de Madrid

Um dos grandes projetos arquitetônicos da cidade de Madrid na segunda metade do século XX, a Torre de Madrid situa-se num dos lugares mais emblemáticos da capital, a Plaza de España.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAProjetado pelos irmaos Julián e Joaquín Otamendi, que foram encarregados pela Companhia Imobiliária Metropolitana para sua execução, o edifício foi construído entre 1954 e 1960, e bateu vários recordes com seus 142m de altura e 34 andares.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando foi finalizada, a Torre de Madrid se converteu no edifício mais alto da cidade e até 1982 (ano da construção da Torre das Comunicações) ostentou o recorde de mais alto da Espanha. Nos anos 60 havia se transformado no mais alto da Europa e durante muitos anos o edifício feito de concreto armado mais alto de todo o mundo. Nos dias atuais, é o sexto mais alto da capital.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO projeto construtivo constava de cerca de 500 lojas, um hotel e um cinema e foi equipado com 12 elevadores, cujos modelos eram os mais avançados da época em relação à velocidade. Atualmente, a Torre de Madrid combina apartamentos residenciais em suas partes central e superior, e oficinas nos andares inferiores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEntre seus mais ilustres moradores, destaca o famoso cineasta espanhol Luis Buñuel. Devido ao solo arenoso da Plaza de España, o edifício é alvo de constantes reformas de fortalecimento em seus alicerces, para que sua rígida estrutura permaneça de pé.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAExiste um novo projeto para a construção de um hotel de luxo nos primeiros noves andares da torre…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Belos Edifícios da Calle Serrano

A paisagem urbana da Calle Serrano está repleta de belos edifícios residenciais, que complementam o luxo dos diversos estabelecimentos comerciais que deram fama a esta rua de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOs variados estilos arquitetônicos existentes, como de costume na maioria das mais importantes ruas da capital espanhola, se misturam, criando um leque das mais diversas tendências, desde o ecleticismo, passando pelo racionalismo e construções contemporâneas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAÀs vezes, esta variedade construtiva se apresenta num mesmo edifício, como vemos abaixo, quando foram utilizados materiais completamente distintos na estrutura do imóvel.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo vimos no post anterior, a construção da Calle Serrano foi concebida segundo normas higiênicas, com uma largura determinada e respeitando a disposição das ruas perpendiculares, criando quarteirões homogêneos. Além disso, foram construídos pátios interiores nos próprios edifícios, alguns dos quais acolhem lojas e outros tipos de estabelecimentos, como podemos ver abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Bairro de Salamanca foi o local escolhido como sede de muitas embaixadas, e na Calle Serrano podemos ver algumas delas. Passeando pela rua, em ocasiões encontrei a porta de belos edifícios aberta, e pude apreciar sua beleza interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASe conservam alguns palácios que transformaram a Calle Serrano numa zona burguesa por excelência…

OLYMPUS DIGITAL CAMERADe fato, viver na Calle Serrano é um privilégio para poucos, pois é considerada como o metro quadrado mais caro da Espanha. No final de 2015, custava 10.900 euros. No Paseo de Grácia de Barcelona, a segunda rua mais cara do país, o valor do metro quadrado no mesmo período era de 8.450 euros. No edifício abaixo, vemos um apartamento da Calle Serrano com disponibilidade para negócios. Pelo tamanho do imóvel, podemos calcular seu preço…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, conheceremos os Jardins do Descobrimento, que embelezam a principal rua do Bairro de Salamanca.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Belos Edifícios de Madrid – Calle Almagro

O Distrito de Chamberí, em Madrid, esconde em suas ruas uma grande quantidade de edifícios cuja beleza arquitetônica fascina aos aprecidores da arte e do bom gosto. O nome do distrito se deve à primeira esposa do rei Felipe V, Maria Luiza de Savoya, que comentava que a zona onde está situado  recordava seu local de nascimento na França, o povoado de Chamberí. Um de seus bairros mais famosos é o de Almagro, cuja calle homônima nos reserva gratas surpresas arquitetônicas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa época em que Madrid tornou-se a capital de Espanha a partir de 1561, durante o reinado de Felipe II, a zona onde hoje se localiza a Calle de Almagro era uma terra de cultivos, que se desenvolveu graças aos inúmeros rios subterâneos existentes na regiao. Seu nome se deve a Diego Almagro, que acompanhou o explorador Francisco Pizarro na conquista do Peru. Ambos disputaram a possessao da cidade de Cuzco, e Diego Almagro foi preso e executado. Seu filho, porém, vingou-se da morte do pai, pois Pizarro foi morto por seus soldados. Na segunda metade do séc. XIX, iniciou-se o denominado “Ensanche de Madrid”, o processo de ampliaçao da cidade através de uma nova planificaçao urbana. O Bairro de Almagro surgiu nesta época, e tornou-se uma das zonas mais exclusivas da capital, onde a aristocracia foi a responsável pela edificaçao de grandiosos edifícios e magníficos palácios.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs imagens que estamos vendo referem-se ao Edifício de Julián Martínez Mier, construído em 1914. O proprietário encarregou ao seu filho arquiteto, Augusto Martínez de Abaria, a execuçao do maravilhoso projeto deste imóvel.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício estava destinado como um conjunto residencial de aluguel para as classes altas de Madrid. Apreciamos o magistral trabalho do escultor Sixto Moret em toda a fachada do edifício.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO edifício ganhou um prêmio concedido pela prefeitura como a casa mais artística e melhor construída de 1914.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos detalhes desta belíssima fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro dia, encontrei a porta principal aberta, e pude contemplar o acesso ao interior do prédio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste edifício se inclui dentro das chamadas correntes históricas da Arquitetura Eclética, muito abundantes em todo o Distrito de Chamberí.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, conheceremos a Casa Garay, um emblemático palácio situado a poucos metros do edifício que vimos no post de hoje.

Calle del Arenal – Madrid

Antes de começar a matéria sobre a Calle del Arenal, publico uma foto de um simpático casal de Porto Alegre que vieram conhecer Madrid recentemente. Abaixo, vemos a Márcio e Aline em frente ao Palácio de Cristal, no Parque do Retiro.

DSC09312Uma das ruas mais populares de Madrid, a Calle del Arenal localiza-se bem no centro da cidade, entre a Porta do Sol e a Praça de Isabel II. Seu nome originou-se dos barrancos que existiam a ambos lados da rua e que despejavam a água no riacho principal que nascia na Porta do Sol. No verao, com a seca, a zona transformava-se num grande areal (arenal, em espanhol).

DSC08734O bairro onde está situada originou-se a partir da antiga Paróquia de San Ginés, que em breve conheceremos. Com a chegada dos reis da Dinastia dos Borbones, a partir de 1700, a Calle del Arenal transformou-se numa das principais vias da capital, ao unir o velho Alcázar (atualmente Palácio Real) com a central Porta do Sol. Esta circunstância foi aproveitada pela burguesia para o estabelecimento de suas residências no local. Ainda hoje, podemos admirar as belas fachadas de seus edifícios, bem como os vestíbulos de muitos deles, que permanecem abertos, possiblitando sua visualizaçao.

DSC08728DSC08730DSC08719DSC08723Um dos edifícios que mais nos impressionam num passeio pela rua é o antigo Hotel Internacional, inicialmente construído como um edifício residencial em 1862.

DSC08727Em 1908, o edifício foi reformado e transformado em hotel. A decoraçao da fachada foi totalmente modificada, destacando a ampla utilizaçao das denominadas Cariátides, uma figura feminina empregada como elemento arquitetônico e decorativo, esculpida com uma funçao de coluna ou pilastra. Seu nome deriva da cidade grega de Caryac, onde as mulheres sofreram um castigo que lhes obrigavam a trabalhar duramente no transporte de cargas, devido ao apoio que ofereceram aos persas. Trata-se da versao feminina dos chamados Atlantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa década de 30 do século passado, o Hotel Internacional era considerado um dos mais confortáveis de Madrid, e seus quartos dispunham de calefaçao central e banhos, oferecidos por 10 pesetas !!. O hotel tornou-se famoso também pela  excelente cozinha de seu restaurante. Depois de fechar suas portas, em 1986 converteu-se novamente num edifício residencial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, a Calle del Arenal é um dos locais preferidos para os artistas, que a modo de inspiradas estátuas humanas, encontramos diariamente pela rua. É impressionante o seu grau de sofisticaçao, passando boa parte do tempo sem realizar nenhum movimento perceptível.

DSC09339Com a chegada das altas temperaturas, a prefeitura colocou uma grande cobertura para facilitar a locomoçao dos cidadaos por esta bela rua do centro de Madrid.

DSC09341Nos próximos posts, veremos as principais atraçoes da Calle del Arenal, que inclui um antigo palácio, um curioso museu, uma das mais antigas igrejas da cidade, além de um lugar onde podemos provar um  doce tradicional da capital, os Churros.