Casas Esgrafiadas de Segóvia – Parte 2

Os Esgrafiados pertencem a uma família de revestimento mural conhecidos como Revocos, confeccionados sobre um muro ou superfície preparatória denominado Enfoscado, constituído de duas ou mais camadas de argamassa na qual se misturam cal, gesso, cimento ou argila, além da areia e da água. Depois, diversos pigmentos complementares possibilitam o grande leque de cores que vemos nas fachadas das Casas de Segóvia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAA técnica do Esgrafiado é muito antiga, sendo utilizada por civilizaçoes no IV milênio a.c. Os romanos a usavam na decoraçao de desenhos simples, e os árabes tornaram-se verdadeiros mestres em sua elaboraçao. Empregada pelos mudéjares na Idade Média, foi recuperado no séc. XIX para embelezar e dignificar as fachadas de aspecto pobre, colaborando para oferecer outro aspecto da cidade, decadente nesta centúria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém dos muros, o Esgrafiado é empregado sobre objetos de cerâmica e, na Idade Média,  também sobre os manuscritos, talhados em ouro. Nets época, os habitantes com mais recursos demonstravam sua posiçao fazendo alarde dos desenhos mais espetaculares, tanto no exterior, quanto no interior de suas casas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANa Itália, o esgrafiado, graças  herança dos romanos, é muito usado como elemento decorativo. Na Espanha, nao é exclusivo de Segóvia, podendo ser encontrado igualmente na Catalunha e Extremadura. Sua presença em grande número na cidade se deve às diferentes culturas que a habitaram ao longo do tempo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAExistem duas correntes na Espanha no que se refere à elaboraçao e características do Esgrafiado: a Catala, de procedência italiana, que teve seu auge durante o barroco, e a Segoviana, de origem mudéjar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

As Casas Esgrafiadas de Segóvia

Nao poderia finalizar esta matéria sobre as Casas de Segóvia sem um post referente a um de seus aspectos mais interessantes, sua decoraçao mural.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta técnica de revestimento dos muros e paredes que embelezam as residências e edifícios da cidade denomina-se Esgrafiado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO termo Esgrafiado originou-se do latim, derivando das palavras ex (fora) e grapheim (desenho). Esta técnica decorativa consiste na realizaçao de uma incisao sobre a parte superficial de um muro ou fachada de uma construçao, de maneira que a camada inferior fica descoberta, cobrindo-as com motivos geométricos que, na maioria das vezes, se repetem ao longo de sua superfície.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAÉ difícil encontrar uma casa em Segóvia que nao esteja decorada com esta técnica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANa cidade, existem mais de 300 desenhos diferentes, de tal modo que cada construçao é decorada com motivos geométricos diferentes. Abaixo, vemos alguns deles.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEsta forma de adorno reune vários elementos (matéria, cor, forma, textura) que, combinados, oferece múltiplas possibilidades de composiçao. O Esgrafiado , além das casas, decora também os edifícios que sediam entidades públicas e oficiais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAté o imponete e magnífico Alcázar de Segóvia foi decorado com o esgrafiado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAInúmeras casa que pertenceram, na Idade Média, à nobreza, aproveitaram os recursos estéticos da técnica para ornamentar suas fachadas, ao lado dos escudos heráldicos de seus proprietários.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANormalmente, o revestimento mural ocupa toda a fachada , mas existem casos em que o esgrafiado cobre apenas parcialmente a superfície do muro, ou entao, exalta um elemento qualquer do conjunto.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo próximo post, conheceremos um pouco desta técnica milenária, bem como outras casas que a adotaram como um símbolo da cidade de Segóvia.