Reus Modernista – Parte 2

Nesta segunda matéria sobre o Modernismo em Reus veremos dois arquitetos cuja contribuição à cidade foi fundamental. O primeiro deles, Pere Caselles i Tarrats (1864/1936) tornou-se o mais prolífico de todos, com uma grande quantidade de construções modernistas na cidade (em breve publicarei posts especiais sobre ele). Além de edifícios residenciais, aplicou o estilo modernista à arquitetura industrial, como na Antiga Fábrica J Rius Gatell, de 1918.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste edifício transformou-se no modelo construtivo de bodegas corporativas, cumprindo as funções residenciais e industriais. Atualmente, a antiga fábrica acolhe um excelente restaurante, com uma coleção única de Vermuts. Esta bebida proporcionou grande fama à cidade de Reus no final do século XIX, graças a excelente qualidade de suas marcas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPere Caselles i Tarrats foi muito influenciado pela obra de outro arquiteto imprescindível, não somente em Reus, como em toda a Catalunha, Lluís Domènech i Montaner. Em Barcelona, foi o autor de duas obras maravilhosas, o Palau de la Música Catalana e o Hospital de Sant Pau i Santa Creus. Ele foi o introdutor do estilo modernista em Reus, com o projeto do impressionante Instituto Pere Mata (que veremos em breve) e a belíssima Casa Navàs, matéria de meu próximo post. Além do mais, foi o autor de outros dois edifícios importantes, ambos situados na mesma rua, a Carrer de Sant Joan. A chamada Casa Rull foi construída em 1900, o primeiro encargo particular que recebeu o arquiteto após sua chegada em Reus, com a finalidade de construir o mencionado Instituto Pere Mata.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste edifício residencial, propriedade do notário Pere Rull se assemelha bastante ao estilo do instituto, ao utilizar-se o tijolo como material principal, basicamente um elemento associado às construçoes industriais, ao contrário de edifícios residenciais, onde não era normalmente utilizado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs motivos decorativos foram inspirados na arte medieval, e foram feitos em pedra. Vemos acima as iniciais do proprietário (PR) e símbolos relacionados ao seu negócio, como a balança. O proprietário faleceu no mesmo edifício sem descendência e doou a casa à Prefeitura de Reus, com a condição de que fosse usada como centro cultural, algo que finalmente foi respeitado, pois é a sede de um instituto que proporciona ações culturais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERABem próximo à Casa Rull situa-se a Casa Gasull, que Lluís Domènech i Montaner realizou em 1911. Sua construção foi ordenada por Félix Gasull Roig para acolher as instalaçoes comerciais de seu negócio com o azeite, e também como residência para suas duas filhas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo andar térreo, se construiu um armazém para o depósito de azeites, e nos andares superiores, a residência. O edifício impressiona por sua bela decoração, feitas com mosaicos trazidos de Milão e os esgrafiados.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA