Cifuentes – Parte 2

Cifuentes está localizada na Comarca de Alcarria, que tornou-se mundialmente conhecida através da novela “Viaje a la Alcarria”, escrita pelo Premio Nobel de 1989, Camilo José Cela. Em suas andanças pela comarca, esteve em Cifuentes, onde uma placa comemorativa registra o encontro que teve com um pároco numa das casas da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAMuitos dos monumentos mais importantes da cidade foram construídos pelos Condes de Cifuentes, senhores da vila durante vários séculos. Um deles  é o Convento de N.Sra de Belén, uma instituiçao fundada em 1527 pelo quarto Conde de Cifuentes, D.Fernando de Silva, para acolher uma comunidade de franciscanas. Foi praticamente destruído durante a Guerra Civil Espanhola, inclusive se perdeu sua grandiosa portada gótica. Reconstruído nos anos 40 do séc. XX, continua sendo habitado por freiras de clausura, fato que impossibilita sua visita interior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra construçao promovida pelos Condes de Cifuentes é o Hospital e a Ermita del Remedio, realizada no final do séc. XV e princípio do XVI. Constava de dependências hospitalarias e uma igreja anexa para atender aos doentes pobres. Do antigo hospital se conserva apenas as arcadas de um dos lados do pátio, integradas atualmente num pequeno jardim.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado, vemos a Ermita, que se conserva felizmente.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm exemplo da perda do Patrimônio Religioso provocado pela Desamortizaçao de Mendizábal de 1835 é o Convento de Sao Francisco, fundado em 1484. Depois de ser desamortizado, isto é, seus bens foram confiscados pelo estado, entrou em plena decadência, sendo realizadas reformas para sua nova utilizaçao pública como escola, fato que desvirtuou totalmente sua aparência original.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa cidade podemos contemplar algumas casas pertencentes à nobreza rural, como a chhamada Casa de los Gallos (séc. XVIII), assim denominada pela decoraçao de sua fachada. A residência foi transformada num restaurante, onde tive a oportunidade de provar a deliciosa gastronomia castelhana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA casa conserva ainda o escudo de seus antigos proprietários, como vemos acima. Cifuentes é uma localidade para se conhecer com calma, admirando o seu interessante centro histórico. A Comarca de Alcarria possui um valioso patrimônio cultural, histórico e artístico, que vale a pena conhecer. Outros pueblos da regiao já foram temas do blog, como Brihuega (vários posts publicados entre 24/3/2014 e 1/4/2014) e Torija (publicado em 21/3/2014). Abaixo, vemos outra foto de Cifuentes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlgumas estradas secundárias da comarca nos revelam gratas surpresas, como esta construçao escavada na rocha. A falta de informaçao do lugar nos impediu de conhecer sua história. Realmente um mistério…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Cifuentes – Província de Guadalajara

A cidade de Cifuentes é outra das belas localidades existentes na Província de Guadalajara (Comunidade de Castilla-La Mancha). Sua origem se remonta a época da conquista da Taifa de Toledo pelos reis cristaos de Castela, ao final do séc. XI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo séc. XIV, o infante D.Juan Manuel adquiriu o senhorio de Cifuentes e ordena a construçao de um castelo, que ainda podemos ver na parte mais elevada da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO castelo foi edificado a partir de 1324 sobre os restos de uma fortaleza árabe anterior. A partir de entao, Cifuentes transformou-se numa vila de realengo, isto é, dependente diretamente da administraçao real. No séc. XV, o monarca Enrique IV concede a vila a Juan de Silva, alférez maior de Castela, ostentando o título de primeiro Conde de Cifuentes. Na época medieval, a cidade estava toda rodeada por uma muralha, construída no séc. XIV. Permaneceu de pé até mediados do séc. XX, e atualmente podemos observar apenas uma pequena parte de seu perímetro original, correspondente a denominada Porta Salinera.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADas  4 portas que existiam, esta é a única que se conserva, apresentando duas torres. Possibilitava o acesso a uma importante área de produçao de sal, explorada desde a época romana, daí a explicaçao de seu nome.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAJá o nome da cidade provém da junçao de cem e fontes, uma referência a grande quantidade de mananciais do pequeno rio que atravessa o local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO principal templo religioso de Cifuentes é a Igreja de San Salvador, que combina elementos do românico, gótico, renascimento e do barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos maiores destaques da igreja é a Portada de Santiago, construída no séc. XIII no estilo românico, uma das melhores mostras deste estilo em toda a província.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA portada está composta por 12 colunas e uma complexa decoraçao escultórica, com a presença de cenas relativas à vida de Jesus, anjos e referências morais quanto aos pecados condenados pela igreja.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo lado da Igreja de San Salvador, situa-se o antigo Convento de Sao Domingo, transformado atualmente numa Oficina de Turismo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma foto do conjunto formado pela igreja e o convento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAContinuaremos a visita por Cifuentes no próximo post, até lá…