Os Pueblos mais Belos de Espanha: Parte 7

Neste segundo post sobre os Pueblos mais Belos de Castilla La-Mancha, veremos alguns lugares cuja visita recomendo, tal a beleza destas pequenas localidades do território espanhol. Existe na comunidade um traçado que pode ser feito de carro que compreende muitos dos lugares mencionados na famosa novela de Cervantes, “El Ingenioso Hidalgo Don Quijote de La Mancha“, denominada “Ruta del Quijote“. Muitos destes pueblos conservam moinhos medievais, uma referência a um dos episódios mais conhecidos da novela do grande escritor. Um destes povoados chama-se Consuegra, situado na Província de Toledo. Com cerca de10 mil habitantes, um dos seus grandes atrativos é justamente o conjunto de moinhos situados num cerro bem frente da cidade. Do alto, a vista dos moinhos e do castelo é impressionante…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERABem próximo a Consuegra situa-se Campo de Criptana (matéria publicada em 10/7/2014), já na Província de Ciudad Real. Ao contrário de Consuegra, neste povoado os moinhos estão localizados junto às casas brancas do pueblo, conferindo uma paisagem excepcional…

DSC00255OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOutro pueblo encantador da Província de Toledo, em Oropesa (posts publicados em 23 e 24/9/2013) o grande destaque é seu belíssimo castelo e a igreja paroquial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAFinalmente, na Província de Albacete localiza-se o povoado de Chinchilla de Montearagón (tema de uma série de posts publicados a partir de 24/10/2014), que também está presidida por um imponente castelo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERACom apenas 4 mil habitantes, este pueblo possui um patrimônio histórico de grande interesse, incluindo curiosas casas que foram construídas na rocha, com chaminés de um formato peculiar…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA A partir do próximo post, vocês poderão conhecer alguns dos pueblos mais belos da Comunidade de Castilla y León, até lá !!!!!

Campo de Criptana – Castilla-La Mancha

Uma das cidades mais belas e fotogênicas de todas as que compoem a Rota de Quixote (Ruta del Quijote, em espanhol) é, inegavelmente, Campo de Criptana. Situada na Província de Ciudad Real (Comunidade  de Castilla-La Mancha), oferece uma paiagem salpicada dos elementos que melhor representam a novela de Cervantes, bem como um símbolo emblemático do país. Me refiro aos Moinhos de Vento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa célebre obra de Cervantes, Don Quixote confunde os moinhos com gigantes que deve enfrentar, constituindo um dos episódios mais conhecidos de todo o livro. Existem indícios que o autor teria se inspirado em Campo de Criptana para criar a aventura do cpítulo VIII da primeira parte da novela, publicada em 1605.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1575, durante o reinado de Felipe II, já se mencionam os muitos moinhos da localidade. Em 1752, aparecem documentados 34 deles. Formam parte dos denominados Moinhos Torre, construídos com alvenaria e branqueados com cal. Sua planta circular está composta por várias aberturas usadas para a orientaçao do vento. Possuem 3 andares, sendo que no superior encontra-se a pedra de moer, e os outros dois sao utilizados como armazém e embalagem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, sobreviveram 10 moinhos em Campo de Criptana, sendo que 3 sao originais do séc. XVI: o Burleta, o Infanto e o Sardinero. Os demais sao do séc. XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAComo vocês  notaram, todos possuem nomes. Alguns, como o “El Culebro”, funcionam como museu, e o “El Poyatos”, como Oficina de Turismo. Estao situados na chamada Serra dos Moinhos e no Cerro da Paz. Em Campo de Criptana, os moinhos funcionaram até a década de 50 do séc. XX.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASeu declínio acentuou-se a partir de 1870, com a apariçao no mercado europeu dos graos americanos, australianos e russos, ocasionando uma crise na produçao local de cereais. Este processo, no entanto, favoreceu o desenvolvimento de outros cultivos, como a uva, por exemplo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA decadência na utilizaçao dos moinhos foi lenta, apesar de tudo, e o primeiro que se deixou de fabricar foi a farinha para o pao. Em 1978, os Moinhos de Vento de Campo de Criptana foram declarados Monumento Histórico-Artístico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo entardecer, quando se apagam as luzes do sol, a paisagem com os moinhos torna-se algo surreal, digna de uma obra de ficçao de valor universal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA