Os Pueblos mais Belos de Espanha: Parte 5

Espanha possui mais de 8 mil pueblos, sendo que muitos deles poderiam constar de minha lista pessoal dos mais bonitos do país. Na matéria de hoje, visitaremos várias comunidades, em busca de alguns de seus povoados mais encantadores. A Comunidade Valenciana situa-se na região leste do país, e na Província de Castellón tive a oportunidade de conhecer dois belíssimos pueblos. Peníscola (matéria publicada em 6/9/2012) integra muitas das listas dos povoados mais belos de Espanha

DSC00707DSC00733Situado na costa do mediterrâneo, numa península rochosa, Peníscola é um povoado com muita história, e serviu de residência ao Papa Luna. Já Morella é outro pueblo de grande beleza, situado no interior da Província de Castellón

OLYMPUS DIGITAL CAMERAMorella conserva sua muralha e castelo medievais, e foi declarada Conjunto Histórico-Artístico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo outro lado do país, fronteira com Portugal, localiza-se a Comunidade de Extremadura. Na Província de Cáceres situa-se um pueblo maravilhoso, Guadalupe (8, 9 e 11/6/2014), famoso pelo Monastério de Santa María (12 a 15/6/2014), santuário de devoção à popular Virgem de Guadalupe, que foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

DSC08795OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo centro do país, a Comunidade de Madrid destaca-se por acolher a capital da Espanha, e também pela existência de vários pueblos belos e interessantes. Buitrago del Lozoya, por exemplo, está situado ao norte, em plena Serra de Guadarrama, e conserva boa parte de seu aspecto medieval.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAPróximo à capital, Colmenar de Oreja (14 e 15/3/2015) possui uma belíssima Praça Mayor

OLYMPUS DIGITAL CAMERAUm dos povoados mais bonitos de toda a comunidade, Chinchón (9/4/2012 e 18/8/2014) foi cenário de vários filmes, pela beleza e conservação de seu centro histórico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANa igreja principal do povoado podemos contemplar pinturas de Goya

OLYMPUS DIGITAL CAMERAChinchón também possui uma pitoresca Praça Mayor, de formato circular e palco de corrida de touros. Cercada por vários restaurantes famosos, o povoado recebe muitos turistas nos finais de semana, vindos de Madrid.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Igreja de Santa Maria – Colmenar de Oreja

A Igreja de Santa Maria La Mayor é o principal monumento religioso de Colmenar de Oreja e uma das mais notáveis igrejas da Comunidade de Madrid. Suas grandes dimensoes fazem com que possa ser vista desde muitos pontos da localidade, inclusive de sua Praça Maior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO templo foi construído no séc. XIII pela Ordem de Santiago, na época proprietária da vila de Colmenar de Oreja, e a ela pertenceu até 1540. No séc. XVI, foi ampliada e seu aspecto de fortaleza se manteve até os dias atuais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANo exterior, o destaque é sua imensa torre de 62 metros de altura, cuja construçao é atribuída a Juan de Herrera, arquiteto do Monastério del Escorial.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de Santa Maria possui 3 entradas de acesso. Abaixo, vemos uma delas, com a imagem de San Bernardino de Siena presidindo a fachada.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAEm 1886, um incêndio destruiu parte da torre e a cobertura das naves, sendo restaurada em 1932. A Guerra Civil afetou principalmente sua ornamentaçao interior, perdendo muitas obras de arte. Na sequência, vemos uma imagem da cúpula.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA O Altar Maior foi realizado pelo artista Cristóbal Adonza (séc. XVI).

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO fabuloso órgao, que propicia belos concertos na igreja, foi doado em 2009 por D. María Pérez García, uma moradora da cidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA Igreja de Santa Maria goza da máxima proteçao outorgada pelo Patrimônio Histórico da Comunidade de Madrid, quando em 1982 foi declarada Bem de Interesse Cultural. Em ambos lados do presbitério vemos duas pinturas murais realizadas pelo pintor mais famoso da cidade, Ulpiano Checa (1860/1916). Abaixo, vemos uma delas, que representa a Visitaçao de Maria.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAAlém de pintor, Ulpiano Checa foi escultor e ilustrador. O Museu do Prado e o Thyssen Bornemiza de Madrid possuem quadros seus. Em Colmenar de Oreja podemos conhecer o museu a ele dedicado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

Colmenar de Oreja – Comunidade de Madrid

A Comunidade de Madrid oferece, como em todas as demais comunidades autônomas de Espanha, uma grande quantidade de povoados (ou pueblos, se preferirem) encantadores. Colmenar de Oreja é um deles. Situado na Comarca de las Vegas, a cerca de 50 km da capital, possui apenas 8.500 habitantes, mas a mediados do séc. XIX chegou a ser o segundo município mais populoso da comunidade, somente superado pela capital.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAColmenar de Oreja possui uma longa história, e alguns dos principais fatos estao associados à presença da monarquia, como sucedeu com o rei Enrique IV, que se estabeleceu na cidade. No séc. XII, Alfonso VIII a cedeu a Ordem de Santiago e em 1513 obteve o privilégio de realengo, isto é, passou a estar subordinada apenas ao rei. No entanto, o título de cidade foi adquirido somente em 1922, outorgado pelo monarca Alfonso XIII.  Acima e abaixo, vemos uma imagem de sua belíssima Praça Maior, uma típica praça castelhana, ponto de encontro de seus habitantes, e composta por uma série de galerias porticadas que a cercam.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAEste emblemático monumento da cidade foi construído durante o reinado de Carlos III, sendo iniciada em 1676 e concluída apenas em 1794. A Praça Maior de Colmenar de Oreja foi utilizada várias vezes como set de filmagens, tanto para o cinema, quanto para as séries de TV. Num de seus costados vemos o edifício da prefeitura local.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAA seguir, vemos uma foto geral da praça, com a Igreja de Santa Maria ao fundo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERANos meses de maio e setembro sao celebradas na praça eventos taurinos, coincidindo com as festividades do povoado. Desde a praça, podemos conhecer o Arco da Ponte.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADepois de cruzar o arco, vemos os Jardins de Zacatín e uma maravilhosa fonte histórica, denominada Fonte do Barranco ou do Zacatín.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERAConstruída em 1779, foi usada também como lavadeiro pela populaçao.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO desenvolvimento econômico da regiao esteve baseado na extraçao da famosa pedra branca de Colmenar, uma pedra calcárea altamente resistente às condiçoes climáticas adversas e à contaminaçao ambiental. Muitos dos mais conhecidos arquitetos espanhóis a utilizaram em suas construçoes, como Francisco de Sabatini, Alonso de Covarrubias e Pedro de Ribeira. Tanto na Catedral de Almudena, quanto no Palácio Real de Madrid, podemos observar o emprego deste material. O principal templo religioso de Colemar de Oreja é a Igreja de Santa Maria, cujas vistas desde a Praça Maior vimos acima. O próximo posta estará a ela dedicada. Já o Convento de la Encarnación ocupa quase que todo o quarteirao. Fundado em 1536, foi edificado somente no séc. XVII, durante a época barroca. Pertence a Ordem das Agostinas Recoletas e sua construçao foi inspirada no Monastério da Encarnación de Madrid, que em breve conheceremos no blog.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERANo plano cultural, o destaque fica por conta do Teatro Diéguez.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA