Um Passeio por Almagro

Outro fato histórico que contribuiu de maneira decisiva para  desenvolvimento de Almagro foi a chegada da Família dos Fugger à cidade. Esta poderosa família de origem alemã destacou-se por sua intensa e variada atividade financeira e comercial, com negócios espalhados por todo o continente. Inicialmente dedicaram-se ao comércio de seda e especiarias, com Jacob Fugger I “El Viejo”, mas foi um de seus filhos, Jacob Fugger II “El Rico”, quem expandiu as atividades financeiras da família, baseada no monopólio de minerais como prata e cobre. Em 1507 emprestou 150 mil ducados ao Imperador Maximiliano I, iniciando sua carreira como credor da Dinastia dos Habsburgos e convertendo-se em um dos primeiros banqueiros de todo o sistema capitalista. Jacob Fugger II é considerado também um grande mecenas das artes, acolhendo ao grande pintor renascentista alemão Alberto Durero, que realizou um retrato seu, cuja cópia vemos abaixo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Fugger estabeleceram-se em Almagro a partir de 1525, quando o Imperador Carlos I concedeu umas minas de exploração de mercúrio situadas próximas à cidade, como agradecimento aos favores dispensados pela família. Para poder armazenar o mercúrio, construíram um verdadeiro palácio, cuja fachada vemos a seguir, com uma faixa com o sobrenome da família traduzido ao espanhol (Fúcares).

OLYMPUS DIGITAL CAMERASua construção iniciou-se em 1525, destacando-se seu belo claustro renascentista.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste pátio retangular feito de tijolo está formado por arcos sustentados por colunas de Ordem Toscano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAs amplas salas dispostas ao redor do pátio constituíam originalmente as antigas câmaras de armazenamento do mercúrio. O edifício teve outras funções ao longo do tempo, como colégio, por exemplo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, é a sede da Universidade Popular de Almagro e desde o ano 2000 é utilizado para a realização de  obras teatrais durante o Festival Internacional de Teatro Clássico. Abaixo, vemos uma reconstituição de uma das dependências do antigo palácio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAÀ Família dos Fugger se deve também a construção da Igreja de San Blás, uma forma de agradecer ao Imperador Carlos I o direito de exploração das minas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAberta ao culto normalmente, durante a realização do festival Internacional seu interior  transforma-se num espaço dedicado à obra universal de Miguel de Cervantes, “El Ingenioso Hidalgo Don Quijote de La Mancha“, com um interessante espetáculo de som.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, um detalhe arquitetônico do interior da igreja…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs Fugger trouxeram também a Almagro vários administradores de seu imenso império econômico, que construíram outros palácios pela cidade, alguns dos quais foram publicados numa recente matéria.

Convento de la Asunción de Almagro

Dentro de todo o patrimônio religioso de Almagro, destaca-se o Convento de la Asunción, cuja visita me impressionou bastante, uma verdadeira surpresa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEste convento demonstra uma vez mais a importância que a Ordem de Calatrava teve no desenrolar da história de Almagro e no seu rico legado artístico e cultural. Foi fundado por D.Gutierre de Padilla, comendador maior da Ordem de Calatrava, como um hospital de misericórdia, no século XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAConsiderado uma jóia do Renascimento em Espanha, foi habitado por freiras calatravas até 1815, quando sofreu o processo de desamortização no século XIX e seus bens passaram a ser propriedades do estado. O claustro é um de seus elementos mais interessantes e apesar de ser considerado um dos mais belos do Renascimento Espanhol, ainda é desconhecido em boa parte do país.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAO projeto do claustro se deve a Enrique Egas “El Mozo”, realizado em 1534. Possui um formato quadrado com dois níveis de arquerias e com 60 colunas clássicas em seu perímetro, de Ordem Jônico no nível inferior e Toscano no superior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Uma bela escada possibilita o acesso ao nível superior do claustro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAo redor do claustro, observamos várias portas ricamente decoradas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAComo acontece normalmente nos conventos e monastérios da Espanha, suas dependências se organizam ao redor do claustro, como o antigo dormitório utilizado pelas freiras, com um bonito artesanato de estilo mudéjar feito de madeira em sua cobertura (finais do século XVI).

OLYMPUS DIGITAL CAMERASe o Corral de Comédias de Almagro representa o exemplo principal da Arquitetura Popular na cidade, o Convento de la Asunción constitui a obra prima da denominada Arquitetura Culta.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois de abandonado, foi utilizado como quartel de cavalaria e armazém de trigo e vinho. Em 1851 foi declarado Monumento Histórico-Artístico, fato que provavelmente o salvou da ruína. Abaixo, vemos a igreja do convento, construída na primeira metade do século XVI.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA foto acima foi tirada do Coro, cujos detalhes vemos na sequência…

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo início do século XX, o convento passou a ser propriedade da Ordem Dominicana, que realizou criticadas reformas no convento, para transformá-lo num colégio.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento está aberto à visitação pública, algo que recomendo. Simpáticas e atenciosas funcionárias tornam a visita ainda mais instrutiva. Abaixo, vemos o Escudo da Ordem de Calatrava, talhado na porta da instituição.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Antigo Convento Carmelita – Valencia

A Ordem Carmelita chegou a Valencia em 1280, logo depois da morte do rei Jaime I. Os frades se estabeleceram num convento, hoje centro cultural, que engloba vários estilos arquitetônicos. O antigo convento se articula ao redor de dois claustros, sendo o mais antigo construído no estilo gótico, entre os séculos XIV e XV.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANuma das capelas do claustro gótico podemos ver o sarcófago do escritor, jornalista e político espanhol, nascido em Valencia, Vicente Blasco Ibáñez (1867/1928). A obra foi encarregada pela Prefeitura da cidade ao grande escultor, também valenciano, Mariano Benlliure Gil (1862/1947), que finalizou o sepulcro em 1935.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO outro claustro conventual foi edificado no estilo renascentista, entre os séculos XVI e XVII, cujo responsável da construção foi o frade carmelita Gaspar de Sent Martí.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAAbaixo, vemos uma das galerias que compõem o claustro.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO convento possuía todas as dependências necessárias para seu funcionamento, como refeitório, dormitórios, e a igreja que vemos a seguir, situada na Plaza del Carmen.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Paróquia de Santíssima Cruz, seu nome oficial, foi construída a partir de 1343. Da construção original nada resta, pois o templo foi reformado no século XVII, no estilo barroco.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa primeira metade do século XIX, o Convento Carmelita foi desamortizado e abandonado pela comunidade religiosa, mas a igreja continuou realizando cultos após o fechamento do convento. A partir deste momento, o antigo espaço conventual passou a sediar várias instituições culturais, transformando-se na primeira sede do Museu de Belas Artes de Valencia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAtualmente, o edifício sede do museu situa-se em outro local, mas o antigo convento carmelita realiza uma ampla atividade cultural com exposições temporárias, dependentes do Museu de Belas Artes. Pude presenciar uma exposição interessante de obras contemporâneas no local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERASua função como centro cultural fez com que o edifício fosse adaptado e ampliado, e novas dependências surgiram, como a Sala Ferreres, cujo nome é uma homenagem ao arquiteto que a projetou, Luis Ferreres Soler.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1983, o Antigo Convento Carmelita de Valencia recebeu o título de Monumento Histórico-Artístico, e vale a pena conhecê-lo, tanto por sua secular história, quanto pelas atividades culturais que organiza.