Festival Internacional de Teatro Clássico – Almagro

Como comentei num post anterior, no mês de julho acontece em Almagro o Festival Internacional de Teatro Clássico, uma das festividades mais importantes do calendário anual da cidade. A primeira edição do festival ocorreu em 1978 e desde este momento se consolidou como um referente a nível mundial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs numerosas obras teatrais realizam-se em 5 lugares diferentes, cada qual com características próprias, como a Plaza Mayor e o Corral de Comédias. Outro local utilizado é a Igreja de San Agustín, considerada uma obra prima do barroco da Província de Ciudad Real.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASituada junto à Plaza Mayor de Almagro, a igreja fazia parte de um antigo convento fundado por uma família local para as freiras da Ordem de Santo Agostinho, do qual somente se conservou o templo, que foi concluído no século XVIII. A igreja foi seriamente afetada pelo Terremoto de Lisboa de 1755.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA igreja está decorada por um excelente conjunto de pinturas murais que a cobrem por completo. Sua temática relaciona-se com a Exaltação de Santo Agostinho, a Eucaristia e a Virgem Maria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERADeclarada Bem de Interesse Cultural em 1993, nela se realizam atividades culturais e concertos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAQuando lá estive, havia uma curiosa exposição sobre as máquinas utilizadas na época do Teatro Barroco para criar efeitos especiais relacionadas aos fenômenos naturais. Abaixo, vemos uma destas máquinas, fabricada para simular o vento…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Esta outra imitava o som das chuvas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA de abaixo provocava um som igual ao dos trovões…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAForam criadas inclusive máquinas que reproduziam o movimento das ondas, conhecida como Máquina de Sabattini. Está composta por 3 cilindros retorcidos sobre si mesmos. O efeito se conseguia girando os cilindros de forma simultânea na mesma direção. Este modelo foi difundido em toda a Europa a partir de 1638 graças ao tratado de Nicola Sabattini.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das representações teatrais de caráter religioso mais famoso da Espanha é o Mistério de Elche. De origem medieval, continua sendo realizado todo mês de agosto na Basílica de Santa María de Elche, uma cidade da comunidade valenciana que já foi tema de vários posts publicados entre 17/11/2016 e 25/11/2016. No dia 23/11/2016 publiquei uma matéria sobre a Basílica e o Mistério de Elche. Esta celebração ocorre durante as festividades em honra à Virgem da Assunção. Desde a cúpula da igreja, que se cobre com uma espécie de lona que simula o céu, descende um anjo situado no interior de um aparato denominado Mangrana, que anuncia a morte da Virgem Maria. Na Igreja de San Agustín de Almagro podemos ver uma réplica menor do aparato…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Igreja de San Francisco – Betanzos

Ao lado da Igreja de Santa María del Azogue, que vimos no post anterior, situa-se outra das igrejas gótica de Betanzos, a Igreja de San Francisco, considerada um dos exemplos mais notáveis deste estilo artístico em toda a Galícia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta belíssima igreja foi construída na segunda metade do século XIV, graças ao patrocínio de um dos membros mais importantes da Casa dos Andrade, Fernán Pérez de Andrade, cujo nome também foi homenageado na praça onde se localiza o templo. Este cavalheiro galhego, nascido na cidade, tornou-se o senhor da vila, e ordenou a construção da igreja como local de enterramento para ele e para os demais membros de sua família. Apaixonado pela caça e as batalhas, possuía, no entanto, inquietudes culturais como a poesia e a literatura de cavalaria, tão em voga na época. Os animais associados a ele, o urso e o javali, aparecem representados no seu maravilhoso sepulcro. Na parte mais elevada da igreja vemos o javali, sustentando uma cruz.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAnexo à igreja existiu um monastério franciscano que chegou a contar com 47 monjes. Depois da Desamortizaçao de Mendizábal de 1836, o monastério foi abandonado. Em 1914, os monjes retornaram e ocuparam o que havia restado do conjunto conventual, mas que foi brutalmente queimado um pouco antes do início da Guerra Civil Espanhola, em 1936. Somente a igreja sobreviveu….

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAcima vemos uma das portas principais da igreja, com um belo conjunto de esculturas que representam a Adoraçao dos Reis no tímpano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANum dos muros laterais da porta foram esculpidos diversos e curiosos símbolos, associados aos grêmios existentes na época, que auxiliaram na construção da igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo interior da igreja existem 16 sarcófagos pertencentes à família dos Andrade…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO mais impressionante, sem dúvida nenhuma, é o sepulcro do próprio Fernán Pérez de Andrade, considerado como o precursor da escultura funerária medieval.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa base do monumento aparecem os animais a ele associado. O cavalheiro aparece deitado e vestido com uma armadura e em atitude de repouso. Uma inscrição com o nome do defunto e a data da fundação da igreja rodeia o sepulcro. Cenas de caça e o escudo da família também foram esculpidos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto geral do interior, do altar maior e um detalhe dos vitrais que o iluminam.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de San Francisco de Betanzos acolhe interessantes obras de arte, como esta “Piedade“, um anônimo flamenco da segunda metade do século XV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADa mesma forma que a Igreja de Santa María, a Igreja de San Francisco foi declarada Monumento Nacional e Bem de Interesse Cultural.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Igreja de Santa María – Betanzos

Na época medieval, a história de Betanzos foi condicionada por uma das famílias nobres mais importantes de Galícia, a Casa dos Andrade. Seu maior expoente foi Fernán Pérez de Andrade, que nasceu em Betanzos e tornou-se senhor da cidade, patrocinando a construção das três igrejas góticas que atualmente podemos contemplar, a de Santiago, que vimos no último post, a de San Francisco, que será o tema da próxima matéria e na qual está enterrado, e a Igreja de Santa María del Azogue, construída a partir da segunda metade do século XIV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste importante patrimônio religioso fez com que Betanzos seja considerada a capital do gótico na Galícia. A Igreja de Santa María foi construída sobre um anterior templo românico. Acima vemos um aspecto da parte exterior da igreja, destacando o ábside poligonal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de Santa María del Azogue recebeu o título de Monumento Nacional em 1944 e hoje em dia está declarada Bem de Interesse Cultural. Abaixo, vemos a fachada principal, cuja entrada está franqueada por duas imagens, uma com a Virgem, e a outra com o Arcanjo Gabriel.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém de sua roseta gótica, situada na parte superior da fachada, impressiona a riqueza decorativa de sua porta principal, com cenas escultóricas no tímpano (presidida pela imagem da Virgem Maria com o Menino Jesus), nas arquivoltas e nos capitéis que rematam as colunas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANa outra porta existente, se esculpiu a imagem do Arcanjo Miguel, considerado o chefe dos exércitos de Deus e protetor da igreja contra seus inimigos. Uma de suas representaçoes mais habituais vemos aqui, em que o arcanjo disputa com Satanás as almas dos defuntos no dia do Juízo Final, representada por uma balança onde se pesam os méritos e os pecados de cada pessoa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO interior da igreja está formado por uma planta basilical composta por 3 naves. A nave central está presidida por um retábulo barroco com a imagem da Virgem Maria no centro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAproveito para mencionar, dentro do patrimônio religioso de Betanzos, o Convento das Agustinas Recoletas, construído entre os séculos XVII e XVIII sobre um antigo hospital da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA construção chama a atenção por seu tamanho. Ainda hoje alberga uma comunidade de freiras que vivem na clausura, sem nenhum tipo de contato com o mundo exterior. Na fachada do convento vemos esculpidos os Escudos de Betanzos e do Imperador Carlos I.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir vemos uma foto da fachada da igreja conventual, que não pude visitar porque estava fechada…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Centro Histórico de La Coruña

Depois de visitar a Torre de Hércules, fomos passear pelo Centro Histórico de La Coruña, que guarda excelentes amostras de seu passado medieval, principalmente em suas igrejas. Uma das mais importantes é a Colegiata de Santa María, que se insere dentro da fase final do Estilo Românico. Foi declarada Bem de Interesse Cultural em 1931.

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção prolongou-se desde o século XII até o XIV, sendo que foi finalizada em 1302, segundo uma inscrição conservada. Em 1441 recebeu o título de Colegiata. É conhecida também como Igreja de Santa María de Campo, pois originalmente se situava fora das muralhas que cercavam a parte velha da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo foi construído por um dos grêmios mais poderosos da época, o dos marinheiros. Durante muito tempo se manteve o costume entre os navegantes de visitar a igreja, em agradecimento por regressarem são e salvos do mar. A fachada principal foi modificada em 1880, mas preserva o pórtico primitivo românico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo vemos a roseta que preside a fachada principal, do século XIV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma pena que quando chegamos à igreja, ela tinha acabado de fechar, motivo pelo qual nao pudemos visitar seu interior. Prosseguimos o passeio percorrendo as ruas do centro histórico, e alguns dos edifícios foram decorados com elementos da vida marinheira, de longa tradição na cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERALa Coruña tem muito a oferecer ao turista, e recomendo uma visita mais prolongada à cidade. Em uma dos edifícios do centro histórico viveu Pablo Picasso (1881/1973), artista fundamental do século XX, que nasceu em Málaga, mas que ainda criança se mudou com sua família à La Coruña. Com apenas 13 anos realizou sua primeira exposição, como demonstra a placa comemorativa que vemos a seguir.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro aspecto a salientar em relação à Lei de Memória Histórica da Espanha, vinculada com a época da Guerra Civil e a posterior ditadura de Franco, foi a mudança de nomes das ruas. A que vemos abaixo chamava-se General Mola, um militar espanhol que desempenhou um importante papel durante a ditadura de Primo de Rivera, além de ser um dos responsáveis pelo golpe de estado em 1936, cujo fracasso ocasionou a guerra civil que assolou o país durante os três anos subsequentes. Atualmente, a rua homenageia a Álvaro Cebreiro (1903/1956),um ilustrador e caricaturista natural da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Museu da Construção Naval – Ferrol

A tradição marítima de Ferrol pode ser melhor conhecida nos dois museus da cidade, situados um do lado do outro, o Museu Naval e o Museu da Construção Naval, sediados em edifícios pertencentes ao Arsenal de Ferrol.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Museu Naval foi inaugurado em 1986 com a finalidade de proteger, conservar e exibir o patrimônio naval da cidade. A exposição permanente abarca dois andares do edifício, abrangendo todas as facetas da história naval: mapas, maquetes, modelos de barcos, instrumentos de navegação, artilharia e mergulho, objetos relacionados às guerras marítimas, entre outros aspectos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs duas instituições são consideradas museus de referência na temática naval. Conheci de forma mais abrangente o Museu da Construção Naval, situado no antigo Edifício de Herrerías do Arsenal de Ferrol, destinado ao trabalho com o ferro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste edifício data de 1760 e por si só constitui uma grande atração para o visitante. Possui uma planta em forma de U, com três grandes naves separadas por arcos semicirculares sustentados por pilares.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInaugurado em 2008, é considerado o mais importante museu da Espanha dedicado à construção naval. Possui uma grande variedade de maquetes de barcos e navios de todas as épocas, tanto relacionado à Marinha de Guerra, quanto comerciais. Algumas delas possuem um corte longitudinal que possibilita a observação de sua estrutura interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAUm aspecto que me impressionou é a grande quantidade de faróis exibidos, dos mais variados tamanhos…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPodemos conhecer a fundo as antigas máquinas de construção naval, os diferentes tipos de barcos, motores antigos e modernos, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA criação de um Arsenal e um centro de construção naval em Ferrol foi uma decisão política que buscava organizar a Marinha de Guerra Espanhola, praticamente inexistente no começo do século XVIII. Nela estiveram implicados os reis Felipe V, Fernando VI e Carlos III, além do Marquês de la Ensenada. O arsenal propriamente dito foi construído entre 1750 e 1771, sob a supervisao geral do engenheiro naval e cientista espanhol Jorge Juan y Santacilia (1713/1773), que causou grande admiração no continente europeu.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO primeiro barco construído foi o “El Fernando“, em 1751. Em 1881, se fabricou a primeira embarcação com casco metálico e, em 1912, o primeiro encouraçado. Em 1988, se construiu o porta-avioes “Príncipe de Asturias“.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO recinto continua sendo utilizado como Base Naval da Armada Espanhola, estando vigiado por militares. Por sua importância histórica, foi declarado Bem de Interesse Cultural.

O Canal de Castilla – Medina de Rioseco

Além de seus importantes monumentos religiosos, Medina de Rioseco possui uma interessante construção hidráulica de grande relevância não só para a cidade, mas também para toda a comunidade castelhana, o chamado Canal de Castilla.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta enorme obra de engenharia hidráulica foi realizada entre 1753 e 1849 com um grande esforço humano e técnico, e sua construção foi patrocinada pelo Rei Fernando VI e o Marquês de la Ensenada, que ocupou um cargo de prestígio durante o reinado do mencionado monarca. Surgiu da necessidade de escoar a produção de lã e do excedente de cereais através do Porto de Santander, situado na Comunidade de Cantabria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPara sua construção foi utilizada mão de obra de penitenciários e muitos trabalhadores pereceram devido as duras condições de trabalho, além de sofrerem doenças decorrentes da água estancada. Em seus 207 km de comprimento, o canal conta com 49 eclusas, salvando um desnível de 150 metros.

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Canal de Castilla chegou à cidade de Medina de Rioseco em 1849, correspondendo ao final do trajeto em um de seus três ramais. Seu apogeu ocorreu entre 1860 e 1880, desenvolvendo a agricultura e a indústria, ao facilitar o transporte de matérias primas e produtos manufaturados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO avance tecnológico proporcionado pela construção do canal foi inquestionável, pois um barco transportava uma quantidade de grãos equivalente a 30 carros puxados por bois da época. Ao longo de seu trajeto, podemos observar distintas obras para vencer os obstáculos, como eclusas e aquedutos, assim como edifícios que foram construídos para satisfazer a atividade econômica local, como centrais elétricas, indústrias siderúrgicas e  moinhos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma desta fábricas pode ser visitada, pois foi transformada num museu, a antiga Fábrica de farinha San Antonio. As máquinas, apesar de já não funcionarem, se conservam totalmente. A fábrica fechou em 1991.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Canal de Castilla perdeu parte de sua função original com a chegada do transporte ferroviário. Em relação à navegação, o canal prestou seus serviços até 1959, recuperando esta finalidade na atualidade, mas somente para fins turísticos. Também se utiliza para regar a agricultura.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO Canal de Castilla foi declarado Bem de Interesse Cultural (BIC) em 1991.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalizo a matéria com outras imagens do canal, esperando que algum dia possa conhecer outros lugares que fazem parte de seu trajeto…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Museu Provincial de Lugo

O Museu Provincial de Lugo  é um local imprescindível para se conhecer a história da cidade. Como vimos no último post, está situado no local do antigo Convento Franciscano, cujo espaço foi remodelado e ampliado para acolher a coleção do museu.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Museu Provincial foi criado em 1932 com o objetivo de proteger os bens culturais encontrados na cidade e também na Província de Lugo, que se encontravam dispersos em coleções particulares e outras instituições públicas. Com o incremento e quantidade das peças, o museu foi trazido em 1957 para o convento, que conserva três dependências da antiga instituição religiosa (claustro, refeitório e cozinha). Abaixo, vemos uma foto da fachada principal do museu.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO acervo compreende peças de várias etapas históricas, como a de sua época fundacional, a romana. Um grande mosaico romano foi colocado no centro do espaço expositivo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERABustos romanos também podem ser admirados…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO antigo claustro tornou-se um local perfeito para a exposição de várias peças arqueológicas de interesse.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo vemos uma Estela (século I dC), monumento monolítico encontrado na província com inscrições que cumprem finalidades comemorativas, funerárias, religiosa ou geográfica, representando importantes documentos para arqueólogos e historiadores.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADo século III dC vemos uma Ara, monumento religioso típico da etapa romana, com uma função funerária e de homenagem às divindades do panteão romano, neste caso do deus Manes. Foi encontrado na Muralha de Lugo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAVários escudos nobres podem ser vistos no claustro, como este, do século XVIII.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Sepulcros encontraram seu lugar no claustro, como este que vemos a seguir, do século XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsculturas Sacras formam parte do acervo, algumas de grande interesse, como esta imagem da Virgem das Angústias, do século XIX, feita de granito.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUma das coleções mais interessantes do museu constituem a excelente amostra dos chamados Relógios de Sol. Apesar do clima instável da Galícia, estes objetos sao abundantes na comunidade. O museu conta com 42 peças destas peças típicas do artesanato popular local. O mais antigo data de 1685, mas a maior parte dos relógios pertencem ao século XIX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA coleção inclui ainda pintura religiosa dos séculos XV ao XX, esculturas românicas, góticas, renascentistas e barrocas, além de uma grande quantidade de obras realizadas por artistas galegos. Infelizmente, somente em alguns locais do museu se permitem tirar fotografias. Em 1962, o Museu Provincial de Lugo foi declarado Bem de Interesse Cultural.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAPossui também uma incrível colecção de lucernas de diversas épocas, de 2300 aC ao século XV dC. Estes pequenos utensílios tinham a função de lâmpadas feitas de pedra ou terracota. Utilizadas desde a pré-história, foram os romanos quem a produziram em massa, constituindo objetos comuns encontrados em pesquisas arqueológicas. Fico devendo as fotos…